Advertisements

BOLSA E CARTEIRA 2 E EM 1 a preço de revenda – Seja empreendedor

4 horas ago Sem categoria

Comentários desativados em BOLSA E CARTEIRA 2 E EM 1 a preço de revenda – Seja empreendedor

Aproveite este mega desconto limitado de revenda e adquira este conjunto de duas bolsas por apenas 850 MT. O stock é super limitado. Clique aqui para saber mais.

Advertisements

Junior Operations Engineer

5 horas ago Sem categoria

Comentários desativados em Junior Operations Engineer

Promoção Diária de Revenda – 3 Bolsas Por Apenas 495 MT

agosto 14, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Promoção Diária de Revenda – 3 Bolsas Por Apenas 495 MT

Aproveite esta promoção para iniciar o seu negócio de venda de bolsas. Por apenas 495 meticais, você pode adquirir cada conjunto de bolsas e revender ao preço de loja. Ligue já: 849573111.

Fuja do desemprego revendendo camisetes!

18 horas ago Sem categoria

Comentários desativados em Fuja do desemprego revendendo camisetes!

Seja revendedor de camistes femininas super baratas, ao melhor preço do mercado. Fuja do desemprego, seja empreendedor! Entregas para todo país! Clique aqui

Como Comprar Camisetes Baratas na Internet

Chá de Emagrecimento Natural Faz Sucesso em Moçambique – Revenda

19 horas ago Sem categoria

Comentários desativados em Chá de Emagrecimento Natural Faz Sucesso em Moçambique – Revenda

Emagreça naturalmente, sem dietas sofridas, medicamentos perigosos ou exercícios exagerados. Deixe o seu corpo trabalhar por si. Clique aqui e saiba mais.

Entrevistadores

agosto 14, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Entrevistadores

A empresa Intercampus está a recrutar Entrevistadores para um Projecto.

Requisitos

  • Habilitações académicas: mínimo 12ª Classe, Ensino Superior é uma vantagem;
  • Ser residente no distrito em que se candidata;
  • Experiência em recolha de dados/Entrevistador (é uma vantagem);
  • Saber falar e ler línguas locais das mesmas províncias;
  • Idade compreendida entre 18 a 30 anos.

Exigências

  • Curriculum Vitae;
  • Carta de Interesse;
  • Certificados.

Processo de Candidatura

Email: [email protected]

Validade: 20/08/2018

Local: Todas as províncias de Moçambique com ênfase nos seguintes distritos:

Cabo Delgado: Montepuez

Niassa: Lichinga, Mecanhelas e Mecula

Nampula: Moma

Zambézia: Milange e Gurué

Tete: Ulongué, Chifunde e Fingoé

Chimoio: Barué

Sofala: Buzi e Maringue

Inhambane: Jangamo e Massinga

Promoção relâmpago de revenda – Bolsa 3-1 por apenas 900 MT

agosto 13, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Promoção relâmpago de revenda – Bolsa 3-1 por apenas 900 MT

 Conjunto de 3 bolsas para diferentes ocasiões, disponíveis em 3 cores: preta, castanha e vermelha. Aproveita a promoção de tempo limitado e encomende já ao melhor preço do mercado. Saiba mais aqui.

Inquiridores – Inhambane

agosto 13, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Inquiridores – Inhambane

Vagas no Instituto Nacional de Estatística

Nos termos do nº 2 do Artigo 25 do Estatuto Orgânico do Instituto Nacional de Estatística, aprovado pelo Decreto presidencial nº 9/96 de 28 de Agosto “para acorrer a recenseamentos, inquéritos e outras operações estatísticas de carácter inadiável e transitório, poderá o INE contratar pessoal fora do quadro”.

Assim,  no âmbito da implementação do Inquérito sobre Orçamento Familiar (IOF 2019/20), fase Piloto, a decorrer de Novembro a Dezembro de 2018, avisa-se ao público em geral que está aberto um concurso para o recrutamento de dez (10) candidatos a Inquiridores. De salientar que os mesmos serão submetidos a uma formação com avaliação para seleccionar Controladores, Antropometristas e Inquiridores, para garantir a recolha de dados ao nível das provinciais.

Qualificações

  • Ter concluído o ensino Superior;
  • Idade entre 18 e 50 anos;
  • Ter participado dos IOFs anteriores é uma vantagem;
  • Ter participado em inquéritos realizados pelo INE ou outras instituições;
  • Ter experiência em trabalhos de campo é uma vantagem;
  • Ter domínio da língua local é determinante na selecção do candidato;
  • Ter domínio de informática na óptica do utilizador;
  • Estar disponível a permanecer fora da cidade quando o trabalho assim exigir;
  • Aptidão física para realizar trabalho de campo.

Exigências

  • Requerimento com assinatura autenticada dirigido ao Exmo Senhor Delegado Provincial do Instituto Nacional de Estatística da Província a que concorre;
  • Certidão de Registo de Nascimento ou Bilhete de Identidade (fotocópia autenticada);
  • Curriculum Vitae detalhado, datado e assinado (em língua portuguesa);
  • Certificado de Habitações Literárias e experiência profissional;
  • Atestado médico de sanidade mental e capacidade física para o desempenho de funções na Administração Pública;
  • Declaração sob Compromisso de Honra;
  • Certificado de Registo Criminal;
  • Declaração Militar;
  • NUIT E NIB.

Nota: Os documentos: Atestado médico de sanidade mental e capacidade física para o desempenho de funções na Administração Pública, Certificado de Registo Criminal, Declaração Militar e NUIT e NIB poderão ser entregues após o apuramento dos candidatos.

Processo de Candidatura

Endereço: Delegações províncias do Instituto Nacional de Estatística da província indicada

Validade: 09/09/2018

Local: Inhambane

Technical Manager

agosto 7, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Technical Manager

Fuja do desemprego revendendo bolsas baratas

agosto 6, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Fuja do desemprego revendendo bolsas baratas

Saiba mais clicando aqui.

Compre bolsas baratas em Moçambique a partir de 500 MT. Ligue já e peça a sua: 849573111. Entregas para todo país!

Oficial Monitoria e Avaliação

agosto 2, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Oficial Monitoria e Avaliação

A N’weti – Comunicação para Saúde pretende recrutar para o quadro de pessoal um (1) Oficial Monitoria e Avaliação – Ref. da Vaga Nº 02/OM&A/Maxixe/2018.

Objectivo da Função

  • Apoiar o processo de monitoria e avaliação da implementação das várias componentes dos programas na N’weti na Província de Inhambane.

Requisitos

  • Nível de Licenciatura nas áreas de Ciências Sociais, Estatística ou áreas afins;
  • Experiência profissional mínima de cinco (5) anos de Monitoria e Avaliação e ONG’s;
  • Conhecimentos sólidos de Monitoria e Avaliação de Programas;
  • Conhecimentos elementares em Comunicação para a Saúde;
  • Bons conhecimentos de informática na óptica de utilizador;
  • Bons conhecimentos de pacotes de análise e gestão de dados;
  • Experiência com pacotes de SPSS e Epi-Info constituem vantagem;
  • Habilidades na compilação de relatórios;
  • Experiência em documentação de histórias de sucesso e boas práticas;
  • Domínio da língua Portuguesa (falada e escrita).

Exigências

  • Carta de Candidatura;
  • Curriculum Vitae, com indicação da Referência da Vaga.

Processo de Candidatura

Endereço: Av. 25 de Setembro, parcela nº 149, Bairro Chambone 5 – Maxixe

Email: [email protected]

Validade: 06/08/2018

Local: Maxixe – Inhambane

Técnico de Obras

agosto 1, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Técnico de Obras

A Arquitectos Sem Fronteiras (ASF) pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Técnico de Obras para o seguimento das obras de “Recuperação após-ciclone das escolas públicas na província de Inhambane” nos distritos de Morrumbene, Homoine, Maxixe, Panda e Massinga.

Contexto

Arquitectos Sem Fronteiras – ASF é uma ONG Espanhola sem fins lucrativos, fundada na Espanha à 25 anos, presente em 9 países de África e América Latina: Bolívia, Cuba, Guatemala, Haiti, República Dominicana, Burkina Faso, Ghana, Moçambique e Senegal.

A ASF trabalha principalmente com 4 linhas para garantir direitos: Direito a uma Habitação digna, direito a uma saúde digna, direito a uma educação de qualidade e direito há não sofrer violência por motivos de discriminação de qualquer tipo que seja.

A ASF trabalha em Moçambique a mais de 9 anos na implementação de vários projectos concretamente nas províncias de Inhambane e Maputo. De momento têm quatro linhas de trabalho abertas em Moçambique: direito a cidade, mobilidade, direito à saúde (e defesa das vítimas de violências por causa da discriminação.

Responsabilidades

  • Monitorar e fazer seguimento sistemático das obras nos distritos estabelecidas;
  • Prevenir irregularidades e problemas decorrentes na execução da obra;
  • Fiscalizar se o material usado e a forma de execução correspondem ao acordado;
  • Paralisar/Interditar execução da obra no caso do não cumprimento dos acordos;
  • Fornecer relatórios semanais a ASF, sobre a execução das obras e carpetas das fotos da semana;
  • Identificar e garantir a corrceção dos defeitos que eventualmente possam surgir durante a execução das obras;
  • Fiscalizar frequentemente o decurso o processo da execução das obras;
  • Acompanhamentos e verificação do cumprimento do Projecto, do Plano de Trabalho, da Facturação, das disposições legais e contratuais;
  • Controlo da qualidade dos trabalhos e dos procedimentos construtivos.

Requisitos

  • Técnico-Médio em Construção Civil ou Arquitectura;
  • Pelo menos cinco (5) anos de experiência comprovada na área de fiscalização de obras construção civil;
  • Forte sentido de responsabilidade, criatividade, proactividade e espírito de equipa;
  • Experiência na construção de obras no sector de Educação é desejável;
  • Proficiência no uso do computador na óptica de utilizador: Excel e Autocad e programação de obras sob pressão e para tal será submetido a uma prova para verificar o nível de proficiência no uso de Excel e Autocad;
  • Português falado e escrito de forma excelente;
  • Disponibilidade de viajar frequentemente e por períodos prolongados nos distritos de Morrumbene, Homoine, Maxixe, Panda e Massinga Massinga;
  • Não possuir vínculo profissional em curso com nenhum empreiteiro;
  • Capacidade de comunicação com todos os intervenientes nos projectos;
  • Capacidade de liderança;
  • Nacionalidade Moçambicana;
  • Carro, câmara digital (ou um telemóvel com uma boa câmara) e computador (portátil) próprios;
  • Forte motivação e vontade de aprender;
  • Disponibilidade imediata.

Exigências

  • Curriculum Vitae detalhado em formado pdf;
  • Carta de Manifestação de Interesse em formado pdf.

Processo de Candidatura

Endereço: Rua da Beira 280, Balane 1. Inhambane Cidade / Moçambique

Email: [email protected]

Local: Inhambane

Curso de Criação de Websites à Distância – Autoemprego

julho 30, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Curso de Criação de Websites à Distância – Autoemprego

Está difícil conseguir um emprego? Aprenda a usar a web como uma ferramenta de negócios e materialização das suas ideias com o curso profissional de Lugela Digital recomendado pela MMO. Inscreva-se aqui.

Estágio de Pesquisa na Associação Megafauna Marinha

julho 17, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Estágio de Pesquisa na Associação Megafauna Marinha

Este projeto está a ser implementado pela Associação Megafauna Marinha (AMM) para abordar ameaças às raias manta e tubarões-baleia, enquanto trabalhando simultaneamente para apoiar a preservação dos recursos naturais e reduzir o impacto da falta de informação sobre a vida marinha. Nosso foco principal é impedir a extinção de tubarões e raias e reverter seu declínio drástico. Isto será feito através da combinação de pesquisa, educação e conservação para efetuar mudanças nas atitudes, comportamento e política, a fim de melhorar a proteção dos recursos marinhos em nível local e nacional.

A AMM oferece este estágio a um/a Moçambicano/a Licenciado/a para não só apoiar o seu desenvolvimento profissional no campo da biologia marinha, fornecer oportunidades para envolver e influenciar decisões relevantes a este projeto, mas também recolher informação e ajudar no desenvolvimento de estratégias de conservação destas espécies ameaçadas.

Responsabilidades

  • Trabalhar de perto com as equipas dos programas e o director geral de forma a suportar o desenvolvimento e o melhoramento contínuo das estruturas de AMM;
  • Planear, conduzir e analisar questionários iniciais, intermédios e finais;
  • Colaboração com departamentos do governo para processar e partilhar todos os dados;
  • Interação contínua com o governo, cientistas e especialistas internacionais e locais, sobre planos regionais da SWIO, assim como o Plano de Ação Nacional para proteção de tubarões e raias.

Monitorização de Projecto e Gestão de Informação

  • Trabalhar com as equipes dos programas na implementação de plano, processos e ferramentas de AMM, garantindo standards de qualidade e inclusão de todos, independentemente de e, idade, habilidades, literacia e língua;
  • Recolha de dados (questionários iniciais e finais, discussões de grupo, entrevistas com pessoas chaves, etc) e inserção de dados;
  • Garantir que todos os dados relacionados com AMM estão devidamente organizados e arquivados.

Análise e Relatórios

  • Executar a análise de dados quantitativos e qualitativos;
  • Escrever relatórios de apresentação dos resultados das análises e partilhar as descobertas no formato apropriado.

Capacidades Necessárias

Essencial

  • Licenciamento Universitário em área relevante a Ciências Ecológicas e Sociais;
  • Fluente em Português e proficiente em Inglês – falado e principalmente escrito;
  • Conhecimento aplicado de técnicas quantitativas e qualitativas de investigação e colheita de dados, com foco em desenvolvimento comunitário;
  • Escritor empenhado e inspirador;
  • Atitude profissional, boa capacidade académica de organização e coordenação de tempo;
  • Desejo e capacidade de aprender novas capacidades;
  • Disponível para estar alocado a tempo inteiro na Praia do Tofo, Inhambane, e disponível para viajar em trabalho;
  • Experiente com Word, Excel, PowerPoint.

Desejável

  • Residente perto de Inhambane;
  • Experiência no sector das pescas – desejável se trabalhar com IIP;
  • Experiência na organização e facilitação de workshops;
  • Experiência de colaboração com todas as partes interessadas, desde comunidades locais até funcionários governamentais de alto nível;
  • Um comunicador forte, com experiência em advocacia e influência;
  • Interesse e experiência em conservação, especialmente em conservação marinha.

Benefícios

  • Salário competitivo;
  • Trabalhar diretamente com uma equipa inspiradora de trabalhadores e voluntários;
  • Receber orientação, apoio e treino;
  • Ser parte da construção de uma equipa única de conservação;
  • Fazer a diferença!

Assessores de Ligações Financeiras

julho 5, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Assessores de Ligações Financeiras

A GIZ – Cooperação Alemã para o Desenvolvimento pretende recrutar para o seu quadro de pessoal dois (2) Assessores de Ligações Financeiras (ALF) para Manica e Inhambane.

O Programa ProEcon, implementado pela GIZ, se enquadra no apoio da Cooperação Alemã ao Desenvolvimento Económico Sustentável em Moçambique e tem como objectivo que as Micro, Pequenas e Médias Empresas tenham acesso a condições melhoradas para o crescimento inclusivo. A Área de Intervenção do Programa ProEcon (AI 3) tem como foco o Desenvolvimento do Sector Financeiro em Moçambique.

Principais Tarefas

Cada ALF terá a função de supervisionar a qualidade técnica das actividades de ligações financeiras numa das províncias indicadas (Manica e Inhambane), em cooperação com os Assessores sediados na Beira (para o ALF em Manica) e em Vilanculos (para o ALF em Inhambane), tendo como local de trabalho o respectivo escritório de ProEcon na cidade de Chimoio e na cidade de Inhambane, com as seguintes tarefas especificas:

  • Avaliar e identificar oportunidades para iniciativas de ligação financeira com instituições financeiras formais, na província de sua responsabilidade, para atender MPME rurais integrados em grupos informais de poupança e crédito, associações, esquemas de negócios inclusivos e outras formas similares de agregação;
  • Dar assistência técnica às instituições parceiras de ProEcon, que viabilizam a ligação financeira de MPME com instituições financeiras formais; o foco da assistência técnica envolve o fortalecimento das capacidades técnicas da equipa do parceiro e também gestão das inovações de processos que fossem necessários;
  • Participar activamente nas negociações com instituições financeiras na província sob sua responsabilidade, para concretizar projectos de ligações financeiras sustentáveis operacional e financeiramente;
  • Identificar activamente potenciais agentes bancários, em cooperação com a iniciativa RAMOç;
  • Organizar encontros técnicos com parceiros e com a equipe do programa ProEcon;
  • Actualizar o sistema de Monitoria de ProEcon, com as informações sobre a província sob sua responsabilidade;
  • Aplicar instrumentos de gestão de conhecimento junto dos parceiros para monitorar, desenhar lições aprendidas e disseminar as experiências;
  • Contribuir para o uso adequado de todas as ferramentas de gestão da GIZ.

Requisitos

  • Licenciado ou Técnico Superior, preferencialmente em Economia, Administração, Gestão Financeira e Bancária, Contabilidade ou áreas afins;
  • Pelo menos cinco (5) anos de experiência profissional; desejável no sector de microfinanças ou sector bancário, incluindo experiência comprovada de trabalho na provisão de serviços financeiros nas áreas rurais. Possuir experiência de trabalho com grupos de poupança e crédito em zonas rurais e ter experiência de trabalho na província à qual se candidata será uma qualidade adicional que reforce a candidatura;
  • Conhecimentos de serviços financeiros inovadores, e.g. dinheiro móvel, agentes bancários;
  • Excelentes habilidades para comunicação interpessoal e organização do trabalho;
  • Capacidade de trabalhar em equipa;
  • Dinamismo, responsabilidade, criatividades e atitude virada a soluções nas suas funções;
  • Fluência na língua Portuguesa e bons conhecimentos da língua Inglesa falada e escrita;
  • Sólidos conhecimentos informáticos (MS Word, Excel, PowerPoint, Outlook, etc.);
  • Disponibilidade para viajar frequentemente aos distritos da província sob sua responsabilidade e às outras provinciais de intervenção de ProEcon.

Exigências

  • Carta de Manifestação de Interesse;
  • Curriculum Vitae;
  • Certificado de Habilitações Educativas e Profissionais;
  • Cartas de Referência de anteriores empregadores.

Nota: Indicar a referência: “Assessores de Ligações Financeiras-Manica” ou “Assessores de Ligações Financeiras-Inhambane”.

Sobre a Empresa

A GIZ – Cooperação Alemã para o Desenvolvimento é uma empresa alemã de serviços da cooperação ao desenvolvimento que apoia países parceiros em reformas e transformações com o objectivo da politica do desenvolvimento melhorar de maneira sustentável as condições de vida dos povos nos países do Sul e do Leste, e conservar os recursos naturais, bases da existência.

Processo de Candidatura

Endereço: Av. Francisco Orlando Magumbwe, nº 976 – Maputo

Email: [email protected]

Validade: 13/07/2018

Local: Manica e Inhambane

Programador Analista

julho 3, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Programador Analista

A Elizabeth Glaser Pediatric Aids Foundation (EGPAF), trabalha em parceria com o Ministério de Saúde na implementação do Programa de Prevenção de Transmissão Vertical (PTV) de HIV e cuidados e tratamento para pessoal vivendo com HIV. A missão da Fundação é assegurar a inclusão de crianças, prevenindo a transmissão de HIV da mãe para o seu filho e garantir-lhes o acesso a serviços de qualidade. A EGPAF pretende recrutar profissional qualificado para trabalhar na província de Inhambane, um (1) Programador Analista – Código (TC18).

Contexto

  • O Programador/analista desenvolve, mantém e apoia a Fundação na gestão das bases de dados dados no âmbito de programas de cuidados e tratamento de paciente com HIV. Ele(a) irá liderar o desenho e implementação de melhorias do software, corrigir e recolher os requisitos para criação de relatórios, bases de dados, trabalhar para que os diversos dados sejam integrados e compatíveis entre os vários sistemas. É também o elo de ligação com outros parceiros de implementação para assegurar que Fundação esteja alinhada em termos de procedimentos informáticos de reporte.

Responsabilidades

Programação:

  • Usar os instrumentos necessários, linguagens e plataformas para desenvolver, optimizar e modificar os aplicativos dos softwares. Identificar e corrigir problemas nos aplicativos existentes. Desenvolver documentos técnicos apropriados;
  • Apoiar as várias áreas da EGPAF a desenvolver instrumentos de recolha e análise de dados.

Analista:

  • Documentar e analisar os requisitos de novos softwares e prover soluções criativas para combinar o conhecimento técnico com as metas/objectivos da Fundação e estratégia de IT;
  • Analisar, recomendar e implementar soluções baseadas nas necessidades das actividades da Fundação.

Desenvolvimento de Relatórios:

  • Desenvolver relatórios de acordo com a necessidade da Fundação relacionados com a identificação e correcção de problemas nas bases de dados existentes, nos aplicativos e nos scripts, e ainda relacionados com a migração e transferência de dados entre bases de dados e aplicativos, conversões e utilidades de conectividade.

Geral:

  • Manter uma relação positiva entre o staff. Prover comunicação verbal e escrita boa e clara entre o pessoal da
    fundação em Moçambique e na sede. Adquirir e desenvolver as habilidades profissionais que beneficiam tanto a EGPAF como o indivíduo;
  • Migrar e transferir dados entre bases de dados e aplicativos de acordo com a necessidade usando análises de dados apropriadas, conversões e utilidades de conectividade. Treinar o staff da EGPAF a desenvolver had hoc queries usando instrumentos disponíveis;
  • Desenvolver bases de dados para o armazenamento e manuseamento de dados dos programas apoiados pela
    EGPAF.

Requisitos

  • Licenciatura em Sistemas de Informação, Informática, Engenharia Informática ou outra área relevante;
  • Experiência em Linguagens de Programação de software interativas, desenho com ênfases em aplicativos de gestão;
  • Experiência em instrumentos de querring em bases de dados (preferência SQL);
  • Experiência com Workflow ou BPA;
  • Uso de interfaces ou experiência com desenho de relatórios da base de dados;
  • Habilidades em Business intelligence reporting (preferência MS SQL Services Reporting);
  • Habilidades demonstradas de analisar, desenvolver, documentar e treinar o staff no uso dos aplicativos
    desenvolvidos;
  • Confortável com a metodologia de desenvolvimento de aplicações e o seu ciclo de vida, Técnicas estruturadas, e
    ferramentas CASE;
  • Habilidade comprovada para trabalhar independentemente e com técnicas convencionais de gestão de projectos;
  • Garantir a fidedignidade da informação;
  • Conhecimentos profundos de MS SQL server administration;
  • Capacidade de desenvolvimento de aplicativos web para intranet da fundação;
  • Tecnologias Client-server e design;
  • Servir como lider em projectos moderadamente complexos;
  • Habilidades em Distributed DBMS management and data modeling;
  • Capacidades de desenvolvimento de queries SQL complexos, triggers e scripts;
  • Capacidade de desenvolvimento de Ambiente de Aplicativos Gráficos;
  • Proficiência em VBA usando a Microsoft Exchange, Project e Office no geral;
  • SGBD;
  • Segurança de Informação.

Processo de Candidatura

Email: [email protected]

Validade: 08/07/2018

Local: Inhambane

Assessor Provincial de Monitoria e Avaliação

julho 3, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Assessor Provincial de Monitoria e Avaliação

A Elizabeth Glaser Pediatric Aids Foundation (EGPAF), trabalha em parceria com o Ministério de Saúde na implementação do Programa de Prevenção de Transmissão Vertical (PTV) de HIV e cuidados e tratamento para pessoal vivendo com HIV. A missão da Fundação é assegurar a inclusão de crianças, prevenindo a transmissão de HIV da mãe para o seu filho e garantir-lhes o acesso a serviços de qualidade. A EGPAF pretende recrutar profissional qualificado para trabalhar na província de Inhambane, um (1) Assessor Provincial de Monitoria e Avaliação – Código (TC17).

Contexto

  • Assessor Provincial de Monitoria e Avaliação, apoia o nível Provincial e Distrital no Fortalecimento do Sistema de Informação de Saúde e coordena a gestão de informação estratégica de saúde, impulsionando o uso de informação para tomada de decisão a todos os níveis. Ele (a) será também responsável por apoiar a expansão e implementação do SISMA e assegura a partilha de Informação.

Responsabilidades

  • Apoiar na concepção, gestão e disseminação de informação estratégica;
  • Garantir a implementação do sistema de monitoria e avaliação;
  • Assegurar a realização de actividades de melhoria de qualidade de dados;
  • Apoiar a província na elaboração atempada de relatórios de forma a permitir que os mesmos sejam submetidos a HQ e doador nos prazos estabelecidos;
  • Capacita e fornece assistência técnica as equipas provinciais DPS/SMSMAS na área de M&E e na área de qualidade e metodologias de uso de dados para a melhoria dos serviços;
  • Apoia a província no desenho dos planos de melhoria de qualidade;
  • Apoiar na criação de bases de dados para pesquisas operacionais;
  • Apoiar a pesquisa no tocante ao desenho da amostragem;
  • Capacitar e fornecer assistência técnica as equipas provinciais/DPS/SMSMAS;
  • Integra acções conjuntas DPS/MISAU/Parceiro clínico, destinado ao fortalecimento do SIS.

Requisitos

  • Nível Superior (áreas de Saúde Pública, Estatística ou áreas afins);
  • Mínimo de três (3) anos de experiência de trabalho no sector de saúde, particularmente na área de HIV/SIDA;
  • Experiência em desenvolvimento e gestão de base de dados e sistemas de reporte;
  • Experiência em investigação, especificamente elaboração de base de dados e análises;
  • Experiência na área de M&A, incluindo gestão e análise de base de dados;
  • Boas habilidades de análise;
  • Habilidades de comunicação escrita e oral em Língua Portuguesa e Inglesa será uma vantagem;
  • Habilidades de facilitação e desenvolvimento de equipas;
  • Conhecimentos de uma das seguintes aplicações de base de dados (EpiInfo, SPSS, Access, Stata);
  • Conhecimento do Sistema de Informação do Programa de HIV;
  • Bons conhecimentos de sistemas operativos de Microsoft;
  • Conhecimento e experiências com métodos de pesquisa.

Processo de Candidatura

Email: [email protected]

Validade: 08/07/2018

Local: Inhambane

Gestor Provincial de Informação Estratégica

julho 3, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Gestor Provincial de Informação Estratégica

A Elizabeth Glaser Pediatric Aids Foundation (EGPAF), trabalha em parceria com o Ministério de Saúde na implementação do Programa de Prevenção de Transmissão Vertical (PTV) de HIV e cuidados e tratamento para pessoal vivendo com HIV. A missão da Fundação é assegurar a inclusão de crianças, prevenindo a transmissão de HIV da mãe para o seu filho e garantir-lhes o acesso a serviços de qualidade. A EGPAF pretende recrutar profissional qualificado para trabalhar na província de Inhambane, um (1) Gestor Provincial de Informação Estratégica – Ref. (TC16).

Contexto

  • O Gestor Provincial de Informação Estratégica é responsável por apoiar e coordenar todas as acções de Monitoria e Avaliação e Pesquisa a nível dos programas e garantir a capacitação das diferentes equipas para os processos de Monitoria e Avaliação e Pesquisa a nível Provincial. Deve também garantir a coordenação das acções de planificação e implementação de pesquisas com os órgãos provinciais do Ministério de Saúde e outros Parceiros de Cooperação.

Responsabilidades

  • Apoiar a coordenação e monitoria da actividade do programa da EGPAF;
  • Planificar, coordenar e implementar as actividades de M&A na Província;
  • Prover assistência técnica às equipes Distritais de M&A;
  • Gerir os recursos humanos de M&A;
  • Garantir a operacionalidade dos Sistemas de Colheita de Dados de M&A;
  • Promover a produção e partilha de informação estratégica ao nível dos Distritos e Província;
  • Promover formações e capacitações nas áreas de M&A;
  • Garantir a coordenação com os órgãos provinciais do Ministério de Saúde e Parceiros;
  • Assegurar os cumprimentos dos prazos de submissão dos relatórios ao doador;
  • E outras actividades na área de Informação estratégica.

Requisitos

  • Nível Superior (Saúde Publica, Epidemiologia, Estatística; Geografia outras áreas afins);
  • Mínimo de cinco anos de experiência de trabalho na área de Monitoria de Avaliação, dos quais dois em programas de PEPFAR;
  • Experiência em Gestão de Projectos;
  • Fluente na escrita e fala de língua Portuguesa e Inglesa;
  • Conhecimentos da área de HIV/SIDA;
  • Conhecimentos de sistemas operativos de Microsoft.

Processo de Candidatura

Email: [email protected]

Validade: 08/07/2018

Local: Inhambane

Oficial Sénior de Mhealth

julho 3, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Oficial Sénior de Mhealth

A Elizabeth Glaser Pediatric Aids Foundation (EGPAF), trabalha em parceria com o Ministério de Saúde na implementação do Programa de Prevenção de Transmissão Vertical (PTV) de HIV e cuidados e tratamento para pessoal vivendo com HIV. A missão da Fundação é assegurar a inclusão de crianças, prevenindo a transmissão de HIV da mãe para o seu filho e garantir-lhes o acesso a serviços de qualidade. A EGPAF pretende recrutar profissional qualificado para trabalhar na província de Inhambane, um (1) Oficial Sénior de Mhealth – Ref. (TC15).

Contexto

  • O Oficial de SMSaúde será responsável por apoiar as equipas provinciais em Inhambane, na implementação do programa SMSaúde, em todos os distritos seleccionados. Será responsável por garantir a implementação da componente dentro do sistema de saúde e dos outros componentes do programa geridos pela EGPAF e a MISAU.

Responsabilidades

  • Assegurar a implementação com altíssima qualidade e duma maneira integrada, dos diferentes componentes do programa de SMSaúde e CommCare/infomóvel incluindo (sem se limitar à):
    • Componentes de organização dos serviços e fluxo de informação;
    • Componentes de recolha adequada e correcta da informação necessária;
    • Componentes de envio, recepção e resposta de mensagens SMS;
  • Assegurar a integração das actividades dentro do programa no sentido de aumentar a retenção e particularmente com a componente GAAC,de busca activa e visitas domiciliares (com activistas de ADDPP/TCE);
  • Assegurar seguimento nos locais de implementação com uma abordagem de formação contínua do pessoal de saúde que implementa o programa;
  • Monitoria regular (mínimo mensal) do fluxo de informação com uma abordagem de formação, da qualidade de
    informação, da funcionalidade do sistema de Saúde e Commcare/Informação;
  • Reportar a seu supervisor mínimo mensalmente de suas activistas, submeter relatórios mensais, recolher e submeter dados desejas relacionados ao SMSaúde;
  • Desenvolver e rever regularmente o seu plano de actividades, em linha com plano mãe do programa, para responder as necessidades do programa e submeter a seu supervisor directo;
  • Trabalhar em estrita colaboração com outros departamentos envolvidos no programa e particularmente o
    departamento técnico, de M&E (SIC) e logístico;
  • Comunicar de maneira adequada e seguinte as linhas de comunicação as informações necessárias para a
    optimização do programa;
  • Participar nos encontros de coordenação, de partilha de informação e outros seguintes da agenda definida.

Requisitos

  • Curso Médio Técnico de Medicina Geral;
  • Experiência no mínimo de cinco (5) anos no sistema de saúde;
  • Experiência no mínimo de dois (2) anos com organização não-governamental;
  • Prova de experienciar como gestor de programa de pequena escala;
  • Fortes capacidades organizacional, autonomia de trabalho e capacidade de trabalho em equipe;
  • Excelente capacidade de comunicação verbal e escrita em Português, conhecimento de língua local;
  • Conhecimento básicos da língua Inglesa;
  • Conhecimentos de informática me Word, Excel, PowerPoint;
  • Disponibilidade para viajar dentro da Província de Gaza e de mudar de distritos durante a implementação do projecto.

Processo de Candidatura

Email: [email protected]rg

Validade: 08/07/2018

Local: Inhambane

Oficial Sénior de Melhoria de Qualidade

julho 3, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Oficial Sénior de Melhoria de Qualidade

A Elizabeth Glaser Pediatric Aids Foundation (EGPAF), trabalha em parceria com o Ministério de Saúde na implementação do Programa de Prevenção de Transmissão Vertical (PTV) de HIV e cuidados e tratamento para pessoal vivendo com HIV. A missão da Fundação é assegurar a inclusão de crianças, prevenindo a transmissão de HIV da mãe para o seu filho e garantir-lhes o acesso a serviços de qualidade. A EGPAF pretende recrutar profissional qualificado para trabalhar na província de Inhambane, um (1) Oficial Sénior de Melhoria de Qualidade – Ref. (TC14).

Contexto

  • O/A Oficial Sénior de MQ sob supervisão do Gestor de serviços Clínico será responsável por apoiar as equipes provinciais na implementação do programa de Melhoria de Qualidade em HIV, em todos os distritos seleccionados. Será responsável por garantir a implementação da componente dentro do sistema de saúde e das outras componentes do programa gerido pela EGPAF e o MISAU.

Responsabilidades

  • Assegurar a implementação, com altíssima qualidade e duma maneira integrada, dos diferentes componentes do programa de MQ em HIV nomeadamente:

Planificação:

Trabalhar em estreita colaboração com a DPS:

  • Na elaboração do plano de expansão da MQHIV para outras US’s;
  • Na planificação das actividades de cada ciclo de MQHIV: avaliação inicial, intermédia, final, reuniões de
    troca de experiências, supervisão formativa, tutoria clínica…;
  • Na elaboração de um plano de apoio às US’s prioritárias;

Trabalhar em colaboração com a equipe provincial:

  • Na elaboração de um plano periódico interno de institucionalização da MQHIV dentro da organização.

Apoio Técnico:

Ao ponto focal provincial de MQHIV da DPS:

  • Na preparação e na execução das actividades de um ciclo: avaliação inicial, intermédia, final, reunião de
    troca de experiências, supervisão formativa, tutoria clínica…;
  •  Na compilação das planilhas de MQHIV;
  • Na avaliação da qualidade dos dados nas planilhas;
  • No envio de retro informação as US sobre a qualidade dos dados e do plano de melhoria;

Aos Pontos Focais distritais de MQHIV:

  • Na execução das suas tarefas de responsabilidade a nível do distrito e das US’s;

Aos Oficiais de programas:

  • Na execução das suas tarefas de responsabilidade ligadas a MQHIV a nível do distrito e das US’s;
  • As equipes de melhoria nas US’s na recolha de dados e elaboração de um plano de melhoria que leva aos
    resultados e na avaliação da qualidade de um plano de melhoria;

    • As Unidades sanitárias identificadas como prioritárias para receberem um apoio técnico;
    • Na planificação, implementação e documentação da tutoria clínica nas US’s;
    • Na elaboração e implementação do plano de melhoria após avaliação com o SIMS.

Monitoria e avaliação:

  • Ter disponível a lista actualizada das US’s implementando a MQHIV a nível da Província desde o 1º ciclo ate o
    corrente;
  • Ter disponível toda a informação sobre o desempenho de cada uma das US e seu plano de melhoria;
  • Fazer a monitoria da implementação dos planos de acção de cada uma das US’s em colaboração com os Pontos focais distritais e os OP;
  • Fazer a monitoria da evolução do desempenho das US’s;
  • Identificar as US’s que mais precisam de apoio usando os dados;
  • Participa quando possível as avaliações do SIMS;

Coordenação/Gestão das actividades de MQHIV a nível da Província:

  • Em colaboração com o ponto focal de MQHIV da DPS, dos distritos e com os OP;
  • Coordenar as actividades de MQHIV a nível da Província por parte da fundação;
  • Produzir e partilhar o relatório periódico das actividades de MQHIV.

Requisitos

  • Técnico de Medicina Geral;
  • Experiência de mínimo cinco (5) anos no manejo de pacientes vivendo com HIV;
  • Experiência de mínimo dois (2) anos na implementação da Directriz Nacional de Melhoria de Qualidade;
  • Fortes capacidades organizacional, autonomia de trabalho e capacidade de trabalho em equipe;
  • Excelente capacidade de comunicação verbal e escrita em Português, conhecimento da língua Changana;
  • Saber falar e escrever em Inglês é uma vantagem;
  • Conhecimentos de informática em Word, Excel, PowerPoint;
  • Disponibilidade para viajar dentro e fora da Província durante a implementação do projecto;
  • Espírito de equipa, comprometimento com a qualidade e com o alcance dos objectivos;
  • Alto sentido de responsabilidade.

Processo de Candidatura

Email: [email protected]

Validade: 08/07/2018

Local: Inhambane

Oficial Sénior de Tuberculose

julho 3, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Oficial Sénior de Tuberculose

A Elizabeth Glaser Pediatric Aids Foundation (EGPAF), trabalha em parceria com o Ministério de Saúde na implementação do Programa de Prevenção de Transmissão Vertical (PTV) de HIV e cuidados e tratamento para pessoal vivendo com HIV. A missão da Fundação é assegurar a inclusão de crianças, prevenindo a transmissão de HIV da mãe para o seu filho e garantir-lhes o acesso a serviços de qualidade. A EGPAF pretende recrutar profissional qualificado para trabalhar na província de Inhambane, um (1) Oficial Sénior de Tuberculose – Ref. (TC13).

Contexto

  • O Oficial Sénior de Tuberculose é responsável por fornecer apoio às equipes da EGPAF, DPS, SDSMAS e funcionários de saúde a nível das US da Província, incluindo organizações parceiras na provisão dos serviços de TB nas suas diferentes modalidades. No seu papel inclui-se a articulação e participação nos grupos de trabalho a nível da província.

Responsabilidades

  • Participar nos grupos de trabalho de TB e TB/HIV e contribuir para a implementação de estratégias, politicas, normas e instrumentos nacionais na área de cuidados e tratamento de TB;
  • Participar em coordenação com DPS na elaboração do plano anual das actividades do PNCT;
  • Assegurar a operacionalização a nível distrital e a nível das US’s das actividades e estratégias do PNCT, em
    coordenação com a PNCT da DPS nas seguintes áreas:

    • Expansão da “Paragem única de TB”;
  • Aumentar número de US que notificam TB na província:
    • Coordenar com a DPS na preparação das formações – TB, TB/HIV, TB MR etc. – para os clínicos das US’s;
    • Em coordenação com as equipas distritais estabelecer o fluxo de pacientes dentro das US’s de forma a fortalecer as ligações entre serviços, garantir que as normas de controlo de infecções são respeitadas; e garantir o acesso aos cuidados contínuos;
    • Assegurar a integração e planificação das actividades colaborativas entre os serviços TARV (HIV) com serviços PNCT ao nível das US’s (rastreio de TB nos serviços TARV, TPI, estratégia FAST etc.);
    • Em coordenação com as equipas distritais e com equipa de laboratório, estabelecer um sistema seguro e eficaz de referenciamento de amostras de TB e retorno de resultados para as US’s com laboratório/ minilaboratórios/ cultura;
    • Em coordenação com as equipas distritais e com equipa de laboratório, estabelecer um sistema seguro de
      referência de pacientes entre US’s sem paragem única de TB e US’s com paragem única de TB de modo a
      garantir o seguimento adequado dos pacientes;
    • Garantir a qualidade dos serviços do PNCT nas US’s e a operacionalização das estratégias e políticas nacionais através de visitas de supervisão e de orientação técnica;
    • Assegurar e apoiar a ligação do serviço PNCT em cada US com os serviços comunitários (caso índice TB/TB MR, rastreio de TB na comunidade, buscas);
    • Assegurar que os pacientes TB MR em tratamento tenham rastreio de contactos feitos e documentados através dos serviços comunitários;
    • Em coordenação com DPS assegurar que, através do sistema de GXAlert, todos pacientes diagnosticados com TB MR sejam ligados ao PNCT de modo a iniciar tratamento atempadamente;
  • Colaborar com a equipa multidisciplinar – C&T, APSS, PTV/Pediatria, Engajamento comunitário e M&A – de modo a integrar as actividades e assegurar que o rastreio, diagnostico e tratamento de TB aconteça e seja documentado à todos níveis da US (incluindo as USs dentro das penitenciarias);
  • Contribuir no alcance das metas dos indicadores do programa TB (CDC e MISAU);
  • Contribuir na elaboração dos relatórios periódicos das actividades do programa TB ao nível da província.

Requisitos

  • Formação Técnico de Medicina Geral, Enfermagem Geral com conhecimentos e experiência em HIV/TB;
  • Experiência na implementação e monitorização de PNCT;
  • Conhecimento das politicas nacionais do PNCT – manuais de TB, TB MR, TB Infantil e TB/HIV actividades
    colaborativas;
  • Conceitos de diagnóstico laboratorial de TB;
  • Experiência e facilidade em desenvolver ligações com DPS e Parceiros;
  • Fortes capacidades organizacional, autonomia de trabalho e capacidade de trabalho em equipa;
  • Excelente capacidade de comunicação verbal e escrita em Português, conhecimento da língua Changana;
  • Saber falar e escrever em Inglês é uma vantagem;
  • Conhecimentos de informática em Word, Excel, PowerPoint;
  • Disponibilidade de viajar dentro e fora da província durante a implementação do projecto;
  • Alto sentido de responsabilidade e comprometimento com a qualidade e com o alcance dos objectivos.

Processo de Candidatura

Email: [email protected]

Validade: 08/07/2018

Local: Inhambane

Oficial Sénior Comunitário

julho 3, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Oficial Sénior Comunitário

A Elizabeth Glaser Pediatric Aids Foundation (EGPAF), trabalha em parceria com o Ministério de Saúde na implementação do Programa de Prevenção de Transmissão Vertical (PTV) de HIV e cuidados e tratamento para pessoal vivendo com HIV. A missão da Fundação é assegurar a inclusão de crianças, prevenindo a transmissão de HIV da mãe para o seu filho e garantir-lhes o acesso a serviços de qualidade. A EGPAF pretende recrutar profissional qualificado para trabalhar na província de Inhambane, um (1) Oficial Sénior Comunitário – Ref. (TC12).

Contexto

  • O Oficial Sénior Comunitário irá implementar e coordenar actividades comunitárias que complementam os serviços clínicos de HIV apoiados pela Fundação nos distritos da província de Inhambane. Nesta missão, o Oficial Sénior Comunitário irá trabalhar em estreita ligação com os responsáveis das áreas programáticas, das Unidades Sanitárias e da fundação, SDSMAS e DPS na implementação de actividades que visam o fortalecimento da ligação US-Comunidade. O Oficial Sénior Comunitário deverá dedicar a sua experiência nas actividades de criação da demanda e promoção da adesão aos serviços de SMI para MG, Lactantes e Crianças Inscritas. Terá como enfoque, assegurar o seguimento e apoio na comunidade a PVHIV, mulheres grávidas, lactantes, crianças inscritas e expostas ao HIV e sua famílias. Oficial Sénior Comunitário deve dar seguimento e, monitorar e avaliar a eficácia das intervenções implementadas na comunidade. Deverá ainda realizar o seguimento e monitoria das actividades de Aconselhamento e Testagem Comunitária a partir do «Caso índice» com a US e ADPP-TCE.

Responsabilidades

  • Planificação, implementação, monitoria e avaliação das actividades de seguimento das Mulheres grávidas, Lactantes, crianças HIV inscritas e expostas, assim como outros membros da família nas unidades sanitárias em coordenação com o pessoal da US e da EGPAF baseado nos distritos;
  • Capacitar as Mães educadores no seguimento comunitário e uso dos instrumentos de monitoria concebidos para esta actividade em coordenação com os responsáveis dos serviços de SMI e com o pessoal de EGPAF (OP SMI e OP de APSS) baseado a nível dos distritos;
  • Coordenar e monitorar as actividades de seguimento domiciliário realizadas pelas mães educadoras e outro pessoal comunitário às Mulheres Grávidas, Lactantes e crianças e ouros membros da família;
  • Fazer a verificação do preenchimento das fichas de visitas domiciliárias usadas pelas mães educadoras e prestar a devida assistência técnica em caso de dificuldades;
  • Assegura a logística dos instrumentos de registo das VD (Fichas) junto das mães educadoras em coordenação com a Unidade Sanitária;
  • Contribuir para o desenvolvimento das estratégias as actividades comunitárias que complementam os serviços
    clínicos de HIV e criar a demanda e empoderamento dos pacientes infectados pelo HIV;
  • Identificar as necessidades de formação continua para pessoal comunitário (mães educadoras, Oficiais de campo TCE);
  • Planificar e facilitar as formações em colaboração com pessoal de EGPAF, TCE e US;
  • Coordenar e participar nos encontros de monitoria com todos os serviços visados nas actividades de âmbito
    comunitário;
  • Apoiar as US na expansão e seguimento dos GAAC (documentação e reportagem dos dados) incluindo a assistência técnica aos pontos focais na monitoria dos GAAC na comunidade;
  • Coordenar com supervisor distrital de TCE para monitorar o processo de seguimento e apoio as mães educadoras e oficias de campo de TCE;
  • Coordenar e articular com os serviços de SMI e TARV para obtenção e actualização das listas e monitoria das visitas domiciliárias realizadas pelas mães educadoras e as buscas consentidas;
  • Realizar o seguimento das actividades de AT a partir do «Caso Índice» em coordenação com os supervisores de
    ADPP-TCE e Psicólogos afectos nos distritos da província e com o Oficial Sénior de APSS &Comunitário da EGPAF;
  • Elaborar o relatório mensal das actividades comunitárias de seguimento das MG, Lactantes e Crianças e de outros utentes nos cuidados.

Requisitos

  • Possuir formação em Enfermagem de preferência SMI, Técnico de Medicina, Sociologia, Psicologia, Serviço Social com experiência em trabalho comunitário no âmbito dos programas de saúde com ênfase para o HIV e cuidados e tratamento;
  • Pelo menos dois (2) anos de experiência relevante na implementação e monitoria de programas comunitários no contexto de HIV/SIDA e Apoio Psicossocial;
  • Experiência em trabalho com grupos comunitários, incluindo formação e desenvolvimento de capacidades;
  • Experiência em gestão e monitoria de actividades implementadas na área de saúde no âmbito da parceria com outros parceiros comunitários;
  • Experiência em actividades de apoio para PVHIV;
  • Experiência reconhecida em programas de saúde comunitário;
  • Domínio da língua Portuguesa e conhecimentos básicos de Inglês;
  • Conhecimento e experiência em cuidados e apoio na área de HIV/SIDA;
  • Conhecimento sobre SMI, PTV e cuidados e tratamento;
  • Capacidade de estabelecer uma boa comunicação com grupos comunitários;
  • Habilidades de formação e desenvolvimento de capacidades;
  • Excelentes habilidades de comunicação;
  • Espírito de trabalho em equipe.

Processo de Candidatura

Email: [email protected]

Validade: 08/07/2018

Local: Inhambane

Assessor Provincial de Apoio Psicossocial

julho 3, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Assessor Provincial de Apoio Psicossocial

A Elizabeth Glaser Pediatric Aids Foundation (EGPAF), trabalha em parceria com o Ministério de Saúde na implementação do Programa de Prevenção de Transmissão Vertical (PTV) de HIV e cuidados e tratamento para pessoal vivendo com HIV. A missão da Fundação é assegurar a inclusão de crianças, prevenindo a transmissão de HIV da mãe para o seu filho e garantir-lhes o acesso a serviços de qualidade. A EGPAF pretende recrutar profissional qualificado para trabalhar na província de Inhambane, um (1) Assessor Provincial de Apoio Psicossocial – Ref. (TC11).

Contexto

O Assessor Provincial de Apoio Psicossocial (APAAPS) é responsável por fornecer apoio às equipes da EGPAF baseados, DPS, SDSMAS e funcionários de saúde a nível das US, incluindo organizações parceiras na assistência Psicossocial ás pessoas que vivem com o HIV/SIDA e, particularmente às mulheres grávidas seropositivas, Crianças e às suas famílias. As Áreas de enfoque do programa de Apoio Psicossocial incluem a educação geral em HIV/SIDA, PTV, Aconselhamento Pré-TARV e seguimento de adesão, Prevenção Positiva, grupos de apoio infantis e de adultos, aconselhamento individual para crianças, cuidadores, adultos, casal e familiar. As actividades irão incluir a operacionalização de fluxogramas de aconselhamento de reforço da adesão para casos especiais, sistematização das actividades de Busca a pacientes faltosos e ou abandonos aos cuidados e tratamento bem como a dinamização dos GAAC.

Responsabilidades

  • O Assessor Provincial de APSS irá prestar assistência às equipas distritais da EGPAF para fortalecerem a capacidade da DPS, SDSMAS e provedores de saúde nas US’s para:
    • Assegurar a provisão de serviços de apoio psicossocial e Prevenção positiva para Mulheres grávidas, adultos e crianças e suas famílias;
    • Apoiar na planificação e facilitação de formações em APSS & PP e adesão e outras áreas relacionadas, ao
      pessoal das unidades sanitárias, conselheiros e outros provedores de saúde;
    • Assegurar a operacionalização de fluxogramas de aconselhamento Pré-TARV, de reforço da adesão normal e para casos especiais tais como pacientes com carga viral acima de 1000cp e de 2ª linha;
    • Assegurar actividades de expansão e criação de demanda dos GAAC nas unidades sanitárias e a sua
      dinamização para incluir mais pacientes;
  • Apoiar a equipa de OP de APSS na coordenação e sistematização das actividades de APSS pediátrico que incluem o aconselhamento com crianças, adolescentes e cuidadores, grupos de apoio de crianças e adolescentes e de cuidadores incluindo o processo de revelação diagnóstica;
  • Promover e coordenar com as equipas da EGPAF dos distritos e de respectivas US de forma periódica, discussões sobre fluxos de busca consentida e assegurar a sua operacionalização e sistematização em coordenação com a equipa comunitária e de M&E;
  • Realizar visitas regulares aos sites para avaliação da qualidade da provisão dos serviços de APSS&PP e assistência às equipas na focalização destes às prioridades do programa e capacita-las nas metodologias de apoio;
  • Colaborar com as equipes de outros programas na funcionalização de sistemas de referências e contra referência entre os serviços de saúde e serviços baseados na comunidade para assegurar o seguimento na US dos casos referidos da comunidade;
  • Trabalhar na equipa multidisciplinar e o pessoal da EGPAF na recolha de dados para fins de reportar em períodos específicos;
  • Trabalhar com as equipes distritais da EGPAF para preparar e submeter relatórios e ou outras informações de acordo com as solicitações.

Requisitos

  • Formação Superior em Psicologia Clínica com conhecimentos e larga experiência em APSS no contexto de HIV/SIDA;
  • Pelo menos dois anos de experiência na implementação e monitorização de programas de apoio psicossocial em HIV/SIDA na área de SMI, TARV adulto e pediátrico;
  • Experiência e facilidade em desenvolver ligações e trabalhar com DPS, SDSMAS e US;
  • Português falado e escrito e bom conhecimento da língua local;
  • Saber falar e escrever em Inglês é uma vantagem;
  • Facilidades de trabalhar em equipa e boa comunicação interpessoal;
  • Disponibilidade para residir na província onde irá trabalhar e para fazer viagens regulares dentro da província;
  • Conhecimento em informática nos pacotes: Word, Excel, Microsoft Outlook.

Processo de Candidatura

Email: [email protected]

Validade: 08/07/2018

Local: Inhambane

Assessor Provincial de Gestão e Logística Farmacêutica

julho 3, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Assessor Provincial de Gestão e Logística Farmacêutica

A Elizabeth Glaser Pediatric Aids Foundation (EGPAF), trabalha em parceria com o Ministério de Saúde na implementação do Programa de Prevenção de Transmissão Vertical (PTV) de HIV e cuidados e tratamento para pessoal vivendo com HIV. A missão da Fundação é assegurar a inclusão de crianças, prevenindo a transmissão de HIV da mãe para o seu filho e garantir-lhes o acesso a serviços de qualidade. A EGPAF pretende recrutar profissional qualificado para trabalhar na província de Inhambane, um (1) Assessor Provincial de Gestão e Logística Farmacêutica – Ref. (TC10).

Contexto

  • O Assessor Provincial de gestão e Logística Farmacêutica será responsável por coordenar os diferentes aspectos de farmácia nos programas do EGPAF. O Assessor de Farmácia trabalhará em estreita colaboração com o MISAU, as equipes de EGPAF na província que apoiam os DPS e SDSMAS, os diferentes parceiros na área de farmácia, respeitando as normas e padrões de qualidade do Ministério da Saúde. Pela posição terá que efectuar viagens frequentes nas Províncias e Distritos apoiados pelo EGPAF.

Responsabilidades

Planificação:

  • Contribuir na elaboração do plano nacional de EGPAF na área de Farmácia e assegurar o alinhamento do plano com as políticas e prioridades do MISAU e os doadores;
  • Assegurar a integração dos componentes de farmácia dentro dos planos de acção provinciais e distritais como
    componente crucial de serviços HIV de qualidade;
  • Apoiar as DPS e SDSMAS, através das equipes provinciais da EGPAF a estabelecerem a monitoria do sistema
    logística de Farmácia a nível provincial e Distrital, de forma a evitar a rupturas no abastecimento de itens farmacêuticos.

Coordenação:

  • Assegurar interacção e construir uma dinâmica positiva com os parceiros chaves, em particular o DPS e CMAM, e outros parceiros relevantes para assegurar complementaridade, coordenação, sinergias e eficiência na planificação e implementação dos programas e seguimento das normas estabelecidas pelo MISAU:
    • Participar nas reuniões de coordenação e grupos de trabalho;
    • Funcionar como ponto focal para a área de Farmácia ao nível provincial de EGPAF;
    • Compartilhar relatórios e comunicar os achados das visitas de supervisão;
    • Coordenar com a DPS e outros parceiros na capacitação e desenvolvimento de sistemas adequados de
      fornecimento de medicamentos e consumíveis.

Implementação:

  • Assegurar a qualidade de serviços farmacêuticos como componente crucial de serviços clínicos de HIV de qualidade:
    • Avaliar necessidades e criar capacidade para quantificação dos medicamentos e consumíveis e determinação dos padrões de qualidade na área de farmácia;
    • Em colaboração com outros parceiros contribuir a projecção e distribuição dos medicamentos e consumíveis feitos pelo DPM ao nível provincial;
    • Coordenar com DPM/DPS na inventariação dos fraquezas e lacunas no de fornecimento de medicamentos e consumíveis;
    • Monitoria de qualidade dos serviços prestados, usando ferramentas estandardizados;
    • Apoiar e monitorar a implementação no Plano Logístico Mestre (PLMP) no nível de distritos pilotos.

Assistência Técnica:

  • Participar na implementação de normas e directrizes nacionais para serviços de farmácia, incluindo

Procedimentos:

  • Operacionais Padrões (POP), materiais de formação, ferramentas e sistemas de monitoria e avaliação;
  • Dar apoio técnico ao DPS e responsáveis distritais de Farmácia para estabelecer um plano de acção de fortalecimento dos serviços de Farmácia;
  • Identificar necessidades de capacitação e formação no nível distrital e provincial, incluindo pessoal da EGPAF; apoiar na planificação, facilitação e monitoria do resultado da capacitação do pessoal baseado nas necessidades
    identificadas;
  • Apoiar a implementação no Plano Logístico Mestre (PLMP) liderado pela DPS;
  • Apoiar e monitorar a e implementação do POS na área de serviços laboratoriais, incluindo medidas de biossegurança;
  • Apoiar a DPS na implementação SIGLUS e IDART a nível provincial.

Relatório:

  • Monitorar a implementação das actividades planificados;
  • Elaborar os relatórios de acordo com periodicidade requerida e necessário para diferentes níveis.

Requisitos

  • Licenciatura em Farmácia;
  • Mestrado em Saúde Pública é uma vantagem;
  • Mínimo de quatro (4) anos de prática na área de farmácia, com experiência dentro de Serviços Nacional de Saúde;
  • Experiência na gestão de farmácias e especificamente na gestão dos MARVs: projecção e distribuição;
  • Experiência no desenvolvimento dos planos estratégicos e operacionais na área farmacêutica ao nível Provincial ou Nacional ou duma organização;
  • Experiência na capacitação e supervisão do sistema na área de farmácia;
  • Experiência no em programas de melhoria de qualidade;
  • Experiência em planificação, gestão, implementação, monitoria e avaliação;
  • Bom conhecimento de sistema de gestão de informação de farmácia;
  • Fluente Português falado e escrito; conhecimento de Inglês falado e escrito;
  • Facilidade de trabalhar em equipa multidisciplinar e de culturas diferentes e boa comunicação interpessoal;
  • Capacidade de ser pro-activo e de trabalhar sob pressão de forma independente;
  • Conhecimento em Programas de Computador: Word, Excel, PowerPoint e Microsoft Outlook;
  • Familiarização com Ministério de Saúde em Moçambique, incluindo políticas, protocolos e estrutura de gestão no nível nacional, provincial e distrital.

Processo de Candidatura

Email: [email protected]

Validade: 08/07/2018

Local: Inhambane

Assessor Provincial de Laboratório

julho 3, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Assessor Provincial de Laboratório

A Elizabeth Glaser Pediatric Aids Foundation (EGPAF), trabalha em parceria com o Ministério de Saúde na implementação do Programa de Prevenção de Transmissão Vertical (PTV) de HIV e cuidados e tratamento para pessoal vivendo com HIV. A missão da Fundação é assegurar a inclusão de crianças, prevenindo a transmissão de HIV da mãe para o seu filho e garantir-lhes o acesso a serviços de qualidade. A EGPAF pretende recrutar profissional qualificado para trabalhar na província de Inhambane, um (1) Assessor Provincial de Laboratório – Ref. (TC09).

Contexto

  • O Assessor Provincial de Laboratório, tem a responsabilidade primária de colaborar e coordenar com a DPS e outros parceiros na elaboração de estratégias para a área de laboratório, bem como operacionalizar as intervenções a nível da Província, Distritos e Unidades Sanitárias apoiadas pela EGPAF. É responsável por capacitar as equipas Distritais da EGPAF de forma que estas sejam capazes de dar assistência técnica às equipas das SDSMAS e pessoal de saúde nas Unidades Sanitárias, para garantir a provisão de serviços de qualidade. Pela posição, terá que efectuar viagens frequentes na Província e Distritos apoiados pela EGPAF.

Responsabilidades:

Planificação:

  • Participar nos grupos de trabalho da província, com outros parceiros e dar assistência técnica na implementação de estratégias, políticas, procedimentos, normas, directrizes e instrumentos nacionais em matéria de laboratório;
  • Assegurar a integração das componentes laboratoriais dentro do plano de acção provincial e dos distritos como
    componente crucial de serviços de HIV de qualidade.

Coordenação:

  • Assegurar interacção e construir uma dinâmica positiva com a DPS e outros parceiros chaves na área de laboratório para assegurar complementaridade, sinergias e eficiência na planificação e implementação dos programas e seguimento das normas estabelecidas pelo MISAU:
    • Participar nas reuniões de coordenação;
    • Funcionar como ponto de contacto para a área laboratorial no nível provincial de EGPAF;
    • Compartilhar relatórios e comunicar os achados das visitas de supervisão;
    • Coordenar com a DPS na realização de apoio técnico, supervisão e formações em trabalho.

Implementação:

  • Assegurar a qualidade de serviços laboratoriais como componente crucial de serviços clínicos de HIV de qualidade:
    • Ajudar na quantificação dos equipamentos e consumíveis e determinação dos standards de capacitação do pessoal provincial e distrital nesta área;
    • Apoiar o departamento logístico na compra dos equipamentos e consumíveis de laboratório;
    • Ajudar o departamento logístico provincial na inventariação dos equipamentos e consumíveis laboratoriais;
    • Monitoria de qualidade dos serviços prestados, usando ferramentas estandardizados;
    • Apoiar a implementação do programa de External Quality Assurance;
    • Apoiar a DPS/SDSMAS na implementação de sistema funcional de transporte de amostras a nível da
      província.

Assistência Técnica:

  • Providenciar apoio técnico e programático à equipa técnica da EGPAF, para implementar o pacote compreensivo de actividades laboratoriais de elevada qualidade que estejam em concordância com os guiões do Programa Nacional de Laboratórios do MISAU;
    • Garantir a implementação de normas e directrizes nacionais para serviços laboratoriais;
    • Incluindo Procedimentos Operacionais Standard (POS), materiais de formação, e monitoria e avaliação;
    • Dar apoio técnico a DPS, SDSMAS, US’s e as equipas da EGPAF para estabelecer um plano de acção de
      fortalecimento dos serviços laboratoriais;
    • Identificar necessidades de capacitação e formação no nível provincial e distrital incluindo pessoal da EGPAF;
    • Apoiar na planificação, facilitação e monitoria do resultado da capacitação do pessoal baseado nas
      necessidades identificadas;
    • Apoiar a implementação do Sistema de Informação Laboratorial;
    • Apoiar e monitorar a e implementação do POS na área de serviços laboratoriais, incluindo medidas de
      biossegurança.

Relatório:

  • Elaborar os relatórios requeridos de acordo com a periodicidade solicitada.

Requisitos

  • Licenciatura em Técnicas Laboratoriais de Saúde;
  • Mestrado em Saúde Pública é uma vantagem;
  • Mínimo cinco (5) anos de prática Laboratorial progressivamente ao nível Distrital e Provincial dentro dos Serviços Nacional de Saúde, com experiência na área Laboratorial de HIV;
  • Experiência no desenvolvimento dos planos estratégicos e operacionais na área laboratorial de HIV ao nível
    Provincial ou Nacional duma organização;
  • Experiência na capacitação e supervisão do sistema laboratorial ao nível Provincial ou duma organização;
  • Experiência em planificação, gestão, implementação, avaliação, reprogramação e liderança de equipa;
  • Experiência em programas de melhoria de qualidade;
  • Bom conhecimento de sistema de gestão de informação laboratorial (LIS);
  • Muita boa experiência nas técnicas laboratorial de teste de HIV, Hematologia, Bioquímica, CD4, DNA-PCR, Carga Viral, BK, GenXpert, etc;
  • Facilidade de trabalhar em equipa multidisciplinar e de culturas diferentes e boa comunicação interpessoal;
  • Capacidade de ser pro-activo e de trabalhar sob pressão de forma independente;
  • Conhecimento das políticas do MISAU na área de Ac&Te, PTV e TARV;
  • Conhecimento em Programas de Computador: Word, Excel, PowerPoint e Microsoft Outlook;
  • Fluente Português falado e escrito; conhecimento de Inglês falado e escrito é uma vantagem.

Processo de Candidatura

Email: [email protected]

Validade: 08/07/2018

Local: Inhambane

Oficial Sénior de Aconselhamento e Testagem em Saúde

julho 3, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Oficial Sénior de Aconselhamento e Testagem em Saúde

A Elizabeth Glaser Pediatric Aids Foundation (EGPAF), trabalha em parceria com o Ministério de Saúde na implementação do Programa de Prevenção de Transmissão Vertical (PTV) de HIV e cuidados e tratamento para pessoal vivendo com HIV. A missão da Fundação é assegurar a inclusão de crianças, prevenindo a transmissão de HIV da mãe para o seu filho e garantir-lhes o acesso a serviços de qualidade. A EGPAF pretende recrutar profissional qualificado para trabalhar na província de Inhambane, um (1) Oficial Sénior de Aconselhamento e Testagem em Saúde – Ref. (TC08).

Contexto

  • O Oficial Sénior de ATS é responsável por fornecer apoio às equipes da EGPAF nos distritos, DPS, SDSMAS e trabalhadores de saúde a nível das US na Província, incluindo organizações parceiras na provisão dos serviços de ATS nas suas diferentes modalidades particularmente às mulheres grávidas, crianças e suas famílias. As Áreas de enfoque do Oficial Sénior de ATS incluem a educação geral em HIV/SIDA, Assistência as equipes dos distritos na oferta de serviços de ATS nas diferentes modalidades de ATS implementadas em Moçambique nomeadamente: ATIU, ATIP e ATSC com particular ênfase para o Aconselhamento e testagem a partir do Caso Índex.

Responsabilidades

Trabalhar as equipas da EGPAF dos distritos, DPS, SDSMAS e provedores de saúde nas US para:

  • Assegurar a oferta efectiva dos serviços de aconselhamento e testagem nas UATS, Serviços clínicos e a nível da
    abordagem do aconselhamento e testagem a partir do Caso Índex;
  • Implementar junto com as equipes dos distritos as estratégias para detecção de positivos e a ligação destes aos
    cuidados e tratamento;
  • Operacionalizar o plano de optimização do ATIP nos grandes hospitais da Província;
  • Fazer o seguimento regular da componente de ATSC- Caso índex junto da TCE com enfoque para a avaliação da qualidade de testagem e detecção de positivos e a ligação destes aos cuidados e tratamento;
  • Realizar a monitoria dos reportes semanal e mensal da actividade de testagem nos serviços clínicos com as equipes de M&E e sua análise antes de envio para Maputo;
  • Realizar a planificação e facilitação de formações em ATS em coordenação com o núcleo provincial da qualidade de testagem da província e do distrito;
  • Fazer treinamentos de refrescamento de conselheiros e outros provedores de ATS a nível das unidades sanitárias;
  • Realizar supervisões regulares para avaliação da qualidade de ATS junto com a equipa da EGPAF e núcleo provincial e distrital e prover a respectiva assistência técnica;
  • Alocar de acordo com as necessidades instrumentos de registo da actividade de ATS nas 3 modalidades;
  • Elaborar relatórios conforme a solicitação e periodicidade requerida.

Requisitos

  • Formação Superior em Psicologia Clínica, Social ou outra relacionada com conhecimentos e experiência em HIV/SIDA e particularmente ATS;
  • Pelo menos dois anos de experiência na implementação e monitorização de programas de ATS;
  • Fortes capacidades organizacional, autonomia de trabalho e capacidade de trabalho em equipe;
  • Excelente capacidade de comunicação verbal e escrita em Português, conhecimento da língua Changana;
  • Saber falar e escrever em Inglês é uma vantagem;
  • Conhecimentos de informática em Word, Excel, PowerPoint;
  • Disponibilidade para viajar dentro e fora da Província durante a implementação do projecto;
  • Comprometimento com a qualidade e com o alcance dos objectivos;
  • Alto sentido de responsabilidade.

Processo de Candidatura

Email: [email protected]

Validade: 08/07/2018

Local: Inhambane

Assessor Provincial de SMI

julho 3, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Assessor Provincial de SMI

A Elizabeth Glaser Pediatric Aids Foundation (EGPAF), trabalha em parceria com o Ministério de Saúde na implementação do Programa de Prevenção de Transmissão Vertical (PTV) de HIV e cuidados e tratamento para pessoal vivendo com HIV. A missão da Fundação é assegurar a inclusão de crianças, prevenindo a transmissão de HIV da mãe para o seu filho e garantir-lhes o acesso a serviços de qualidade. A EGPAF pretende recrutar profissional qualificado para trabalhar na província de Inhambane, um (1) Assessor Provincial de SMI – Ref. (TC05).

Contexto

O Assessor provincial de SMI, deve ter conhecimento profundo das políticas do MISAU na área de PTV. É responsável pela colaboração e operacionalização do apoio da EGPAF à Direcção Provincial de Saúde (DPS) e outros parceiros na de SMI, para a elaboração de estratégias e implementação de intervenções a nível da província, distrito e Unidades sanitárias que visem a melhoria dos serviços de saúde reprodutiva, neonatal e infantil. É responsável por capacitar as equipas Distritais da EGPAF – Oficiais de Programa – de forma que estes sejam capazes de dar assistência técnica às equipas das SDSMAS e pessoal de saúde nas Unidades Sanitárias, para garantir um acesso abrangente e de qualidade aos serviços de saúde materno e infantil.

Responsabilidades

  • Participar nos Grupos Técnicos de Trabalho da Província, com outros parceiros e dar assistência técnica na
    implementação de estratégias, políticas, procedimentos, normas, directrizes e instrumentos nacionais na área de SMI/PTV;
  • Participar na elaboração e revisão do Plano Anual de SMI/PTV da DPS e dos Distritos, sustentados pelo plano de actividades do MISAU;
  • Providenciar apoio técnico e programático a DPS, à equipa técnica da EGPAF, para integração do programa de PTV nas diferentes componentes de SMI (CPN, Assistência ao Parto, CPP,CPF, CCS,PAV e CCR;
  • Assegurar a criação, operacionalização e funcionalização dos grupos de apoios de psicossocial de mulheres e mães positivas a nível institucional:
    • Identificar necessidades e coordenar as formações, supervisões a nível da província na área correspondente;
    • Trabalhar com as equipas distritais para estabelecer o fluxo dentro das Unidades Sanitárias, de forma a fortalecer as ligações entre serviços SMI/TARV e de forma a garantir o acesso aos cuidados continuados;
    • Apoiar as equipas distritais na implementação de programa de mães mentoras e seu seguimento;
    • Apoiar e incentivar para a criação de actividades de envolvimento do homem em programas de saúde;
    • Garantir o apoio técnico às equipas distritais na ligação dos serviços de HIV/SIDA, SMI, e TB na unidade sanitária com os serviços comunitários;
  • Colaborar com equipa multidisciplinar: Assessor de C&T, Assessor Provincial para Área de Apoio Psicossocial,
    Assessor Clínico provincial de pediatria, Assessores de Laboratório, Farmácia, Oficial Sénior Comunitário, TB, MQ e equipe de Monitoria e Avaliação para subsidiar a direcção técnica da EGPAF na província e a nível nacional;
  • Avaliar as necessidades de formação e desenvolver a capacidade das equipas distritais da EGPAF através da
    formação, supervisão e capacitação em apoiar, monitorar e avaliar programas de atendimento integrado de HIV;
  • Participar nas reuniões provinciais de planificação e coordenação do Programa Transmissão vertical e SMI;
  • Apoiar no seguimento do progresso das unidades sanitárias, através das visitas de supervisão formativas e
    elaboração dos relatórios;
  • Contribuir na elaboração dos relatórios periódicos a serem reportados para os doadores e dar retro informação
    atempada aos distritos sobre os programas;
  • Contribuir para a melhoria de qualidade e para o Programa de Desenvolvimento de Liderança nas diferentes Unidades Sanitárias, identificando lições aprendidas e melhores práticas dos Programas;
  • Apoiar o distrito na monitoria de todos os insumos necessários para a boa implementação de programa de HIV (testes de HIV, ARVs, PCR kits, testes de CD4, livros de registo, CV, etc).

Requisitos

  • Formado em Medicina (Enfermagem Geral, Enfermagem de SMI de nível Médio) com experiência em saúde
    reprodutiva e infantil;
  • Experiência 2-3 na prestação dos cuidados e tratamento ARV à pessoas vivendo com HIV, incluindo cuidados
    pediátricos e a mulher grávida HIV positiva;
  • Conhecimento e experiência similar do programa de PTV, conhecimento de base do programa de TB;
  • Experiência e habilidades de facilitação e capacitação em trabalho e na formação de formadores na área de SMI;
  • Experiência na implementação de ciclos de melhoria de qualidade e em programas como AIDI, Tutória Clínica,
    Maternidade Modelo e PCI;
  • Domínio de actividades de apoio psicossocial como aconselhamento pré e pós teste/TARV/Adesão;
  • Conhecimento avançado do pacote Windows; Word, Excel, PP, Outlook;
  • Facilidade de trabalhar em equipa, boa comunicação interpessoal;
  • Alto sentido organizacional e responsabilidade;
  • Falar e escrever fluentemente Português e falar e escrever Inglês é uma vantagem.

Processo de Candidatura

Email: [email protected]

Validade: 08/07/2018

Local: Inhambane

Assessor Provincial de Cuidados e Tratamentos

julho 3, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Assessor Provincial de Cuidados e Tratamentos

A Elizabeth Glaser Pediatric Aids Foundation (EGPAF), trabalha em parceria com o Ministério de Saúde na implementação do Programa de Prevenção de Transmissão Vertical (PTV) de HIV e cuidados e tratamento para pessoal vivendo com HIV. A missão da Fundação é assegurar a inclusão de crianças, prevenindo a transmissão de HIV da mãe para o seu filho e garantir-lhes o acesso a serviços de qualidade. A EGPAF pretende recrutar profissional qualificado para trabalhar na província de Inhambane, um (1) Assessor Provincial de Cuidados e Tratamentos – Ref. (TC04).

Contexto

  • O Assessor Provincial de Cuidados e Tratamento, tem a responsabilidade primária de colaborar com a DPS e outros parceiros na elaboração da estratégia para a Área de Cuidados e Tratamento para HIV, bem como operacionalizar as intervenções desta estratégia na Província, Distritos e Unidades Sanitárias apoiadas pela EGPAF. É responsável por capacitar as equipas Distritais da EGPAF – Oficiais de Programa – de forma que estes sejam capazes de dar assistência técnica às equipas das SDSMAS e pessoal de saúde nas Unidades Sanitárias, para garantir um acesso abrangente e de qualidade aos serviços cuidados e tratamento.

Responsabilidades

  • Participar nos Grupos Técnicos de Trabalho da Província, com outros parceiros e dar assistência técnica na
    implementação de estratégias, políticas, procedimentos, normas, directrizes e instrumentos nacionais em matéria de Cuidados e Tratamento para HIV;
  • Participar na elaboração e revisão do Plano Anual de Cuidados e Tratamento para HIV da DPS e dos Distritos,
    sustentados pelo plano de actividades do MISAU;
  • Providenciar apoio técnico e programático à equipa técnica da EGPAF, para implementar o pacote compreensivo de Cuidados e Tratamento para HIV e sistema de transferência de serviços de elevada qualidade que estejam em concordância com os guiões do Programa Nacional de Combate a ITS/HIV/SIDA do MISAU;
  • Assegurar a implementação a nível provincial dos Programas Nacionais de Combate a ITS/HIV/SIDA, garantindo o acesso aos serviços clínicos de qualidade:
    • Identificar necessidades e coordenar as formações sobre Cuidados e Tratamento para HIV para os Oficiais de Programa;
    • Trabalhar com as equipas distritais para estabelecer o fluxo dentro das Unidades Sanitárias, de forma a fortalecer as ligações entre serviços e de forma a garantir o acesso aos cuidados continuados;
    • Assegurar a integração e planificação das actividades colaborativas dos serviços de cuidados e tratamentos para HIV/SIDA com os serviços de cuidados e tratamento para a HIV a nível da DPS e SDSMAS;
    • Apoiar as equipas distritais na integração de serviços do Programa Nacional de Combate a ITS/HIV/SIDA com os serviços dos Programas de SMI e APSS;
    • Apoiar as equipas distritais na implementação de medidas inovadoras que contribuam para aumentar o acesso ao diagnóstico e tratamento de ITS/HIV/SIDA;
    • Apoiar as equipas distritais no estabelecimento de um sistema de referência entre as US de referência e US periféricas, de forma a garantir o seguimento de pacientes;
    • Garantir a qualidade dos serviços do Programa Nacional de Combate a ITS/HIV/SIDA na província, através de visitas de supervisão e de orientação técnica;
    • Garantir o apoio técnico às equipas distritais na ligação dos serviços de HIV/SIDA e TB na unidade sanitária com os serviços comunitários;
    • Colaborar com equipa multidisciplinar: Assessora de PTV, Assessor Técnico para Área de Apoio Psicossocial, Assessor para o Fortalecimento de Sistemas de Saúde, Assessores de Laboratório, Farmácia, Oficiais Comunitários e equipe de Monitoria e Avaliação para subsidiar a direção técnica da EGPAF na província e a nível nacional;
  • Avaliar as necessidades de formação e desenvolver a capacidade das equipas distritais da EGPAF através da
    formação, supervisão e capacitação em apoiar, monitorar e avaliar programas de atendimento integrado de HIV;
  • Participar nas reuniões provinciais de planificação e coordenação do Programa Nacional de Combate a ITS/HIV/SIDA;
  • Apoiar no seguimento do progresso das unidades sanitárias, através das visitas de supervisão formativas e
    elaboração dos relatórios do Programa Nacional de Combate a ITS/HIV/SIDA;
  • Contribuir na elaboração dos relatórios periódicos a serem reportados para os doadores e dar retro informação
    atempada aos distritos sobre os programas;
  • Contribuir para a melhoria de qualidade e para o Programa de Desenvolvimento de Liderança nas diferentes Unidades Sanitárias, identificando lições aprendidas e melhores práticas dos Programa de Combate a ITS/HIV/SIDA.

Requisitos

  • Formado em Medicina (Médico de Clínica Geral, Técnico de Medicina, Enfermagem Geral, Enfermagem de SMI de nível Médio) com mínimo três (3) anos de experiência na prestação dos cuidados e tratamento ARV a pessoas vivendo com HIV, incluindo cuidados pediátricos e a mulher grávida HIV positiva, conhecimento e experiência similar do programa de PTV, conhecimento de base do programa de TB;
  • Experiência anterior comprovada na análise básica dos dados e na implementação de ciclos de melhoria de qualidade e em programas como AIDI, Tutória Clínica, Maternidade Modelo e PCI;
  • Licenciatura em Medicina;
  • Mestrado em Saúde Pública ou outro grau de mestrado relevante será uma vantagem;
  • Pelo menos 3-5 Anos de experiência clínica em ITS-HIV/SIDA;
  • Excelentes conhecimentos em Cuidados e Tratamento de pessoas infectadas pelo HIV e de gestão dos Programas de HIV, em contextos de recursos limitados;
  • Habilidades e conhecimentos em Monitoria e Avaliação (métodos quantitativos e qualitativos) dos Programas de HIV;
  • Habilidades e conhecimentos em gestão de programas, incluindo a capacitação institucional e fortalecimento de sistemas de saúde;
  • Experiência na formação, supervisão e monitoria do pessoal;
  • Capacidade de trabalhar em equipa multidisciplinar;
  • Habilidades de comunicação oral e escrita;
  • Proficiência em língua Portuguesa (oral e escrita);
  • Conhecimentos básicos da língua Inglesa é uma vantagem;
  • Conhecimento das aplicações Microsoft Office (Excel, Word, PowerPoint, Outlook).

Processo de Candidatura

Email: [email protected]

Validade: 08/07/2018

Local: Inhambane

Assessor Clínico Provincial de Pediatria

julho 3, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Assessor Clínico Provincial de Pediatria

A Elizabeth Glaser Pediatric Aids Foundation (EGPAF), trabalha em parceria com o Ministério de Saúde na implementação do Programa de Prevenção de Transmissão Vertical (PTV) de HIV e cuidados e tratamento para pessoal vivendo com HIV. A missão da Fundação é assegurar a inclusão de crianças, prevenindo a transmissão de HIV da mãe para o seu filho e garantir-lhes o acesso a serviços de qualidade. A EGPAF pretende recrutar profissional qualificado para trabalhar na província de Inhambane, um (1) Assessor Clínico Provincial de Pediatria – Ref. (TC03).

Contexto

O Assessor Provincial Clínico de Pediatria proporciona assistência técnica e apoio a DPS e também apoia ao pessoal da Fundação a nível provincial a garantir o incremento do acesso ao pacote compreensivo e prevenção do HIV, serviços de Cuidados e Tratamento especialmente para crianças.

Responsabilidades

  • Assegurar a implementação a nível provincial dos Programas Nacionais de Combate a ITS/HIV/SIDA pediátrico garantindo o acesso aos serviços clínicos de qualidade:
    • Identificar necessidades e coordenar as formações sobre Cuidados e Tratamento pediátrico para os Oficiais de Programa;
    • Trabalhar com as equipas distritais para estabelecer o fluxo dentro das Unidades Sanitárias, de forma a fortalecer as ligações nas diferentes componentes de SMI (CPN, Maternidade, CPP, CPF, CCS, CCR, PAV, etc.) de forma a garantir o acesso aos cuidados continuados para crianças infectadas com HIV;
    • Assegurar a integração e planificação das actividades colaborativas dos serviços de cuidados e tratamentos para HIV/SIDA pediátrico com o programa reabilitação nutricional, programa nacional de combate a TB a nível da DPS e SDSMAS;
    • Apoiar as equipas distritais na integração e ligações entre os serviços pediátricos e APSS;
    • Garantir a qualidade dos serviços pediátricos de visitas de supervisão e tutoria clínica;
    • Garantir o apoio técnico às equipas distritais na ligação dos serviços de HIV/SIDA pediátrico e TB na unidade sanitária com os serviços comunitários;
  • Treinar as equipas provinciais da EGPAF para capacitarem, SDSMAS e provedores de saúde nas US’s para:
    • Assegurar e apoiar a implementação do programa de tutoria pediátrica na província coordenando actividade formação continua com centro de tutoria pediátrica de Gaza, Providenciar seguimento ao local de trabalho para os clínicos que participam no programa tutoria pediátrica;
    • Assegurar a provisão efectiva dos serviços de cuidado e tratamento do HIV pediátrico e nutrição de alta qualidade;
    • Assegurar a implementação das normas, guiões, directrizes e outros instrumentos da área de saúde materno infantil e neonatal, saúde reprodutiva, com ênfase particular para a prevenção de transmissão vertical e cuidados e tratamento do HIV pediátrico, em especial atenção a ligação entre a TB infantil/HIV, seguimento das crianças expostas e diagnóstico precoce e Programa de Reabilitação Nutricional (PRN);
  • Participar nos Grupos Técnicos de Trabalho da Província, com outros parceiros e dar assistência técnica na
    implementação de estratégias, políticas, procedimentos, normas, directrizes e instrumentos nacionais em matéria de Cuidados e Tratamento para HIV;
  • Participar na elaboração e revisão do Plano Anual de Cuidados e Tratamento e HIV pediátrico da DPS e dos Distritos, sustentados pelo plano de actividades do MISAU;
  • Providenciar apoio técnico e programático à equipa técnica provincial da EGPAF, para implementar o pacote
    compreensivo de Cuidados e Tratamento de HIV pediátrico, TB infantil e Nutrição de qualidade de acordo com as normas, directrizes, guiões do Programa Nacional de Combate a ITS/HIV/SIDA do MISAU;
  • Colaborar com equipa multidisciplinar: Assessora provincial de SMI, Assessor Provincial para Área de Apoio
    Psicossocial, Assessor provincial de Cuidado & Tratamento, Assessores provincial de Laboratório, Assessor provincial de Gestão & Logística Farmacêutica, Oficial Sénior Comunitário, Oficial Sénior de TB, Oficial Sénior de MQ, Oficial Sénior de ATS e equipe de Monitoria e Avaliação para subsidiar a direcção técnica da EGPAF na província e a nível nacional;
  • Contribuir na elaboração e analise dos relatórios periódicos a serem reportados para os doadores e dar retro
    informação atempada aos distritos sobre os programas;

    • Coordenar com equipa de M&E para assegurar os dados de qualidade e monitorar o desempenho do programa de PTV, TB infantil, Nutrição e cuidados e tratamento pediátrico.

Requisitos

  • Médico Pediatra ou Medico de Clínica Geral com pelo menos sete (7) anos de experiência clínica e conhecimento compreensivo de cuidados e tratamento pediátrico, TB infantil, PTV e nutrição;
  • Experiência em formação, tutoria clínica e supervisão;
  • Excelentes conhecimentos em Cuidados e Tratamento de pessoas infectadas pelo HIV e de gestão dos Programas de HIV, em contextos de recursos limitados;
  • Habilidades e Conhecimentos dos programas de cuidados e tratamento pediátrico, SMI/PTV, Saúde reprodutiva;
  • Conhecimentos das políticas do Ministério de Saúde de Moçambique, estruturas de gestão a nível provincial e distrital;
  • Habilidades e conhecimentos em gestão de programas, incluindo a capacitação institucional e fortalecimento de sistemas de saúde;
  • Conhecimento, habilidades e experiência, na formação, supervisão e monitoria de indicadores do programa de HIV;
  • Capacidade de trabalhar em equipa multidisciplinar e boa comunicação interpessoal;
  • Conhecimento e proficiência em língua Portuguesa e Inglesa (oral e escrita);
  • Conhecimento das aplicações Microsoft Office (Excel, Word, PowerPoint, Outlook).

Processo de Candidatura

Email: [email protected]

Validade: 08/07/2018

Local: Inhambane

Gestor Provincial de Serviços Clínicos

julho 3, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Gestor Provincial de Serviços Clínicos

A Elizabeth Glaser Pediatric Aids Foundation (EGPAF), trabalha em parceria com o Ministério de Saúde na  implementação do Programa de Prevenção de Transmissão Vertical (PTV) de HIV e cuidados e tratamento para pessoal vivendo com HIV. A missão da Fundação é assegurar a inclusão de crianças, prevenindo a transmissão de HIV da mãe para o seu filho e garantir-lhes o acesso a serviços de qualidade. A EGPAF pretende recrutar profissional qualificado para trabalhar na província de Inhambane, um (1) Gestor Provincial de Serviços Clínicos – Ref. (TC02).

Responsabilidades

  • Coordenar com o equipe técnica nacional, Director Técnico Provincial e Assessores no nível provincial no
    planeamento, implementação e avaliação de diferentes programas do EGPAF-SMI, Cuidados e tratamento adultos, pediátrico, TB/HIV e apoio psicossocial através reuniões trimestrais (presencial) e participação na reunião técnica semanalmente;
  • Trabalhar com equipa técnica provincial na implementação das normas nacionais de cuidados e tratamento de
    HIV em adultos, crianças e adolescentes:

    • Reuniões semanais com equipe técnica;
    • Supervisão regular de US (10 dias por mês);
  • Coordenar com assessoras de SMI e equipe de DREAM na implementação de programa SMI:
    • Atendimento e seguimento das mulheres grávidas e lactantes (PTV, TARV universal, integração planeamento familiar dentro de serviços HIV, rastreio de cancro de colo uterino, maternidade de modelo);
    • Atendimento e seguimento de crianças expostas incluindo diagnóstico precoce e ligação entre serviços SMI e TARV;
    • Seguimento de programa DREAM e coordenação entre equipe de SMI e DREAM;
    • Analise dados mensais e trimestrais;
  • Coordenar com assessores clínicos e oficial de TB na implementação, monitoria e avaliação de programa C&T e TB:
    • Implementações normais nacionais;
    • Seguimento de implementação de CV;
    • Paragem única no TB para adultos;
    • Analise dados mensais e trimestrais;
  • Coordenar com assessores de APSS e oficias de comunidade na implementação de programa de APPS:
    • Qualidade de aconselhamento e testagem;
    • Qualidade aconselhamento em adesão;
    • Organização de grupo de apoio no nível US e comunidade (GAAC);
    • Ligação entre comunidade e US (pontos focais de US e activistas);
    • Implementação programa commcare;
    • Actividade de retenção no nível de US e comunidade;
    • Implementação de programa de MM;
  • Apoiar as equipes técnicas provinciais na implementação e monitorização de PRN (programa reabilitação nutricional) e coordenar com DPS e outros parceiros envolvidos no programa PRN na nível provincial;
  • Coordenar actividades C&T e apoio psicossocial (formações, supervisões) no nível provincial com DPS, assessores no nível provincial e outros parceiros;
  • Coordenar com oficial de apoio psicossocial e provinciais as actividades de apoio psicossocial.

Requisitos

  • Médico com pelo menos sete (7) anos de experiência trabalhando em programas de HIV/SIDA (clínico) e saúde
    internacional;
  • Mínimo de cinco (5) anos de experiência na gestão de programa e gestão de equipa clínica multidisciplinar;
  • Mestrado em Saúde Pública ou outra Graduação equivalente será uma vantagem;
  • Experiência clínica extensiva e excelente conhecimento de cuidados e tratamento para adultos e crianças infectadas com HIV e programa PTV;
  • Experiência em tutoria clínica, formação e supervisão;
  • Excelente compreensão dos questões clínicas actuais e literatura em tratamento do HIV/SIDA adultos e pediátrico (e adulto) e PTV;
  •  Habilidades e Conhecimentos na gestão do programa incluindo capacitação institucional e sistemas de
    desenvolvimento;
  • Habilidades e Conhecimentos no uso da avaliação dos cuidados e ferramentas de melhoria de qualidade;
  • Conhecimentos sobre o Ministério de Saúde de Moçambique, incluindo a política e estrutura de gestão a nível nacional e provincial;
  • Facilidades de Trabalhar em equipe e comunicação interpessoal;
  • Habilidades de comunicação oral e escrita. Flexível efectuar viagens frequentes aos distritos;
  • Fluente Português falado e escrito; conhecimento de Inglês será uma vantagem;
  • Energético, independente, auto-motivado. Habilidade de relacionamento e adaptação em ambientes multiculturais;
  • Disponibilidade para viagens frequentes para os distritos;
  • Conhecimentos na aplicação do Microsoft Office (Excel, Word, PowerPoint, Outlook).

Processo de Candidatura

Email: [email protected]

Validade: 08/07/2018

Local: Inhambane

Director Técnico Provincial

julho 3, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Director Técnico Provincial

A Elizabeth Glaser Pediatric Aids Foundation (EGPAF), trabalha em parceria com o Ministério de Saúde na  implementação do Programa de Prevenção de Transmissão Vertical (PTV) de HIV e cuidados e tratamento para pessoal vivendo com HIV. A missão da Fundação é assegurar a inclusão de crianças, prevenindo a transmissão de HIV da mãe para o seu filho e garantir-lhes o acesso a serviços de qualidade. A EGPAF pretende recrutar profissional qualificado para trabalhar na província de Inhambane, um (1) Director Técnico Provincial – Ref. (TC01).

Contexto

  • Vai actuar no apoio as equipas de Direcção Provincial e Distritais de Saúde na implementação, integração, melhoria de acesso e qualidade dos serviços de SMI e Cuidados e tratamento adulto e pediátrico. Também apoia actividade de apoio psicossocial e ligação entre US e comunidade.

Responsabilidades

  • Desenvolver um plano provincial conjunto de actividades de EGPAF em colaboração com equipe técnica nacional e DPS, com objectivo de implementar as actividades aprovadas através de COP e para alcançar as metas estabelecidas pelo doador e MISAU;
  • Providenciar apoio técnico e tutoria aos assessores das áreas de farmácia, laboratório, melhoria de qualidade e equipe de M&A DREAM e MHealth, no desenvolvimento de planos de trabalho, alinhados aos componentes pragmáticos, actividades a realizar e metas a atingir;
  • Avaliar o desempenho das equipas com vista a assegurar a realização das actividades com objectivos e metas
    “SMART”;
  • Providenciar acompanhamento ao gestor clínico provincial no desenvolvimento de planos de trabalho, alinhados aos componentes pragmáticos, actividades a realizar e metas a atingir;
  • Coordenar com equipe técnica e DPS a implementação do programa de melhoria de qualidade;
  • Coordenar as actividades de formação contínua da equipa técnica com objectivo de garantir a qualidade de trabalho;
  • Coordenar com equipe técnica provincial as reuniões regulares para discussão dos dados mensais e preparação os planos de melhoria com objectivo de atingir as metas estipuladas pelo doador e MISAU;
  • E directamente responsável pelo:
    • Gestor provincial de serviços clínicos;
    • Gestor provincial de M&E;
    • Assessor provincial de gestão e logística farmacêutica;
    • Assessor provincial de laboratório;
    • Oficial sénior de melhoria de qualidade;
    • Oficial sénior de MHelath;
    • Equipe de unidade pediátrica (Inhambane);
  • É directamente responsável pelos assuntos técnicos Provinciais, e é o ponto de contacto e de referência para a
    interacção com o DPS, onde deve:

    • Participar nos encontros com DPS (e no nível nacional no caso necessário);
    • Coordenar as actividades com outros parceiros de cooperação na Província, da área técnica/ clínica;
  • Coordenar (supervisionar) com gestor provincial de M&E e assegurar submissão de relatórios mensais, e trimestrais de qualidade e atempadamente;
  • Facilitar e contribuir de forma proactiva nas diferentes pesquisas em curso na Província, propondo novos temas de pesquisa e projectos.

Requisitos

  • Médico com dez (10) anos de experiência mínimo e pelo menos sete (7) anos de experiência em trabalho de programas de HIV/SIDA (clínico) e saúde internacional;
  • Grau de Licenciatura ou Mestrado em Saúde Pública ou em área equivalente;
  • Mínimo de cinco (5) anos de experiência na gestão de programa e gestão de equipa clínica multidisciplinar;
  • Experiência clínica extensiva e excelente conhecimento de cuidados e tratamento para adultos e crianças infectadas com HIV, programa PTV, Tutoria Clínica, formação básica, continua e supervisão;
  • Excelente compreensão de questões clínicas actuais e literatura em tratamento do HIV/SIDA adultos e pediátrico e do PTV;
  • Fluente Português e Inglês falado e escrito;
  • Habilidades e Conhecimentos na capacitação institucional e sistemas de desenvolvimento;
  • Habilidades e Conhecimentos no uso da avaliação dos cuidados e ferramentas de melhoria de qualidade;
  • Conhecimentos sobre o Ministério de Saúde de Moçambique, incluindo a política e estrutura de gestão a nível nacional e provincial;
  • Facilidades de Trabalhar em equipa e comunicação interpessoal;
  • Habilidades de comunicação oral e escrita;
  • Flexível para efectuar viagens frequentes aos distritos;
  • Energético, independente, habilidade de relacionamento e adaptação em ambientes multiculturais;
  • Domínio na aplicação do Microsoft Office (Excel, Word, PowerPoint, Outlook).

Processo de Candidatura

Email: [email protected]

Validade: 08/07/2018

Local: Inhambane

Director Provincial

julho 3, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Director Provincial

A Elizabeth Glaser Pediatric Aids Foundation (EGPAF), trabalha em parceria com o Ministério de Saúde na  implementação do Programa de Prevenção de Transmissão Vertical (PTV) de HIV e cuidados e tratamento para pessoal vivendo com HIV. A missão da Fundação é assegurar a inclusão de crianças, prevenindo a transmissão de HIV da mãe para o seu filho e garantir-lhes o acesso a serviços de qualidade. A EGPAF pretende recrutar profissional qualificado para trabalhar na província de Inhambane, um (1) Director Provincial – Código (DPI).

Contexto

  • O Director Provincial é responsável pelo desenvolvimento de um plano de parceria entre a EGPAF e DPS incluindo DDSMAS e CBOs, através de um sub financiamento as instituições beneficiárias e também pela gestão e supervisão das equipas províncias da EGPAF. No seu trabalho deve priorizar o apoio e desenvolvimento de capacidades da DPS, DDSMAS e CBOs de forma a assegurar uma gestão eficiente e integrada do programa de HIV/SIDA (aconselhamento e testagem, apoio psicossocial, prevenção de transmissão vertical, cuidados pediátricos e cuidados e tratamento, de acordo com as directrizes e os padrões de qualidade do MISAU, nos distritos apoiados pela EGPAF na Província Inhambane.

Responsabilidades

  • Apoiar o desenvolvimento de um plano de trabalho com a DPS e as DDSMAS, para a implementação de serviços de HIV integrados através de um processo de sub financiamento as instituições beneficiárias;
  • Colaborar com os assessores técnicos colocadas nas DPS, ou com o parceiro líder da província para apoiar a melhoria de serviços clínicos de HIV, de farmácia, logística, laboratório e monitoria e avaliação relacionados ao programa de HIV/SIDA;
  • Desenvolver um plano de capacitação com as DPS e as DDSMAS em relação a aspectos de gestão, planificação e
    supervisão do programa de HIV/SIDA integrado e estabelecer um fórum de coordenação Provincial e distrital;
  • Promover o desenvolvimento de parcerias com organizações clínicas e comunitárias internacionais e nacionais que trabalhem na área de HIV e outras áreas na Província para assegurar a ligação e coordenação dos serviços clínicos com outros programas e serviços de apoio para PVHS;
  • Supervisionar as equipes técnicas provinciais no processo de apoio técnico as DPS, DDSMAS e CBOs,
    especificamente em relação a:

    • Planificação, implementação, supervisão e monitoria das actividades dos serviços Clínicos de HIV/SIDA integrados na Província Inhambane de forma a se alcançar os objectivos do planificados;
    • Implementação de um programa de monitoria e avaliação e de melhoria de Qualidade de forma a assegurar o melhoramento continuo na qualidade dos serviços de clínicos de HIV/SIDA integrados;
    • Negociar e coordenar a elaboração de um plano provincial de pesquisas operacionais (avaliações orientadas) com DPS para avaliar a eficácia e identificar melhores práticas dos programas de PTV, cuidados pediátricos, cuidados e tratamento e apoio psicossocial;
    • Supervisionar o oficial das operações no processo de gestão de RH, Finanças, Administração, Subvenções, IT, Infraestruturas e Procurement e assegurar uma boa gestão do orçamento provincial; de forma a garantir uma implementação harmonizada, integrada e eficaz do programa;
    • Identificar as necessidades de crescimento dos membros da equipa provincial e elaborar um plano de
      desenvolvimento e capacitação da equipe em coordenação com a Direcção Técnica e Operacional de Maputo;
    • Monitorar o progresso do programa, incluindo a preparação de relatórios técnicos e financeiros periódicos e experiências de boas práticas.

Requisitos

  • Formação Superior em Gestão ou área afim, com pelo menos 3-5 anos de experiência de trabalho em programas de HIV/SIDA em contextos de recursos limitados e/ou gestão internacional da saúde;
  • Habilidades, conhecimento e mínimo de 2 anos na gestão de programas incluindo capacitação de recursos humanos e institucional;
  • Mestrado em Saúde Pública ou outro grau de Mestrado relevante é uma vantagem;
  • Experiência em gestão da área clínica para adultos e crianças infectadas com o HIV em locais com recursos limitados;
  • Experiência em formação, tutoria e supervisão clínica;
  • Excelente capacidade de comunicação escrita e oral na língua Portuguesa e Inglesa;
  • Habilidades e conhecimento no uso de ferramentas de avaliação e melhoria de qualidade dos cuidados;
  • Energético, independente, proactivos;
  • Conhecimento sobre os requisitos críticos de negócios e de conformidade com os principais doadores estrangeiros, tais como agências de governo dos Estados Unidos e/ou doadores Europeus/multilateral;
  • Habilidades de influência para trazer uma gama diversificada de stakeholders para apoiar na consecução de
    objectivos comuns;
  • Capacidade de se relacionar e trabalhar bem em ambiente multicultural;
  • Bons conhecimentos de aplicações de Microsoft Office (Excel, Word, PowerPoint, Outlook);
  • Conhecimento das politicas do Ministério de Saúde de Moçambique, incluindo a estrutura política e de gestão a nível nacional e provincial.

Processo de Candidatura

Email: [email protected]

Validade: 08/07/2018

Local: Inhambane

Oficial Técnico de Manutenção de Infra-Estruturas, Equipamentos e Pequenas Obras

julho 2, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Oficial Técnico de Manutenção de Infra-Estruturas, Equipamentos e Pequenas Obras

A Elizabeth Glaser Pediatric Aids Foundation (EGPAF), trabalha em parceria com o Ministério de Saúde na implementação do Programa de Prevenção de Transmissão Vertical (PTV) de HIV e cuidados e tratamento para pessoal vivendo com HIV. A missão da Fundação é assegurar a inclusão de crianças, prevenindo a transmissão de HIV da mãe para o seu filho e garantir-lhes o acesso a serviços de qualidade. A EGPAF pretende recrutar profissional qualificado para trabalhar na província de Inhambane, um (1) Oficial Técnico de Manutenção de Infra-Estruturas, Equipamentos e Pequenas Obras – Ref. (OP18).

Contexto

  • Executar tarefas inerentes a manutenção de infra-estruturas, equipamentos e pequenas obras em apoio ao Gestor Provincial de Operações e Logística. Será responsável pela manutenção de infra-estruturas da Fundação e intervenções de acordo com os pedidos aprovados do Parceiro de Saúde na Província (Direcção e execução técnicas, resolução de problemas de manutenção de edifícios, electricidade, canalização, carpintaria, e equipamentos de frio. Execução de intervenções em coordenação com o superior hierárquico e Director Provincial da Fundação.

Responsabilidades

Manutenção de Infra-estruturas:

  • Recolha e tratamento adequado da informação relacionada com a manutenção necessária, e que devem ser
    encaminhadas aos superiores hierárquicos, para sua utilização na Gestão rotineira das Manutenções/ Intervenções de equipamentos e infra-estruturas abrangidas pelas actividades da organização;
  • Realizar Manutenções periódicas de rotina nas instalações da fundação e outras abrangidas pelo escopo da fundação para detectar anomalias de funcionamento e propor reparações necessárias assim como o devido encaminhamento técnico a Direcção de Infra-estruturas da Direcção Provincial de Saúde para orientações, privilegiando manutenções preventivas de rotina.

Gestão de Informação de Manutenção e Pequenas Obra:

  • Para o uso interno com conhecimento do seu superior hierárquico para apoios;
  • Para tratamento imediato com execução pelo próprio;
  • Para tratamento delegado com terceiros contratados para execução (pessoal técnico fora da organização) e gestão pelo próprio.

Gestão de Intervenções de Manutenção e de Pequenas Obras:

  • Solicitar materiais para Manutenções, equipamentos e diversos, relacionadas a área de acordo com as necessidades através de requisições com aprovação do superior hierárquico e encaminhamento á Logística para aquisições;
  • Apoiar a organização na manutenção e reparação dos sistemas de abastecimento de água, frios, electricidade,
    serralharia, carpintaria e construções de pequeno vulto;
  • Efectuar reparações e montagem de fechaduras, reparação de janelas e portas e montagem de mobiliários;
  • Realizar as actividades de manutenção ou de execução de pequenas obras tendo como base apresentação de mapa de quantidades;
  • Ajudar no controlo dos materiais, na funcionalidade dos diversos aparelhos e equipamentos existentes na organização ou unidades sob apoio da organização para uma rápida detecção e soluções de avarias/anomalias.

Manutenção do “Livro de Ocorrências ou Ficheiro de Manutenção e Pequenas Obras:

Possuir um registo de ocorrências através de preenchimento de fichas com os seguintes elementos incluídos:

  • Origem da avaria/ Departamentos/ sectores;
  • A natureza e definição do tipo de avaria ou ocorrência;
  • Medida de intervenção a tomar como proposta;
  • A solicitação ou encaminhamento ao Superior;
  • Elaborar relatórios de cada intervenção e produzir os relatórios mensais dirigidos ao seu superior.

Outras Responsabilidades:

  • Zelar por uma boa coordenação interna (com a Logística) e externa (com o serviço de manutenção da DPS e
    SDSMAS);
  • Manter um sistema de arquivo actualizado para memória institucional;
  • Garantir o bom funcionamento das infra-estruturas;
  • Sempre que for necessário, organizar e garantir as minutas das reuniões de manutenção preventiva e intervenção curativa infra-estrutural e de equipamentos;
  • Em coordenação com a Logística garantir o pagamento atempado das facturas de manutenção;
  • Assegurar que haja o mapa semanal de controlo das obras intervencionadas por EGPAF;
  • Mapa semanal de controlo das actividades a ser partilhado com o Gestor Provincial de Operações e a Logística para melhor apoio e coordenação das actividades.

Requisitos

  • Certificado de Engenharia na área de Construção Civil/áreas relacionadas ou de Técnico Médio profissional em
    qualquer área relacionada com Construção Civil, ou equivalente;
  • Inscrito na Ordem dos Engenheiros ou no Ministério das Obras Públicas e Habitação;
  • Pelo menos cinco (5) anos de experiência em trabalhos práticos de género e um C.V. sólido;
  • Experiência de trabalho suficientemente comprovada nestas áreas de no mínimo cinco (5) anos de liderança e execução;
  • Competências e habilidades muito fortes nas actividades de área de manutenção preventiva e curativa, com amplo conhecimento prático nas áreas de Construção Civil, electricidade, Serralharia, canalização (água e esgoto), frios, e carpintaria;
  • Conhecimentos e domínio do uso dos seguintes equipamentos e ferramentas: nível de bolha, fitas métricas laser e normais, multímetros, busca-pólos, alicates, martelo universal, catapulta, esquadro, serrote de madeira e de ferro, chaves de tubo, tarachas, sonda eléctrica, e conductivimetro;
  • Conhecimentos das regras do HST (Higiene e Segurança no Trabalho);
  • Algum conhecimento das normais básicas do Decreto 15 que regula as actividades das empreitadas e prestações de serviços;
  • Capaz de viajar em caso de necessidade, em condições difíceis de trabalho;
  • Carácter pró-activo, comunicativo e sociável;
  • Domínio no uso de aplicações do Microsoft Office;
  • Capacidade de comunicação e negociação;
  • Potencial de inserção em equipas de trabalho multidisciplinares;
  • Habilidade em lidar com situações de conflito;
  • Capacidade de trabalhar independente e sobre pressão.

Processo de Candidatura

Email: [email protected]

Validade: 08/07/2018

Local: Inhambane

Oficial de Subvenções

julho 2, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Oficial de Subvenções

A Elizabeth Glaser Pediatric Aids Foundation (EGPAF), trabalha em parceria com o Ministério de Saúde na implementação do Programa de Prevenção de Transmissão Vertical (PTV) de HIV e cuidados e tratamento para pessoal vivendo com HIV. A missão da Fundação é assegurar a inclusão de crianças, prevenindo a transmissão de HIV da mãe para o seu filho e garantir-lhes o acesso a serviços de qualidade. A EGPAF pretende recrutar profissional qualificado para trabalhar na província de Inhambane, um (1) Oficial de Subvenções – Ref. (OP17).

Contexto

  • Responsável em apoiar os beneficiários na Gestão dos sub-Acordos (INPUT / PBF) assegurando que os beneficiários cumpram com regras e procedimentos do DOADOR, Governo Moçambicano e da EGPAF capacitar os beneficiários na gestão de fundos garantindo o cumprimento de prazos.

Responsabilidades

  • Apoiar na planificação dos Sub-Acordos para os beneficiários eleitos, garantindo que o orçamento esteja alinhando com o programa da Fundação;
  • Requisitar e monitorar mensalmente os fundos para garantir o pagamento das despesas. Sub-Acordo de INPUT;
  • Fazer a monitoria (Mapa de Monitoria) mensal de execução de fundos (Input e PBF) e reportar ao Supervisor;
  • Fazer as prestações mensais de contas recebidas dos beneficiários e encaminhar a Sede. E partilhar o mecanismo de seguimento com os diversos interessados;
  • Rever os Mapas de distribuição de incentivos de PBF bem como na elaboração de planos de gastos e sua prestação de contas;
  • Capacitar os beneficiários em políticas e procedimentos do Doador/ Governo e da Fundação;
  • Fazer visitas trimestrais de conformidade aos beneficiários, criar um Mapa para monitorar as constatações e partilhar com o supervisor e carregamento dos relatórios e outros documentos referentes ao sub-Acordo no CGIS, File e servidor;
  • Monitorar as contratações e absorções dos funcionários pagos via sub-Acordos de forma contínua;
  • Em colaboração com o Oficial de Capacitação, elaborar programas de capacitação de gestão institucional e financeira dos beneficiários;
  • Capacitar aos beneficiários em uso de Tecnologias de Informação e Comunicação (e-mail, Fax, Scan, Whatsapp….) para facilitar a partilha de informação de trabalho no dia-a-dia;
  • Elaborar formulários e documentos de trabalho e actualizar conforme as necessidades e aplicabilidade;
  • Manter excelente relação de trabalho com colegas e beneficiários da EGPAF;
  • Garantir a assinatura de contractos e outros documentos administrativos relativos a implementação das actividades;
  • Assegurar que elaboração e implementação dos instrumentos de gestão de PBF sejam obedecendo as normas do Doador;
  • Reforçar o funcionamento dos comités de gestão de PBF, suas funções, responsabilidades e consequente produção da Actas.

Requisitos

  • Bacharel em Administração e Gestão de Empresas ou outra área relacionada;
  • Experiência na supervisão financeira e administrativa de projectos do sector público ou privado;
  • Experiência prévia com organizações internacionais não lucrativas;
  • Excelentes habilidades de escrita e correcção de textos;
  • Conhecimento de políticas e procedimentos relevantes de gestão e cumprimento das obrigações de concessão e
    contratos da USAID ou CDC;
  • Conhecimento de contabilidade e práticas de gestão financeira princípios de acordo com os regulamentos do Governo Federal dos E.U.A;
  • Domínio de computador/software, incluindo (MS Word e Excel);
  • Fluente em Português (oral e escrito) e conhecimento adequado de Inglês (escrito);
  • Capacidade de gerir múltiplas prioridades;
  • Disponibilidade para efectuar viagens nos Distritos, até 25% do tempo.

Processo de Candidatura

Email: [email protected]

Validade: 08/07/2018

Local: Inhambane

Assistente de Tecnologia de Informação

julho 2, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Assistente de Tecnologia de Informação

A Elizabeth Glaser Pediatric Aids Foundation (EGPAF), trabalha em parceria com o Ministério de Saúde na implementação do Programa de Prevenção de Transmissão Vertical (PTV) de HIV e cuidados e tratamento para pessoal vivendo com HIV. A missão da Fundação é assegurar a inclusão de crianças, prevenindo a transmissão de HIV da mãe para o seu filho e garantir-lhes o acesso a serviços de qualidade. A EGPAF pretende recrutar profissional qualificado para trabalhar na província de Inhambane, um (1) Assistente de Tecnologia de Informação – Ref. (OP16).

Contexto

  • Garantir o bom funcionamento dos equipamentos fornecidos pela EGPAF nos distritos das províncias de Inhambane, às US/DPS através de uma série de procedimentos.

Responsabilidades

Nas Unidades Sanitárias:

  • Limpeza mensal da poeira no interior das máquinas;
  • Actualização semanal dos antivírus;
  • Scan semanal para a detenção de vírus nas máquinas;
  • Leitura e limpeza semanal dos log files das máquinas;
  • Efectuar o backup da informação útil e reinstalar as máquinas, em caso de avaria ou deficiências no sistema
    operativo;
  • Capacitar e fiscalizar os digitadores e o pessoal beneficiário do equipamento da EGPAF nas US/DPS em relação ao bom uso e prevenção de infecção por vírus às máquinas;
  • Verificar os funcionamentos dos equipamentos periféricos, nomeadamente, UPSs Impressoras e outros existentes, fornecidos pela EGPAF.

Nos escritórios da EGPAF:

  • Auxiliar os colegas do escritório na resolução de pequenos problemas surgidos;
  • Limpeza interior de poeira nas máquinas;
  • Limpeza de ficheiros temporários;
  • Verificar as actualizações dos softwares nas máquinas;
  • Elaborar relatórios semanais e mensais das actividades realizadas.

Requisitos

  • Nível Médio;
  • Certificação da Microsoft (preferencial);
  • Mínimo de três anos de experiência em tecnologias de informação;
  • Experiência em projectos de saúde financiados pelo Governo dos EUA (preferencial);
  • Conhecimento de redes de computadores Workgroup;
  • Disponibilidade para trabalhar por um período superior a uma semana em cada distrito;
  • Disponibilidade para viajar até 95% do tempo para os distritos;
  • Capacidade de trabalhar por iniciativa própria;
  • Potencialidade de inserção em equipas de trabalho multidisciplinares;
  • Domínio (oral e escrito) das línguas Inglesa e Portuguesa.

Processo de Candidatura

Email: [email protected]

Validade: 08/07/2018

Local: Inhambane