Lb

A LB encontra-se a seleccionar para empresa cliente, um (1) Técnico Especialista de Planejamento, Programação e Manutenção para Nacala.

Responsabilidades

Conhecimentos e Experiências Necessárias:

  • Manutenção de Equipamentos, Normas, Procedimentos e Regulamentos de Manutenção, Sistema de controle de manutenção (SAP, dentre outros).

Requisitos

  • 2º Grau (Nível Médio Técnico) em Mecânica, Eléctrica ou afins;
  • Curso de MS Project, Conhecimento solido em MS Office, Máximo, SP;
  • Experiência acima de cinco (5) anos;
  • Inglês Intermediário e Português Fluente.

Comentários desligados

Vaga para Assistente – Serviço Comunitário (UN Volunteers)

Colocado por | Março 3, 2015 |

UNV Logo

A UN Volunteers pretende recrutar para o seu quadro de pessoal, um (1) Assistente para o Serviço Comunitário.

Responsabilidades

O/A Assistente para o Serviço Comunitário irá realizar as seguintes tarefas:

  • Prestar apoio efectivo e conselhos para promover o análise de sensitividade de riscos e capacidades das suas comunidade em termos de Idade, Género e Diversidade (IGD);
  • Prestar apoio e conselhos para desenvolvimento de actividades direccionadas as necessidades sociais, culturais e subsistência dos refugiados;
  • Prestar apoio e conselhos para envolver a comunidade anfitriã na protecção dos refugiados e outros grupos alvos de ACNUR;
  • Trabalhar com as comunidades anfitriãs para identificar oportunidades de envolvimento da sociedade civil nacional no sentido de melhorar os serviҫos de protecção dos refugiados;
  • Apoiar na análise de riscos de protecção e capacidades dos refugiados e outros grupos alvos de ACNUR;
  • Identificar e seleccionar indivíduos ou grupos alvos para o aconselhamento e visitas de campo de acordo com os critérios definidos;
  • Monitorar a distribuição de alimentos e executar outras tarefas conforme necessário.

Requisitos

  • Ensino Médio – 12ª Classe;
  • Mínimo de dois (2) anos de experiência relevante;
  • Conhecimento técnico no âmbito de trabalho do Programa do ACNUR seria uma vantagem;
  • Experiência no uso de computadores e outros pacotes de software de escritório (MS Office) é necessário;
  • Excelente capacidade de comunicação oral e escrita em Português e Inglês;
  • Experiência e conhecimento da região Austral de África e do contexto de Moçambique seria uma vantagem;
  • Conhecimento de Kiswahili e uma das línguas locais da zona de trabalho seria uma vantagem;
  • Elegibilidade: Apenas cidadão Moçambicano (a).
Comentários desligados

Area Manager (Sales and Distribution) – RHDC

Colocado por | Março 3, 2015 |

RHDC

RHDC – Consulting Services Ltd, is a rightful Mozambican company of consultancy in Human Resources that operates in the areas of Job Agency, Recruitment and Selection, Training, Temporary Work, Competence Evaluation and Development.

Our Customer is the world’s most international tobacco group, headquartered in London, United Kingdom, operating in more countries than any other, with offices in Mozambique. Due to its development, intends to recruit: Area Manager.

Purpose Statement

  • To develop and execute a regional trade marketing and distribution plan which meets brand, volume and profit objectives for each trade channel and key account through the most effective and efficient utilisation of budgets and manpower in order to achieve divisional trade marketing and distribution objectives.

Principal Accountabilities

  • Develop and implement a regional sales and distribution plan which meets the company’s market, brand, volume and channel objectives by gaining the active support and loyalty of company’s customers;
  • Manage key regional trade customers through the development and implementation of account strategies and plans through regular communication with the account team in order to maximise volume and share performance;
  • Manage an efficient and effective regional sales and distribution team through on-job training, motivation and staff development in order that sales and distribution representation is superior to the competition in respect of both core and added value services;
  • Ensure all Trade Marketing and Distribution plans and implementation strategies effectively articulate and align with the Trade Marketing and Distribution vision, philosophy and direction;
  • Agree and establish the structure of the most effective distribution of company brands within the region in order to ensure that availability is maximised in line with brand strategies and the needs of the market by trade channel and outlet type;
  • Develop and implement an effective presence marketing and promotion programme to achieve the highest in store visibility and sales performance for key strategic brands based on the needs and priorities of each trade channel and outlet type by gaining the active support of the trade;
  • Establish close working relationships with the trade (formal and informal) in order to gain high levels of trade support and loyalty whilst enhancing understanding of the trading environment;
  • Propose and agree and implement trading terms and conditions policy which is fair to all company’s customers and rewards performance in order that investment is directed at enhancing brand value and profitability;
  • Keep area managers fully informed at all times of objectives, progress and future action plan in order that effective planning and in-market activities can be implemented;
  • Implement cycle plan process assuring the of cycle instructions by the field force team;
  • Manage financial accounts and assets for the region to ensure that sales resources are secure and used in the most efficient and effective manner possible and key controls are implemented;
  • Manage the collation, analysis, evaluation and dissemination of market and Trade Marketing and Distribution performance data to improve maximum competitive advantage;
  • Provide sales and distribution information and reports on performance and accounts to ensure that the Trade Marketing and the Brand Marketing team are fully informed at all times;
  • Manage the development and skills levels of the trade marketing and distribution organisation in order that appropriate succession plans are in place to meet the future needs of the organisation.

Key Success Factors

  • Achievement of regional volume and profitability objectives and targets;
  • Achievement of national sales and distribution objectives;
  • Achievement of national international brand objectives;
  • Volume and share growth in assigned key accounts and/or trade channels;
  • Development of an Area Manager to Regional manager standard.

Working Relationships

  • The principle focus will be on the establishment of a close working relationship with the Trade Marketing and Distribution Development Manager and the Brand Marketing team.

Required

  • Degree in Business Management or Marketing or in any other relevant field;
  • Approx. 2 years’ experience as an Area Manager in an similar background’s company that has incorporated a trade channel and account management approach;
  • Experience in account management and negotiation;
  • Understanding of logistics;
  • Good communicator;
  • Good negotiation and influencing skills;
  • Team leadership skills;
  • Sound working knowledge of computer applications;
  • Portuguese and English speaker;
  • Maximum age: 35 years old.
Comentários desligados

Vaga para Designer Gráfico (WHR PembaOutsourcing)

Colocado por | Março 3, 2015 |

ScreenHunter_50 May. 10 16.15

Uma empresa que actua no ramo logístico na província de Cabo Delgado pretende contratar para o seu quadro de pessoal, um (1) Designer Gráfico para coordenar as suas actividades de pesquisa e produção logística.

Descrição de Actividades

  • Cooperar em projectos de mídia através da estruturação gráfica da comunicação, visando atingir os objectivos de publicidade e propaganda de clientes;
  • Fornecer soluções visuais para mídias diversas, com o suporte da equipe de planeamento;
  • Desenvolvimento de interfaces diversas (Layouts, Anúncios, Folders, Banners…);
  • Desenvolvimento de projectos através dos procedimentos pré-estabelecidos;
  • Cooperar no desenvolvimento de briefings com análise do público alvo, pesquisas de mercado e percepção da actual imagem corporativa do cliente;
  • Criação e tratamentos de imagens em geral.

Requisitos

  • Com o mínimo de um (1) ano de experiência na área solicitada;
  • Fluente em Português;
  • Domínio nos pacotes informáticos Excel, Word e PowerPoint;
  • Domínio dos softwares Ilustrador, Photoshop, In design, Corel Draw;
  • Experiência na utilização de Cores (combinações, contrastes, e conotações positivas e negativas das aplicações);
  • Conhecimentos em Tipografia;
  • Familiaridade com projectos de Identidade Visual, Branding e Design Editorial;
  • Produção Gráfica e Pré-impressão.

Expectativas

  • Salário compatível com a função;
  • Progressão proporcional ao desempenho e dedicação;
  • Excelentes condições de trabalho.

Base: Província de Nampula

Número de Vagas: Uma (1)

Data Limite: Até dia 31 de Março de 2015

ABC

EndereçoDelegações da Save the Children – Nampula

Email: mozambiquenpirh@savethechildren.org

Validade: 06/03/2015

Local: Nampula

A Save the Children e o CEP – Cidadania e Participação,estão a recrutar um (1) Oficial Provincial de Administração e Finanças – CEP (VG-SC 012 Nampula).

Requisitos

  • Nível Superior em Estudos de Administração e Contabilidade ou em áreas afins;
  • Mínimo de três (3) anos de experiência na área de gestão de subvenções, administração e ou finanças;
  • Mínimo de dois (2) anos de experiência de trabalho no âmbito das ONGs locais e/ou Internacionais;
  • Fortes competências nas vertentes analíticas e de interpretação de dados e informação administrativa e financeira;
  • Capacidade de gestão e controlo de dados e informação administrativa e financeira;
  • Capacidade de planificação e priorização do seu tempo, de forma a cumprir com os prazos;
  • Conhecimento de pacotes informáticos (Excel, Word, PowerPoint, Email, Internet e outros softwares);
  • Falar e escrever fluentemente Português, conhecimentos básicos de línguas locais língua Inglesa constituem vantagem;
  • Capacidade de trabalhar sobre pressão e disponibilidade para trabalhar sempre que necessário fora das horas normais de expediente e produção de relatórios dentro dos prazos estabelecidos;
  • Confidencialidade e proteger a imagem da SCIMOZ e do CEP;
  • Fortes habilidade de relacionamento interpessoal;
  • Compromisso com a visão, missão e valores da SCI e do CEP é necessário.

Exigências

  • Curriculum Vitae;
  • Carta de Motivação.
Comentários desligados

Vaga para Assessor Sénior em Água, Higiene e Saneamento para Zonas Rurais (SNV)

Colocado por | Março 3, 2015 |

SNV

Email: snvrecruitment@gmail.com

Validade: 15/03/2015

Local: Nampula

A SNV, pretende recrutar para o seu quadro de pessoal, um (1) Assessor Sénior em Água, Higiene e Saneamento para Zonas Rurais.

Responsabilidades

  • Assessorar o trabalho de uma equipa de organizações locais que trabalham em parceria com a DPOPH-DAS e os distritos e matéria de sustentabilidade das infra-estruturas;
  • Assessorar os distritos na planificação, implementação e monitoria de programas de Água, Saneamento e Higiene;
  • Contribuir no desenvolvimento de um modelo aplicável e funcional a nível distrital para melhorar a funcionalidade e garantia de manutenção de rotina das fontes;
  • Facilitar o desenvolvimento de materiais de formação;
  • Treinar e fazer o metoring as organizações locais (LCBs) envolvidos nos programas de PEC;
  • Promover plataformas de aprendizagem e adoptar boas práticas;
  • Promover aspectos transversais – Governação, Género e aspectos de Inclusão nos programas de Água e Saneamento.

Requisitos

  • Grau de Licenciatura (Mestrado é uma vantagem), numa área relacionada com Água e Saneamento, com enfoque para as áreas rurais;
  • Experiência comprovada no sector de água e saneamento, com enfoque na sustentabilidade das infra-estruturas de Água e Saneamento e na implementação de programas de saneamento tais como SANTOLIC e outras abordagens participativas;
  • Mínimo de cinco (5) anos de experiência no sector de Água e Saneamento;
  • Experiência no desenvolvimento de matérias de formações e na facilitação de formações em água e saneamento nos níveis comunitário, distrital e provincial;
  • Fluente em Português e conhecimentos básicos do Inglês;
  • Possuir carta de condução é uma vantagem;
  • Ser de nacionalidade moçambicana.

Exigências

  • Carta de Motivação;
  • Curriculum Vitae.

Nota: Com título “Administrador Financeiro”.

Sobre a Empresa

A SNV é uma organização Internacional sem fins lucrativos que trabalha em prol do desenvolvimento das capacidades das organizações locais no sector público, ONGs e sector privado. A SNV está presente em 38 países e as suas acções centram-se nas áreas de Água, Saneamento e Higiene, Energias Renóvaveis e Negócios Inclusivos. Em Moçambique na área de Água e Saneamento, a SNV desenvolve acções nas áreas Rurais e Per-Urbanas.

Comentários desligados

Vagas para Técnicos de Wireless (Heading)

Colocado por | Fevereiro 27, 2015 |

Logo

A Heading encontra-se a seleccionar para empresa cliente Técnicos Instaladores de Wireless, para Tete, Beira, Nampula e Pemba.

Requisitos

  • Licenciatura em informática (preferencialmente) ou ensino secundário;
  • Experiência de três (3) anos em instalação de sistemas wireless P2P e P2MP;
  • Conhecimentos da tecnologia/Equipamento RADWIN e certificado RADWIN;
  • Certificado de trabalhos em Alturas;
  • Conhecimentos de instalação de VSAT/Satélite (1.2m a 2.4m) e configuração de modems iDirect.
RHDC

A RHDC Consultoria & Serviços Lda, é uma empresa de Consultoria em Recursos Humanos, de direito Moçambicano que opera nas áreas de Agência de Emprego, Recrutamento e Selecção, Formação, Avaliação e Desenvolvimento de Competências, Trabalho Temporário.

A nossa Cliente é uma Multinacional baseada em Londres, e também desenvolve as suas actividades em Moçambique, sendo líder em Indústria de Tabaco e fornece matéria-prima na área industrial para vários clientes e em várias partes do Mundo; pretende recrutar para os seus escritórios em Nampula – Moçambique, um (1) Gerente Regional de Vendas – Norte.

Responsabilidades

  • Planear, orientar, dirigir e controlar toda a área comercial ou de vendas na região Norte;
  • Estudar e analisar os diversos segmentos de mercado e canais de distribuição, definindo políticas a adoptar;
  • Planear, dirigir e coordenar a actividade comercial segundo as orientações da gerência;
  • Acompanhar e controlar as vendas do exterior, vendas internas, serviços técnicos, administrativos e de distribuição;
  • Criar e acompanhar a execução de um plano de marketing anual;
  • Garantir a realização dos objectivos de vendas fixados e controlar os respectivos desvios, implementando medidas de correcção se necessário;
  • Estar em permanente contacto com os vendedores da empresa para lhes transmitir a sua estratégia de venda e distribuição;
  • Assegurar que, através das suas vendas, a empresa tenha o maior volume possível de receitas;
  • Controlar as actividades dos vendedores, definindo os territórios onde vão actuar;
  • Validar as propostas junto do departamento técnico, administrativo e financeiro;
  • Validar os negócios efectuados pelos vendedores;
  • Fazer relatórios e criar a base de dados dos clientes e dos potenciais e garantir a sua actualização;
  • Fazer inquéritos de satisfação dos clientes;
  • Marcar reuniões com os clientes e procurar satisfazer as suas necessidades;
  • Levantar necessidades junto dos clientes;
  • Elaborar as propostas consoante as necessidades do cliente;
  • Propor condições para o fornecimento de soluções;
  • Auto actualizar-se das novas tecnologias e novas formas de vender;
  • Elaborar os relatórios diários da cobertura de toda a região Norte;
  • Colaborar no estabelecimento de stocks mínimos e propor a reposição de stocks;
  • Conferir a factura com a respectiva mercadoria de ordem de compra e as condições de fornecimento estabelecidas;
  • Negociar com fornecedores e clientes estabelecendo contratos de fornecimento, segundo as políticas definidas pela gerência;
  • Acompanhar os saldos dos clientes com a colaboração do Director Financeiro;
  • Definir campanhas promocionais;
  • Actualizar e fixar os preços de venda e margens de lucro.

Perfil

  • Licenciatura ou Bacharelato em uma das áreas comerciais ou numa área similar;
  • Mínimo três (3) anos de experiência na área comercial;
  • Fluência ao nível da língua Inglesa e Portuguesa (falada e escrita);
  • Bom relacionamento interpessoal e capacidade de comunicação;
  • Fortes competências ao nível da liderança e motivação de equipas;
  • Elevado sentido de responsabilidade e rigor;
  • Dinamismo, proactividade e espírito de iniciativa;
  • Capacidade de planeamento e gestão;
  • Organização e método de trabalho;
  • Robustez de carácter e forte capacidade de resistência ao stress e à pressão;
  • Capacidade de formação, acompanhamento e supervisão dos membros da equipa e dentro da empresa;
  • Disponibilidade de viajar para todas as províncias e particularmente as da região Norte.

Regalias

  • Integração em uma organização internacional com destaque no mercado em que actua;
  • Integração em equipa motivada e altamente qualificada;
  • Carreira promissora e evolutiva, bem como atractivas condições de remuneração e outros benefícios;
  • Salário compatível com experiência demonstrada;
  • Possibilidade de progressão na carreira profissional e outras regalias.
Comentários desligados

Vaga para Assistente Médica – Departamento Médico (Corpo da Paz)

Colocado por | Fevereiro 24, 2015 |

Peace Corps

Email: maposition@mz.peacecorps.gov

Website: http://mozambique.peacecorps.gov

Validade: 06/03/2015

Local: Nampula

O Corpo da Paz de Moçambique, pretende recrutar para o seu quadro de pessoal, uma (1) Assistente Médica para o Departamento Médico.

Responsabilidades

  • Será responsável por uma variedade de tarefas administrativa-secretariado e clínicas.

Nota: http://mozambique.peacecorps.gov – “JOBS”

Comentários desligados

Vaga para Director Adjunto do Programa de Saúde (Corpo da Paz)

Colocado por | Fevereiro 24, 2015 |

Peace Corps

Email: apcdposition@mz.peacecorps.gov

Website: http://mozambique.peacecorps.gov

Validade: 06/03/2015

Local: Nampula

O Corpo da Paz de Moçambique, pretende recrutar para o seu quadro de pessoal, um (1) Director Adjunto do Programa de Saúde.

Requisitos

  • Candidatos qualificados;
  • Nível Superior de Inglês escrito e falado.

Nota: http://mozambique.peacecorps.gov – “JOBS”

Comentários desligados

Vaga para Coordenador Regional (Corpo da Paz)

Colocado por | Fevereiro 24, 2015 |

Peace Corps

Email: rcposition@mz.peacecorps.gov

Website: http://mozambique.peacecorps.gov

Validade: 06/03/2015

Local: Nampula

O Corpo da Paz de Moçambique, pretende recrutar para o seu quadro de pessoal, um (1) Coordenador Regional.

Requisitos

  • Candidatos qualificados;
  • Nível Superior de Inglês escrito e falado.

Nota: http://mozambique.peacecorps.gov – “JOBS”

Comentários desligados

Vaga para Oficial de Monitoria e Avaliação (CARE)

Colocado por | Fevereiro 23, 2015 |

CARE

Email: recrutamentos@care.org.mz

Validade: 03/03/2015

Local: Angoche – Nampula

A CARE International pretende recrutar para o seu quadro de pessoal, um (1) Oficial de Monitoria e Avaliação. (VAGA005/15/OMA)

Requisitos

  • Nível Médio ou equivalente na área de Agricultura;
  • Pelo menos três (3) anos de experiência prática numa área similar de desenvolvimento de programas complexos em zonas rurais de Moçambique;
  • Habilidades de supervisão;
  • Capacidade e experiência de trabalhar em equipas;
  • Experiência em conduzir treinamentos e mudanças de comportamento;
  • Capacidade em documentar dados qualitativos e quantitativos duma forma sistemática e consistente;
  • Compreensão de assuntos de género e cometimento de combater a inequalidade de género.

Benefícios

  • Pacote de benefícios competitivo.

Exigências

  • Carta de Motivação;
  • Curriculum Vitae.

Sobre a Empresa

A CARE International é uma organização de desenvolvimento e humanitária registada desde 1986 com escritórios em mais de 70 países e parte duma grande federação internacional focalizada sobre mulheres e raparigas.

Comentários desligados

Vaga para Oficial de Género e Nutrição (CARE)

Colocado por | Fevereiro 23, 2015 |

CARE

Email: recrutamentos@care.org.mz

Validade: 03/03/2015

Local: Angoche – Nampula

A CARE International pretende recrutar para o seu quadro de pessoal, um (1) Oficial de Género e Nutrição. (VAGA004/15/OGN)

Requisitos

  • Nível de Licenciatura requisitado (Mestrado preferido) ou equivalente numa das áreas (Sociologia, Antropologia, Desenvolvimento Económico, Gestão Empresarial, Economia Agrícola, Estudos do Género ou estudos relacionados);
  • Pelo menos cinco (5) de experiência prática numa área similar de desenvolvimento de programas complexos em zonas rurais de Moçambique;
  • Habilidades de liderança, construir equipas e gestão de pessoas para o sucesso;
  • Fortes capacidades analíticas;
  • Experiência e cometimento e trabalhar com parcerias;
  • Alta capacidade de comunicação efectiva e interacção com pessoas;
  • Proficiência na fala e escrita das línguas Inglesa e Portuguesa;
  • Forte compreensão de assuntos de género e cometimento de combater a inequalidade de género.

Benefícios

  • Pacote de benefícios competitivo.

Exigências

  • Carta de Motivação;
  • Curriculum Vitae.

Sobre a Empresa

A CARE International é uma organização de desenvolvimento e humanitária registada desde 1986 com escritórios em mais de 70 países e parte duma grande federação internacional focalizada sobre mulheres e raparigas.

Comentários desligados

Vaga para Técnico Distrital (CARE)

Colocado por | Fevereiro 23, 2015 |

CARE

Email: recrutamentos@care.org.mz

Validade: 03/03/2015

Local: Angoche ou Moma – Nampula

A CARE International pretende recrutar para o seu quadro de pessoal, um (1) Técnico Distrital. (VAGA003/15/TD)

Requisitos

  • Nível de Licenciatura requisitado ou equivalente numa das seguintes áreas: (M&A, Agricultura, Estudos de Género ou estudos relacionados a Sociologia, Antropologia, Desenvolvimento Económico, Economia Agrícola);
  • Pelo menos três (3) anos de experiência prática numa área similar de desenvolvimento de programas complexo em zonas rurais de Moçambique;
  • Habilidades de supervisão, trabalhar em equipas;
  • Fortes capacidades analíticas e interpretativas de dados qualitativos e quantitativos
  • Habilidades excelentes na redacção de relatórios;
  • Forte compreensão de assuntos de género e cometimento de combater a inequalidade de género;
  • O incumbente irá supervisar a nível do distrito pessoal de parceiros nacionais na área de agricultura e VSLA, reportando ao Gestor do Projecto.

Benefícios

  • Pacote de benefícios competitivo.

Exigências

  • Carta de Motivação;
  • Curriculum Vitae.

Sobre a Empresa

A CARE International é uma organização de desenvolvimento e humanitária registada desde 1986 com escritórios em mais de 70 países e parte duma grande federação internacional focalizada sobre mulheres e raparigas.

Comentários desligados

Vaga para Motorista (ANEMO) – Nampula

Colocado por | Fevereiro 23, 2015 |

ANEMO

Endereço: Anemo – Hospital Central de Maputo, próximo a Oftalmologia

Email: a.anemo@yahoo.com.br

Validade: 05/03/2015

Local: Nampula

A Associação Nacional dos Enfermeiros de Moçambique (ANEMO) pretende recrutar para o seu quadro de pessoal, um (1) Motorista.

Funções

  • Conduzir veículos oficiais de forma segura e responsável em rotas definidas e segundo as necessidades, usando em todos os momentos a condução defensiva;
  • Executar a verificação de óleos, água, pressão de pneus e outros fluidos, e verificar as condições de segurança do veículo antes da partida de viagem;
  • Verificar diariamente os Kits de ferramentas de primeiros socorros, pneus sobressalentes, etc;
  • Realizar a limpeza da viatura sempre que necessário;
  • Ajudar na carga e descarga, conforme necessário;
  • Manter o registo do uso da viatura de todas as viagens realizadas;
  • Executar outras tarefas relacionadas conforme exigido.

Requisitos

  • Experiência comprovada no mínimo cinco (5) anos;
  • Certificado Médio e conhecimento de informática;
  • Ser capaz de trabalhar sob supervisão mínima e ser proactivo;
  • Deve possuir habilidades de planeamento para executar várias tarefas simultâneamente e trabalhar sob pressão;
  • Disponibilidade para viajar para outras províncias e distritos;
  • Capaz de manter a confidencialidade;
  • Residente na mesma província.

Exigências

  • Carta de Condução com categoria de profissional públicos
  • Curriculum Vitae;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Fotocópia do Bilhete de Identidade.
Comentários desligados

Vaga para Gestor de Projecto (CARE)

Colocado por | Fevereiro 23, 2015 |

CARE

Email: recrutamentos@care.org.mz

Validade: 03/03/2015

Local: Angoche – Nampula

A CARE International pretende recrutar para o seu quadro de pessoal, um (1) Gestor de Projecto. (VAGA002/15/GP)

Requisitos

  • Nível de Licenciatura requisitado ou equivalente numa das seguintes áreas: (Nutrição, Estudos do Género ou estudos relacionados a Sociologia, M&A, Antropologia, Desenvolvimento Económico, Economia Agrícola);
  • Pelo menos três (3) anos de experiência prática numa área similar de desenvolvimento de programas complexo em zonas rurais de Moçambique;
  • Habilidades de supervisão, trabalhar em equipas;
  • Fortes capacidades analíticas;
  • Forte compreensão de assuntos de género e cometimento de combater a inequalidade de género;
  • Conhecimento de nutrição de família rural e os principais factores que promovam má nutrição;
  • A interacção entre relações de género e má nutrição.

Benefícios

  • Pacote de benefícios competitivo.

Exigências

  • Carta de Motivação;
  • Curriculum Vitae.

Sobre a Empresa

A CARE International é uma organização de desenvolvimento e humanitária registada desde 1986 com escritórios em mais de 70 países e parte duma grande federação internacional focalizada sobre mulheres e raparigas.

Comentários desligados

Vaga para Supervisor de Restaurante e Hotel (NETT Moçambique)

Colocado por | Fevereiro 20, 2015 |

Logo nett-mz Anuncios

A NETT Moçambique, Lda. pretende recrutar para empresa sua cliente, do sector de restauração e hotelaria, um (1) Supervisor para a cidade de Nampula.

Requisitos

  • Habilitações Literárias de Nível Médio;
  • Experiência mínima de três (3) anos em função similar no sector de restauração e hotelaria;
  • Experiência em gestão de hospedagem e Alimentos & Bebidas;
  • Experiência em gestão de stocks;
  • Conhecimento de gestão de controlo de custos;
  • Capacidade em gestão de equipas;
  • Domínio de informática como utilizador (Word, Excel, Outlook, e Internet);
  • Domínio da língua Portuguesa e conhecimentos da Língua Inglesa;
  • Criativo, com espírito de iniciativa, organizado, comunicador;
  • Alto sentido Comercial.
Comentários desligados

Vaga para Consultor Comercial de RH (NETT Moçambique)

Colocado por | Fevereiro 20, 2015 |

Logo nett-mz Anuncios

A NETT Moçambique, está a selecionar para a Província de Nampula, um (1) Consultor Comercial de RH.

Requisitos

  • Habilitações académicas de nível Superior em Gestão de RH ou outra área similar;
  • Domínio de Informática na óptica de utilizador;
  • Fluente em Português e Inglês;
  • Apetência pela área Comercial;
  • Vontade e Disponibilidade;
  • Determinação, resiliência e flexibilidade;
  • Orientação para cumprir resultados;
  • Boas capacidades de comunicação e argumentação.
Comentários desligados

Vaga para Técnicos (ORAM)

Colocado por | Fevereiro 13, 2015 |

ORAM

A ORAM (Associação Rural de Ajuda Mútua) é uma ONG Nacional, sem fins lucrativos e que congrega camponeses e pessoas comprometidas com a causa camponesa, cuja razão de ser é a defesa dos direitos e interesses dos mesmos.

A Delegação da ORAM Nampula, com escritório na Av. Do Trabalho nr. 2348, pretende recrutar técnicos qualificados e experientes para preencherem as seguintes vagas, cujas funções e tarefas se encontram em anexo:

  1. Oficial de Programa
  2. Oficial de Lobby e Advocacia
  3. Oficial de Monitoria e Avaliação
  4. Oficial de Comunicação e Pesquisa
  5. Coordenadora de Género
  6. Chefe do Sector de Administração e Finanças
  7. Contabilista

1. POSIÇÃO: Oficial de Programa da ORAM (Associação Rural de Ajuda Mútua) – Delegação de Nampula.

Funções

  • O(A) Oficial de Programas deverá estar directamente subordinado ao Delegado Provincial da ORAM Nampula e tem a responsabilidade de desenvolver estratégias e metodologias de abordagens da ORAM Nampula nas suas diversas áreas de intervenção e coordenar todos os processos de elaboração, implementação e acompanhamento de planos de actividades, capacitação de associações comunitárias, elaboração de planos de gestão de terras comunitárias, registo de DUATs (Direito de Uso e Aproveitamento de Terra) no âmbito da CaVaTeCo (Cadeia de Valor de Terras Comunitárias) do Plano Estratégico 2015-2017 da ORAM Nampula.

Tarefas Específicas

  • Conceber estratégias e metodologias de abordagem da ORAM no contexto de CaVaTeCo;
  • Coordenar a elaboração e implementação de planos de actividades anuais, semestrais e trimestrais de diversos sectores dentro da delegação;
  • Coordenar a elaboração de relatórios de progresso de diversos sectores de actividades da delegação;
  • Promover a criação e capacitação de associações comunitárias criadas no âmbito de CaVaTeCo;
  • Organizar e levar a cabo a elaboração de plano de gestão de terras e recursos naturais comunitários no âmbito de CaVaTeCo;
  • Efectuar o registo de DUATs comunitários no registo predial;
  • Coordenar com toda a equipa da ORAM processos de elaboração de relatórios de progresso de todas actividades planificadas/implementadas;
  • Coordenar processos de delimitação de terras comunitárias;
  • Propor formações para técnicos da ORAM de acordo com as necessidades e desafios a organização;
  • Fazer revisão periódica de planos e orçamentos da organização;
  • Assessorar o delegado na gestão de relações funcionários e com instituições parceiras, incluindo do governo, doadores e do sector privado;
  • Sempre que necessário, representar o delegado em encontros províncias, regionais e nacionais;
  • Exercer outras funções que lhe forem atribuídas pelo delegado.

Requisitos

  • Formação Superior em direito, ciências sociais, desenvolvimento comunitário, e áreas similares;
  • Ter cinco (5) anos de experiência comprovada em gestão de programa/projectos de desenvolvimento comunitário nacional;
  • Experiência comprovada na coordenação de processos de planificação de actividades de diversos sector dentro de uma mesma instituição;
  • Excelente capacidade de elaborar planos e orçamentos de actividades, bem como de reportar progressos de actividades;
  • Domínio comprovado de uso de Word, Excel, PowerPoint e Access;
  • Capacidade comprovada de trabalho em equipa e sob pressão;
  • Disponibilidade de viajar para dentro e fora da província de Nampula;
  • Sensibilidade aos aspectos de género, HIV/SIDA, culturais, políticos e religiosos.

2. POSIÇÃO: Oficial de Lobby e Advocacia da ORAM (Associação Rural de Ajuda Mútua) – Delegação de Nampula.

Funções

  • O Oficial de Lobby e Advocacia está directamente subordinado ao Delegado Provincial e tem as funções de coordenar acções de lobby e advocacia da ORAM, assessorando comunidades locais, incluindo associações, mulheres e grupos vulneráveis, na defesa dos seus direitos de terras e recursos naturais, visando promover o desenvolvimento sustentável rural aproveitando as potencialidades locais, oportunidades de investimento e a legislação sobre a terra e recursos naturais.

Tarefas Específicas

  • Conceber e desenvolver política e estratégias de lobby e advocacia da ORAM ajustadas aos desafios do sector de terra e recursos naturais;
  • Apoiar comunidades locais na resolução de conflitos de interesse que recaem nas suas terras e recursos naturais;
  • Orientar e aconselhando comunidades locais na elaboração e encaminhamento de petições e reclamações jurisdicionais sobre as suas terras e recursos naturais;
  • Conceber e executar acções preventivas ou extra-judiciais de busca de soluções ou aconselhamentos para situações de disputa de terras comunitárias em vias ou risco de se transformarem em litígios ou conflitos;
  • Produzir materiais de propaganda e divulgação sobre direitos comunitários;
  • Preparar campanhas de advocacia sobre direitos de terra e recursos naturais comunitários;
  • Assessorar comunidades locais na tomada de decisões adequadas nos processos de celebração de contratos de parcerias com investidores e parceiros estratégicos;
  • Tipificar casos de sucessos e de violações de direitos de terras e recursos naturais comunitários para promover debates públicos;
  • Promover formações para técnicos da ORAM sobre o quadro legal de terra e recursos naturais;
  • Elaborar relatórios de trabalho da área junto com a equipa da ORAM;
  • Representar em juiz a ORAM e as comunidades locais nos processos de mediação, resolução e arbitragem de conflitos de interesse de terras e recursos naturais comunitários.

Requisitos

  • Formação académica mínima licenciatura em direito, economia, psicologia, antropologia, ou áreas relacionadas;
  • Capacidade de conduzir acções de arbitragem; mediação, conciliação, negociação de processos de conflitos, procurando obter ganho mútuos;
  • Capacidade de desenvolver abordagens metodológicas e ferramentas de lobby e advocacia aos desafios do sector de terra e recursos naturais comunitários;
  • Carácter de bom relacionamento;
  • Dinamizador de espírito de trabalho em equipe e sob pressão;
  • Sensível a aspectos de género, políticos, culturais, religiosos e de HIV/SIDA;
  • Disponibilidade de viajar com frequência para dentro e fora da província de Nampula.

3. POSIÇÃO: Oficial de Monitoria e Avaliação da ORAM (Associação Rural de Ajuda Mútua) – Delegação de Nampula.

Funções e Tarefas Específicas

  • O(A) Oficial de Monitoria e Avaliação deverá estar directamente subordinado ao Delegado Provincial da ORAM Nampula e tem as funções e tarefas inseridas na implementação de CaVaTeCo (Cadeia de Valor de Terras Comunitárias) do Plano Estratégico 2015-2017 da ORAM Delegação de Nampula;
  • Participar na elaboração de planos operativos de actividades anuais, semestrais, trimestrais e mensais das componentes estratégicas da CaVaTeCo da ORAM Nampula;
  • Coordenar acções de identificação e desenho de indicadores dos planos de actividades tendo em vista o registo e comunicação dos progressos materiais em relação aos planos operacionais anuais dos projectos;
  • Com base nos planos operativos de actividades, preparar plano de monitoria das actividades, dos processos e dos custos;
  • Orientar o pessoal técnico dos sectores e de campo a prepararem relatórios de progresso de actividades e dos processos;
  • Assegurar a monitoria e avaliações participativas do impacto das medidas de monitoria dos processos e das operações e secções de lições aprendidas;
  • Sempre que necessário, com base nos resultados da monitoria e avaliações, fazer revisões periódicas de planos de actividades;
  • Verificar a qualidade de dados existentes como os primários como os secundários;
  • Organizar planos e acções de capacitação do pessoal da delegação em assuntos de monitoria e avaliação;
  • Propor estudos de impacto dos objectivos e resultados de projectos específicos e preparar os respectivos termos de referência para tomada de decisões para próximas etapas;
  • Gerir a Base de Dados existente na ORAM Nampula (rever e sistematizar toda a informação informação pertinente);
  • Elaborar relatórios anuais, semestrais e trimestrais sobre conclusões de monitoria e avaliação de actividades;
  • Efectuar visitas periódicas para prestar apoio ao pessoal do campo e identificar as áreas que precisam adaptações.

Requisitos

  • Licenciatura em desenvolvimento comunitário, ou áreas afins;
  • Pelo menos cinco (5) anos de experiência mínima em gestão de projectos de desenvolvimento comunitário;
  • Domínio comprovado de uso de Excel, Access, Word;
  • Ter carácter de bom relacionamento com colegas de equipa de trabalho;
  • Ter capacidade dinamizador de espírito de trabalho em equipe e sob pressão;
  • Sensível a aspectos de género, culturais, políticos, religiosos e de HIV/SIDA;
  • Disponibilidade de viajar com frequência para dentro e fora da província de Nampula.

4. POSIÇÃO: Oficial de Pesquisa e Comunicação da ORAM (Associação Rural de Ajuda Mútua) – Delegação de Nampula.

Funções e Tarefas

O(A) Oficial de Comunicação e Pesquisa deverá estar directamente subordinado ao Delegado Provincial e tem as funções de coordenar acções de projectos de pesquisa e comunicação no âmbito e CaVaTeCo (Cadeia de Valor de Terras Comunitárias) do Plano Estratégico 2015-2017 da ORAM Delegação de Nampula, com as seguintes tarefas especificas:

  • Coordenar acções de projectos de pesquisa e comunicação da ORAM;
  • Desenvolver políticas e estratégias de pesquisa e comunicação das acções da ORAM;
  • Conceber e desenvolver Boletim Informativo interno da delegação (Página web e para a média);
  • Conceber e desenvolver brochuras sobre histórias de sucesso, boas práticas e lições aprendidas da ORAM;
  • Produzir revistas periódicas trimestrais sobre as realizações da ORAM;
  • Construir, alimentar e gerir website da ORAM Nampula;
  • Promover debates radiofónicos e televisivos sobre casos de sucessos e problemáticas de terra e recursos naturais comunitários e outros assuntos afins;
  • Realizar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

Requisitos

  • Licenciatura em comunicação, jornalismo, desenvolvimento comunitário, ou áreas afins;
  • Pelo menos cinco (5) anos de experiência mínima em comunicação e pesquisa de projectos de desenvolvimento comunitário;
  • Capacidade de falar e escrever fluentemente português (Emakhuwa e Inglês são vantagens);
  • Ter carácter de bom relacionamento com colegas de equipa de trabalho;
  • Ter capacidade dinamizador de espírito de trabalho em equipe e sob pressão;
  • Sensível a aspectos de género, culturais, políticos, religiosos e de HIV/SIDA;
  • Disponibilidade de viajar com frequência para dentro e fora da província de Nampula.

5. POSIÇÃO: Coordenador(a) de Género da ORAM (Associação Rural de Ajuda Mútua) – Delegação de Nampula.

Funções

  • O(A) Coordenador(a) de Género deverá estar directamente subordinado(a) ao Delegado Provincial e tem as funções de coordenar todas as acções de advocacia, capacitação e assessoria das comunidades locais nos aspectos de género, com enfoque nas mulheres e grupos vulneráveis, visando promover igualdade de direitos à terra e recursos naturais e ao desenvolvimento sustentável rural para mulheres e homens através do acesso e aproveitamento das potencialidades locais e oportunidades de investimento.

Tarefas Específicas

  • Coordenar a planificação, execução e acompanhamento de actividades da área de género;
  • A partir da política de género da ORAM, coordenar adaptação e desenvolvimento de estratégias apropriadas de advocacia ajustadas aos desafios do sector de terra e recursos naturais comunitários;
  • Coordenar a planificação e produção de materiais de propaganda e divulgação sobre direitos de terra e outros recursos naturais a ela associados para mulheres e outros grupos vulneráveis;
  • Coordenar a preparação e execução de campanhas de advocacia sobre direitos de terra e outros recursos naturais a ela associados para mulheres e outros grupos vulneráveis;
  • Contribuir para a integração do género nos documentos orientadores (a nível programático e organizacional) da ORAM;
  • Participar em grupos de trabalho e plataformas sobre promoção da igualdade de género e direitos das mulheres (que tem a ver com advocacia em rede mas também com coordenação de actividades com outras organizações);
  • Identificar temas de casos de boas práticas e/ou violações de direitos de acesso à terra para mulheres para serem integrados nos estudos da ORAM;
  • Identificar temas relevantes de interesse comum para mulheres e grupos vulneráveis sobre direitos de terra e outros recursos naturais para promover debates radiofónicos e televisivos;
  • Organizar cursos de formação sobre género para técnicos da ORAM;
  • Organizar e capacitar associações de mulheres;
  • Acompanhar a monitoria dos indicadores de género e desagregação dos dados e contribuir para a documentação da performance e resultados da ORAM nesta área e reflexão sobre as metodologias de trabalho adoptadas;
  • Elaborar relatórios de progresso juntamente com toda a equipa da ORAM;

Requisitos

  • Formação académica mínima licenciatura em direito, desenvolvimento comunitário e assuntos relacionados com género;
  • Experiência mínima de cinco (5) anos em gestão de projectos ligados ao género;
  • Capacidade de coordenar acções de planificação, implementação e acompanhamento de projectos a nível de grupos;
  • Dinâmica, com capacidade de tomar iniciativa e de influenciar outros, e comprometida com os direitos das mulheres;
  • Carácter de bom relacionamento;
  • Dinamizador de espírito de trabalho em equipe e sob pressão;
  • Sensível a aspectos de género, políticos, culturais, religiosos e de HIV/SIDA;
  • Disponibilidade de viajar com frequência para dentro e fora da província de Nampula;
  • Ser mulher;
  • Falar fluentemente Emakhuwa e Shimakonde e ter conhecimentos razoáveis de fala, leitura e escrita de Inglês constituem uma larga vantagem.

6. POSIÇÃO: Contabilista da ORAM (Associação Rural de Ajuda Mútua) – Delegação de Nampula.

Funções

  • O(A) Contabilista deverá estar directamente subordinado a(o) Chefe do Sector de Administrador e Finanças (SAF) e tem as funções de efectuar classificações, registos e analises de todos as despesas/custos da ORAM e elaborar relatórios financeiros, incluindo balancetes, reconciliações bancarias, relatórios consolidados, mapas de controlo orçamental mensal, notas explicativas de todas as ocorrências orçamentais e elaborar planos de liquidez da ORAM para os respectivos pagamentos durante a implementação do Plano Estratégico 2015-2017 da ORAM Delegação de Nampula.

Tarefas Específicas

  • Efectuar classificações, registos e análises de todas as despesas da ORAM no sistema da contabilidade Primavera;
  • Elaborar relatórios financeiros trimestrais, semestrais, anuais e de projectos específicos;
  • Elaborar balancetes;
  • Fazer reconciliações bancárias;
  • Elaborar relatórios consolidados;
  • Elaborar mapas de controlo orçamental mensal;
  • Aconselhar o SAF sobre medidas de gestão financeira a tomar, sempre que se justifique;
  • Produzir extractos mensais de todos os trabalhadores e submeter ao SAF para a respectiva cobrança;
  • Abrir e fechar programas/projectos financeiros da instituição;
  • Preparar e acompanhar auditorias de todas as contas da ORAM;
  • Dar seguimento às recomendações de auditorias e doadores.

Requisitos

  • Licenciatura em contabilidade e auditoria;
  • Conhecimento comprovado de normas internacionais de contabilidade, legislação fiscal, comercial e áreas relacionadas;
  • Pelo menos cinco (5) anos de experiência comprovada de trabalho na contabilidade, incluindo acompanhamento de auditorias (exame e emissão de pareceres sobre demonstrações financeiras, controles internos e gestão, etc);
  • Domínio comprovado de uso Primavera;
  • Comprovada capacidade de se expressar de forma clara e sintética, óptima redacção, domínio de recursos de informática (planilhas, textos, internet) e conhecimentos de estatística;
  • Possuir capacidade de inovar, criar e de adaptação às mudanças da organização.

7. POSIÇÃO: Chefe do Sector de Administração e Finanças da ORAM (Associação Rural de Ajuda Mútua) – Delegação de Nampula.

Funções

  • O(A) Chefe do Sector de Administração e Finanças (SAF) deverá estar directamente subordinado ao Delegado Provincial da ORAM Nampula e tem as funções de coordenar a gestão de todos os recursos humanos, financeiros, materiais e de outras componentes relacionadas do sector, durante a implementação do Plano Estratégico 2015-2017 da ORAM Delegação de Nampula.

Tarefas Específicas

  • Assegurar a implementação efectiva do Regulamento Geral Interno e Manual de Procedimentos Administrativo-Financeiro da ORAM e Lei Laboral, bem como de todos instrumentos normativos da actividade laboral;
  • Adaptar Procedimentos Administrativo-Financeiros da ORAM Nacional e, sempre que necessários, outros instrumentos normativos à estrutura de gestão da delegação da ORAM Nampula;
  • Coordenar a planificação, execução, monitoria e relatório de todas acções do sector em harmonia com os planos de actividades da organização;
  • Coordenar a elaboração de orçamentos de planos anuais, semestrais e trimestrais;
  • Assegurar execução de orçamentos, devendo apresentar mapas de controlo orçamental mensais para garantir que os fundos estão a ser usados conforme o planificado;
  • Assessorar o contabilista na elaboração de todos relatórios financeiros;
  • Acompanhar todas as auditorias da ORAM Nampula;
  • Elaborar e executar planos de acção para as recomendações de auditoria e doadores;
  • Planificar e administrar aquisições de equipamentos e materiais (meios de transporte, equipamento informático e de campo, matérias de escritório) para os objectivos da ORAM;
  • Manter actualizado o inventário dos bens da instituição;
  • Elaborar termos de referência e descrição de tarefas de trabalhadores da delegação;
  • Elaborar contratos laborais de trabalhadores e serviços;
  • Promover ambiente de trabalho saudável, harmonioso e colaborativo a nível da ORAM Nampula;
  • Gerir conflitos laborais sem prejudicar ou pôr em causa a imagem da ORAM Nampula;
  • Realizar avaliações periódicas semestrais de desempenho de cada trabalhador;
  • Identificar e propor áreas de capacitações para o sector de acordo com as necessidades;
  • Representação do Delegado quando este se encontra ausente do escritório.

Requisitos

  • Licenciatura em administração de recursos humanos, gestão de empresas, contabilidade e auditoria;
  • Pelo menos cinco (5) anos de experiência em Gestão de Recursos Humanos e Financeiros;
  • Conhecimento comprovado de uso do Primavera;
  • Conhecimento comprovado de uso do Excel e Word;
  • Dinâmico e criativo;
  • Ter capacidade de visão abrangente;
  • Ter capacidade para exercer papel de liderança e formular novas directrizes;
  • Carácter de bom relacionamento interpessoal;
  • Elevado sentido de responsabilidade e sensível a aspectos de género, HIV/SIDA e doenças crónicas e aspectos culturais, religiosos, políticos;
  • Capacidade de trabalhar sob pressão e vontade de aprender;
  • Disponibilidade de viajar para dentro e fora da província de Nampula.
Comentários desligados

Vaga para Director Executivo (Akilizetho-ADS)

Colocado por | Fevereiro 13, 2015 |

Director Comercial

A Akilizetho-ADS – Associação para o Desenvolvimento Sustentável é uma ONG baseada na Província de Nampula, empenhada na promoção do desenvolvimento sustentável e da boa governação, através da provisão de assessoria, facilitação, pesquisa e desenvolvimento organizacional às populações rurais, mulheres e homens, em parceria com o Governo, a Sociedade Civil e o Sector Privado. No quadro da implementação do seu IIº Plano Estratégico (2013 – 2017) pretende recrutar um Director Executivo competente e motivado para preencher o seu quadro de pessoal. O posto será baseado na cidade de Nampula com Deslocações aos distritos de intervenção.

Responsabilidades

1. A nível do programa/plano estratégico

  • Assegurar a implementação do Plano Estratégico, de acordo com o Plano Anual de Actividades, monitorando o progresso das actividades;
  • Coordenar, estimular e gerir a equipa executiva para o bom desempenho das suas tarefas e actividades com observância das regras e procedimentos normativos internos;
  • Assegurar e desenvolver um ambiente de aprendizagem, integrando o Gender Mainstreaming nas atividades da Akilizetho, com vista a melhorar os padrões de qualidade do desempenho do pessoal de programa;
  • Elaborar relatórios trimestrais, semestrais, anuais e finais correspondentes ao período de cobertura contratual, apresentando-os ao Conselho de Administração;
  • Conduzir e assegurar a realização de avaliações de projectos e programas;
  • Assegurar a elaboração de novos projectos e do próximo Plano Estratégico e submete-los aos doadores para angariação de fundos para a sua implementação.

2. Na área de gestão administrativa e financeira

  • Assegurar correcta gestão financeira, de recursos materiais e humanos, podendo redefinir as funções especificas para cada trabalhador;
  • Supervisionar o desempenho de cada trabalhador;
  • Promover reuniões técnicas periódicas com os trabalhadores;
  • Instruir processos disciplinares nos termos legais, se necessário, assegurando a aplicação efectiva das medidas decretadas;
  • Responder perante o Conselho de Administração e Doadores sobre a utilização dos fundos e património da Akilizetho;
  • Garantir a entrega, dentro dos prazos, de relatórios narrativos e financeiros ao Conselho de Administração, Assembleia-Geral, Conselho Fiscal e Doadores;
  • Assessor o Sector de Administração de Finanças na preparação de procedimentos para auditorias dos projectos, bem como do programa geral da Akilizetho;
  • Angariar fundos para o funcionamento da Akilizetho;
    Negociar com doadores as condições contratuais com Akilizetho;
  • Assinar contratos, acordos de parceria, ou quaisquer outros documentos legais em nome da organização com a autorização do Conselho de Administração;
  • Controlar regularmente os movimentos bancários e estabelecer as necessárias ligações com serviços bancários;
  • Fazer cumprir o Regulamento Interno e a Política de Utilização de Patrimônio; e
  • Assessorar os Órgãos Sociais da Akilizetho, organizando os processos de admissão de novos membros e garantindo o cumprimento das suas obrigações.

3. Na área de relações externas (comunicação estratégica)

  • Estabelecer ligação da Akilizetho com outras instituições;
  • Manter um bom ambiente no relacionamento com os parceiros;
  • Participar em reuniões de parceiros governamentais e não governamentais; e
  • Estabelecer e fazer advocacia e lobby a todos os níveis, no âmbito das atribuições da Akilizetho.

Outras Responsabilidades

  • Elaborar os Planos Operacionais, gerir mensalmente a planificação antecipada das actividades;
  • Fazer a Gestão financeira e de pessoal;
  • Elaborar e implementar sistemas de gestão de desempenho, em grupos e individuais para o pessoal;
  • Garantir a entrega atempada dos relatórios narrativos e financeiros ao Conselho de Direcção, aos doadores e à Mesa da Assembleia;
  • Fazer cumprir o Regulamento Interno e a Política de Utilização do Património e Bens da organização;
  • Gerir o staff de forma eficaz e direccionar a equipa para maximizar os resultados do Programa;
  • Promover debates/reflexões sobre o processo com parceiros e Governo;
  • Manter um bom ambiente no relacionamento com os parceiros.

Principais Requisitos

  • Licenciatura em Gestão ou Administração e Finanças, Ciências Sociais, Desenvolvimento Rural ou áreas relacionadas;
  • Mínimo cinco (5) anos de experiência profissional em programas ligados ao desenvolvimento comunitário, governação local no sector publico ou privado;
  • Forte orientação para os resultados;
  • Habilidade de treinar o pessoal e motivar;
  • Experiência no trabalho com/em ONGs, em particular Organizações Comunitárias;
  • Habilidades de comunicação para uma Ligação estratégica com parceiros, redes e doadores;
  • Sensível às questões de género, HIV-SIDA e Grupos vulneráveis;
  • Domínio da língua Portuguesa e Emakhua (vantagem).

Documentos exigidos

  • Uma Carta de Apresentação da Candidatura;
  • Curriculum Vitae;
  • Certificados de Habilitações Literárias relevantes;
  • Pelo menos três (3) Cartas de Referências

Oferece-se:

  • Um óptimo ambiente de trabalho que valoriza a equipa e um processo contínuo de aprendizagem;
  • Contrato por tempo indeterminado;
  • Salário compatível com as funções e progressão de acordo com o desempenho.

NB. A descrição completa de tarefas e funções pode ser adquirida por e-mail ou solicitando cópias digitais nos escritórios da AKILIZETHO-ADS.

Sobre a Empresa

A AKILIZETHO-ADS (Associação para o Desenvolvimento Sustentável) é uma ONG moçambicana baseada na Província de Nampula, empenhada na promoção do Desenvolvimento Sustentável e Boa Governação, através da provisão de assessoria, facilitação, pesquisa e desenvolvimento organizacional a população rural, mulheres e homens, em parceria com o Governo, a Sociedade Civil e o Sector Privado.

Comentários desligados

Vagas para Supervisores (Visa Segurança) – Nampula

Colocado por | Fevereiro 13, 2015 |

Visa Segurança

Endereço: Av. 25 de Setembro, 2556

Email: assistente.rh2@visa.co.mz

Validade: 20/02/2015

Local: Nampula

O Grupo 24 entidade ligada ao ramo de Segurança, pretende recrutar para o seu quadro pessoal, Supervisores.

Requisitos

  • 10ª Classe/ equivalente;
  • Experiência mínima de dois (2) anos de serviço na respectiva área;
  • Capacidade de trabalhar sob pressão;
  • Conhecimentos básicos de funcionamento da área de segurança (Motorista);
  • Situação militar regulariza;
  • Ter cumprido o serviço militar constitui uma vantagem.

Exigências

  • Carta de Apresentação;
  • Curriculum Vitae;
  • Cópia de Bilhete de Identidade.
Comentários desligados

Vagas para Motoristas (Visa Segurança) – Nampula

Colocado por | Fevereiro 13, 2015 |

Visa Segurança

Endereço: Av. 25 de Setembro, 2556

Email: assistente.rh2@visa.co.mz

Validade: 20/02/2015

Local: Nampula

O Grupo 24 entidade ligada ao ramo de Segurança, pretende recrutar para o seu quadro pessoal, Motoristas.

Requisitos

  • 10ª Classe/ equivalente;
  • Experiência mínima de dois (2) anos de serviço na respectiva área;
  • Capacidade de trabalhar sob pressão;
  • Conhecimentos básicos de funcionamento da área de segurança (Motorista);
  • Carta de Condução Profissional;
  • Situação militar regulariza;
  • Ter cumprido o serviço militar constitui uma vantagem.

Exigências

  • Carta de Candidatura;
  • Cópia de Bilhete de Identidade;
  • Curriculum Vitae.
Comentários desligados

Vaga para Técnico de Segurança e Meio Ambiente (Petromoc) – Nampula

Colocado por | Fevereiro 10, 2015 |

Petromoc

Endereço: Praça do Município, 219, 1º Andar

Email: recrutamento@petromoc.co.mz

Validade: 13/02/2015

Local: Nampula

A Empresa Petróleos de Moçambique (Petromoc) pretende recrutar para o seu quadro pessoal, um (1) Técnico de Segurança e Meio Ambiente.

Requisitos

  • Licenciatura em Engenharia Mecânica, Química ou outras áreas afins;
  • Idade compreendida entre os 21 aos 30 anos;
  • Ser residente da cidade onde se localizam as terminais/ depósitos;
  • Disponibilidade para trabalhar em turnos e gerir stress;
  • Disponibilidade para fazer viagens dentro do país.

Exigências

  • Curriculum Vitae;
  • Cópia autenticada do Certificado de Habilitações Literárias.
Comentários desligados

Vaga para Oficial de Segurança e Meio Ambiente (Petromoc) – Nacala

Colocado por | Fevereiro 10, 2015 |

Petromoc

Endereço: Praça do Município, 219, 1º Andar

Email: recrutamento@petromoc.co.mz

Validade: 13/02/2015

Local: Nacala

A Empresa Petróleos de Moçambique (Petromoc) pretende recrutar para o seu quadro pessoal, um (1) Oficial de Segurança e Meio Ambiente.

Requisitos

  • Licenciatura em Engenharia Mecânica, Química ou outras áreas afins;
  • Carta de Condução Profissional;
  • Idade compreendida entre os 21 aos 30 anos;
  • Ser residente da cidade onde se localizam as terminais/ depósitos;
  • Disponibilidade para trabalhar em turnos e gerir stress;
  • Disponibilidade para fazer viagens dentro do país.

Exigências

  • Curriculum Vitae;
  • Cópia autenticada do Certificado de Habilitações Literárias.
UNV Logo

UN Volunteers pretende recrutar para o seu quadro de pessoal, um (1) Oficial de Registros (Voluntário Nacional das Nações Unidas).

Responsabilidades

  • Prestar assistência técnica ao Governo no processo de registros dos refugiados;
  • Apoiar o Instituto Nacional de Apoio aos Refugiados (INAR) na actualizações dos dados (físicos e electrónicos);
  • Prestar apoio técnico ao (INAR) para garantir a qualidade e a integridade das informações de registros;
  • Apoiar na capacitações dos oficiais do projecto de Registros e de INAR;
  • Apoiar nas tarefas da monitoria da situação dos refugiados incluindo movimentos no campo dos refugiados e nos outros locais;
  • Prestar apoio ao INAR em gestão da base de dados e pessoal da protecção do ACNUR e INAR;
  • Elaborar os procedimentos para os registros e arquivamento dos documentos sobre actividades do programa;
  • Apoiar a equipe do escritório de Nampula em gestão dos registros e arquivamento e actualizar o servador do ACNUR;
  • Executar outras tarefas conforme necessário.

Requisitos

  • Ensino Médio – 12ª Classe;
  • Mínimo de dois (2) anos de experiência relevante;
  • Experiência no uso de computadores e outros pacotes de software de escritório (MS Office) é necessário;
  • Excelente capacidade de comunicação oral e escrita em Português e Inglês é necessária;
  • Experiência e conhecimento da região Austral de África e do contexto de Moçambique seria uma vantagem;
  • Conhecimento de uma das línguas locais da zona de trabalho seria uma vantagem;
  • Conhecimento de Kiswahili seria uma vantagem para candidatos qualificados;
  • Apenas cidadão Moçambicano.
Comentários desligados

Chief Accountant (Human Capital Moz)

Colocado por | Fevereiro 6, 2015 |

Human Capital

Responsabilities

  • Handle full spectrum of financial and cost accounting role;
  • Responsible for day to day finance and accounts operations;
  • Perform full set of accounts and ensure timely closing of accounts;
  • Perform project cost forecasts/budgets, cost tracking, monitoring and controls;
  • Responsible for timely monthly consolidated financial statements, payments, cash-flow
    management;
  • Review & approve payment vouchers & journal entries;
  • Perform cash flow forecasting, budgeting;
  • Issue project cost reports for review and approval;
  • Develop and maintain internal control and effective accounting system and policies for the set up;
  • Establish and maintain systems for cost-sensitivity analysis and early-warning of cost-overruns;
  • Work consultatively with the respective departments on cost reduction initiatives.

NB: Open for Nacala residence

Comentários desligados

Creditors Clerk (Human Capital Moz)

Colocado por | Fevereiro 6, 2015 |

Human Capital

Responsabilities

  • Capturing creditors invoices;
  • Performing creditor reconciliations;
  • Paying creditor invoices;
  • Verify information and decide how to correct it otherwise;
  • Capture invoices and credit notes;
  • File invoice batches;
  • Follow up on outstanding invoices and credit notes to enable capturing;
  • Ensure all system generated debit notes match credit note son vendor returns;
  • Verify if invoices are correct and when they due;
  • Investigate and clear any reconciling entries;
  • Submit reconciliation for approval and payment;
  • Create payment batches and submit for approval;
  • Check and file payment documents upon receipt;
  • Decide what invoices are going to be paid on a weekly basis;
  • Perform related duties as assigned;
  • Prioritise the duties assigned based on relevance and urgency.

NB: Open for Nacala residence

Comentários desligados

Financial Controller (Human Capital Moz)

Colocado por | Fevereiro 6, 2015 |

Human Capital

Responsabilities

  • Oversee all tax and regulatory compliance issues;
  • Prepare and submit information to statutory authorities;
  • Liaise with external advisors on the preparation of statutory financial information;
  • Prepare monthly accounts (P&L and balance sheet);
  • Preparation of annual statutory Accounts;
  • Preparation of Tax computations (VAT and corporation Tax);
  • Prepare Payroll figures;
  • Cashflow statements;
  • Manage insurances;
  • Develop the forecasting models (P&L, Balance Sheet and Cashflow);
  • Review company internal controls;
  • Annual Budgeting.

NB: Open for Nacala residence