Advertisements

Email: [email protected]

Validade: 01/11/2017

Local: Chimoio – Manica

A Development Media International (DMI) pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Especialista em Comunicações.

Contexto

A Development Media International (DMI) realiza campanhas de comunicação de massa para mudar comportamentos e salvar vidas nos países em desenvolvimento. A DMI é uma ONG inovadora que te vindo a crescer rapidamente e tem um excelente histórico no melhoramento de resultados de saúde, através da mudança de comportamentos. A DMI está quase a embarcar numa grande campanha nacional na rádio – Intensaúde – com o objectivo de mortalidade infantil. Esta acção visa incentivar a procura de tratamentos de saúde, sobretudo em relação a doenças como a malária, pneumonia e diarreia. O ensaio clínico controlado e aleatorizado (randomized controlled trial – RCT) realizado pela DMI em Burquina Faso demonstrou que as campanhas na rádio podem reduzir a mortalidade infantil em 6,3%. A DMI está desenvolver projectos no país desde Março de 2015 e encontra-se de momento a expandir a sua equipa para poder dar continuidade a este novo e estimulante projecto.

Descrição do Cargo

  • O Especialista em Comunicações terá uma função singular, trabalhando em estreita colaboração com as equipas de investigação e produção. Terá de aprofundar conhecimentos sobre o trabalho das comunidades que colaboram com a DMI através de deslocações ao terreno. Terá ainda de garantir que os resultados dessas viagens de investigação são utilizados não só para orientar o processo de produção, mas também a estratégia da DMI em Moçambique. Em colaboração com um produtor, vai escrever textos orientados para o público-alvo. A par disso, terá ainda de trabalhar em proximidade com o Investigador Sénior, auxiliando na recolha de dados quantitativos dos centros de saúde. Esta função implica muitas deslocações, incluindo pernoitas.

Principais Funções

  • Adquirir conhecimentos sobre os métodos da DMI e os objectivos do projecto;
  • Conduzir acções de investigação qualitativa para indagar sobre o contexto local, obstáculos à mudança e ainda recolher o feedback das campanhas da DMI. Estas acções vão ainda envolver deslocações a províncias seleccionadas, a condução de entrevistas individuais e em grupo;
  • Apresentar os resultados do trabalho de investigação às equipas de investigação e criativa e aconselhá-las sobre a forma mais eficaz de transmitir a mensagem na área da saúde através de spots de rádio;
  • Participar na redacção de textos para spots de rádio de 60 segundos, em conjunto com o produtor de rádio, o qual também deverá ajudar a inteirar do contexto local, para que os spots produzidos estejam bem adaptados a essa realidade;
  • Coordenar e participar nos pré-testes de spots de rádio em grupos-alvo e apresentar os resultados às equipas de investigação e criativa;
  • Auxiliar o Investigador na recolha e validação de dados relativos a unidades sanitárias;
  • Auxiliar o Investigador na criação de inquéritos;
  • Auxiliar no estabelecimento de uma rede de monitores de transmissão em regiões-alvo;
  • Manter um contacto estreito e trocar correspondência com a nossa rede de estações de rádio parceira e outras ONG que actuam em Moçambique;
  • Trabalhar em estreita colaboração e dar conta das suas actividades ao Investigador Sénior da DMI e os Directores Criativos em Londres;
  • Coordenar-se e comunicar regularmente com o escritório da DMI em Maputo;
  • Assumir a responsabilidade por outros elementos do projecto e executar outras tarefas conforme solicitado pelo Representante do País.

Requisitos

Competências Essenciais

  • Licenciatura em Ciências Sociais ou disciplina relacionada (por exemplo: Saúde Pública, Antropologia, Sociologia, Geografia); um Mestrado representa uma mais-valia;
  • Fluência em Português escrito e falado. Conhecimentos de Inglês ou de outra qualquer língua importante em Moçambique constituem vantagem;
  • Grandes capacidades intelectuais, que podem ser atestadas através da apresentação de bons resultados académicos durante a entrevista.

Competências Desejáveis

  • Experiência em produção de radio, seja na qualidade de redactor, produtor ou outro cargo numa estação de rádio;
  • Experiência pós-universitária em estudos qualitativos/de acção;
  • Experiência relativa ao contexto das comunidades rurais de Moçambique e na condução de focus group nesse ambiente;
  • Experiência de trabalho com equipas multidisciplinares.

Exigências

Advertisements

Endereço: Av. Mártires de Mueda, nº 317, R/C Dtº. – Nampula

Email: [email protected]

Validade: 20/10/2017

Local: Nampula

Miruku Coop pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Gestor do Projecto.

Responsabilidades

  • Prestar apoio técnico e metodológico aos oficiais de agronegócio na assistência as PMEs, Cooperativas e Agro-empreendedores na estruturação e desenvolvimento dos seus negócios;
  • Fazer o acompanhamento das actividades das PMEs, Cooperativas e Agro-empreendedores nas zonas de intervenção do projecto/ organização;
  • Recolher, compilar e partilhar regularmente com membros da equipa os dados relativos ao progresso das actividades desenvolvidas na zona de implementação do projecto;
  • Fazer acompanhamento do nível de execução orçamental e de gastos em função das actividades, incluindo a análise aos relatórios financeiros;
  • Assegurar a troca de informações/ experiências e bom relacionamento entre o projecto/ organização e parceiros que actuam na mesma área geográfica e/ou sector de actividade;
  • Realizar workshops e organizar seminários e sessões de sensibilização para maior adesão dos benefícios as actividades projecto e representar o projecto em vários níveis;
  • Orientar o pessoal do projecto (oficiais e consultores) na preparação de relatórios de actividades e outros processos afins.

Requisitos

  • Licenciatura ou Mestrado em Economia, Gestão de Negócios (MBA), Gestão Empresarial e/ou Marketing;
  • Pelo menos cinco (5) anos de experiência prática na gestão/ implementação de programas/ projectos nas áreas empresarial e de negócios, de preferência para desenvolvimento de negócios cooperativos;
  • Elevado rigor técnico e visão apurada na concepção, desencolamento de estratégias/ programas e projectos de desenvolvimento de empresas e negócios empresariais;
  • Experiência de organização de acções de treinamento em empreendedorismo e assistência técnica de programas e/ou projectos de desenvolvimento MPMEs e negócios cooperativos;
  • Alto sentido de responsabilidade, boa capacidade de gerir, estabelecer prioridades de trabalho, respeitar os prazos, iniciativa e trabalho autónomo;
  • Capacidade de trabalhar sob pressão, em contextos instáveis, e disponibilidade de trabalhar além das horas regulamentares;
  • Capacidade de liderança e espírito de trabalho em equipa e com elevado sentido de relacionamento interpessoal;
  • Domínio e proficiência no Word, Excel, PowerPoint, Internet/ Email e programas (softwares) de estudos de viabilidade económica, planos de negócios e gestão empresarial em geral;
  • Excelente domínio de Português e Inglês falado e escrito.

Exigências

  • Curriculum Vitae;
  • Outros Documentos Complementares.

Endereço: Rua Mouzinho de Albuquerque, nº 855 – Beira

Rua Dr. Araújo de Lacerda, nº 147 – Chimoio

Rua Caetano Viegas nº 67 – Maputo

Email: [email protected]

Validade: 24/10/2017

Local: Beira – Sofala

A Health Alliance International (HAI) pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Assessor de Saúde Mental.

Resumo do Projecto

  • A meta do projecto de saúde mental é de melhorar a provisão e qualidade dos serviços de saúde mental oferecidos pelo Serviço Nacional de Saúde de Moçambique (SNS), o projecto inclui, formações e/ou capacitações na área de saúde mental e desenho e implementação de pesquisas em saúde mental.

Principais Actividades

  • Coordenar a capacitação dos técnicos do SNS da Região Centro de Moçambique, em ciências de implementação e melhoria de sistemas de saúde mental;
  • Participar na selecção dos candidatos para a capacitação em ciências de implementação e melhoria de sistemas de saúde mental;
  • Supervisionar as capacitações e estágios dos técnicos do SNS do projecto;
  • Organizar e participar junto ao assessor de pesquisas da HAI, CIOB e Psiquiatra do HCB, nas pesquisas quantitativas, para avaliar sintomas depressivos e sintomas de esquizofrenia dos pacientes;
  • Analisar semestral e anualmente os indicadores do projecto;
  • Elaborar e monitorar planos trimestrais/ anuais das actividades os seus respectivos relatórios.

Requisitos

  • Mestrado ou PhD em Epidemiologia, Bioestatística, Saúde Pública ou uma área afim ou mais de cinco (5) anos conduzindo estudos de pesquisa no sistema de saúde pública;
  • Capacidade de falar inglês profissionalmente;
  • Habilidades comprovadas na gestão, análise e apresentação de dados quantitativos e qualitativos;
  • Experiência na criação de ideias de design e implementação de protocolos de Pesquisas Operacionais em Moçambique;
  • Experiência no desenho e administração de questionários;
  • Fortes habilidades interpessoais e habilidades de trabalhar colaborativamente com os gestores de Sistemas de Saúde;
  • Aptidão com Word, Excel e PowerPoint;
  • Disponibilidade para fazer/ receber chamadas telefónicas fora do horário normal de trabalho.

Exigências

  • Carta de Manifestação de Interesse;
  • Curriculum Vitae.

Endereço: Caixa Postal, 364 – Maputo

Email: [email protected]

Validade: 18/10/2017

Local: Maputo

A I-TECH Mozambique pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Gestor do Programa de Circuncisão Masculina Médica e Voluntária.

Tarefas

  • Coordenar todas as actividades de Avaliação Externa de Qualidade nas unidades sanitárias que oferecem serviços de CMMV;
  • Coordenação com o Ministério da Saúde, elaborar os planos de trabalho e coordenar as actividades de Visitas Semestrais;
  • Implementar o modelo de PDSA (Plan-Do-Study-Act) para melhoria da qualidade e segurança das actividades de CMMV;
  • Elaborar os relatórios das visitas e coordenar a sua disseminação no seio dos intervenientes principais do Programa, nomeadamente, as Unidades Sanitárias, DPS, Ministério da Saúde, parceiros de implementação a nível local, CDC e a Direcção da I-TECH Mozambique;
  • Dar seguimento a implementação de Planos de Melhoria desenvolvidos durante as visitas de EQA;
  • Dar apoio técnico aos Pontos Focais de M&E do Programa no uso dos sistemas de monitoria e avaliação vigentes;
  • Garantir a actualização e a funcionalidade do Sistema de Monitoria e Avaliação do Programa de VMMC: actualização dos indicadores, instrumentos de recolha de dados, bases de dados;
  • Participar no processo de formação de provedores da circuncisão masculina em procedimento cirúrgico;
  • Participar na elaboração do manual de referência para formação dos provedores de circuncisão masculina;
  • Dar apoio técnico no desenvolvimento de planos de acção para a geração de demanda para os serviços de VMMC a nível das províncias e distritos na implementação de actividades de CMMV.

Requisitos

  • Possuir Licenciatura em Medicina com experiência prática de pelo menos três (3) anos na área de circuncisão masculina ou Mestrado em Saúde Pública, Biologia, Epidemiologia ou área afim;
  • Ter domínio do programa nacional de circuncisão médica masculina;
  • Possuir pelo menos três (3) de experiência em gestão e liderança de equipas de pessoal sénior na área de saúde ou afins;
  • Ter conhecimentos sobre planificação, monitoria e avaliação de projectos;
  • Domínio de informática na óptica de utilizador incluindo Microsoft Office, com ênfase para Excel, PowerPoint, Word e Email;
  • Experiência comprovada na entrada de dados, limpeza e controlo de qualidade de dados, elaboração de relatórios;
  • Boa capacidade de organização;
  • Capacidade de ministrar formações;
  • Experiência de trabalho em projectos de saúde complexos, multi-facetados;
  • Capacidade para desenvolver e realizar planos de trabalho e resolver problemas de forma independente;
  • Excelente capacidade de comunicação e de liderança;
  • Fortes habilidades de leitura, escrita e oralidade de Português e Inglês;
  • Disponibilidade para viajar frequentemente para Províncias e Distritos de Moçambique;
  • Forte espírito de iniciativa.

Exigências

  • Carta de Candidatura;
  • Curriculum Vitae em Português e Inglês.

Nota: Indicar no assunto”Vaga Nº 1133″.

Endereço: Caixa Postal, 364 – Maputo

Email: [email protected]

Validade: 18/10/2017

Local: Maputo

A I-TECH Mozambique pretende recrutar para o seu quadro de pessoal três (3) Oficiais de Monitoria e Avaliação.

Tarefas

  • Realizar análises complexas de dados quantitativos e qualitativos utilizando diversos pacotes estatísticos tais como EPi-info, SPSS, STATA, Excel, Cs-Pro, Nvivo, entre outros, com a finalidade de gerar informação útil com vista a implementação efectiva dos programas;
  • Apoiar no desenvolvimento e na manutenção de instrumentos de recolha de dados, bases de instrumentos de recolha de dados, bases de dados em coordenação com as equipas dos programas;
  • Participar no processo de planificação incluindo a elaboração de notas conceptuais ou protocolos de avaliação de projectos;
  • Realizar acções no âmbito de controlo da qualidade de dados;
  • Participar na elaboração dos relatório de progresso e de avaliações de programas a I-TECH Mozambique, Ministério da Saúde e parceiros.

Requisitos

  • Mestrado em Estatística, Saúde Pública, Biologia, Sociologia, ou áreas indicadas com pelo menos cinco (5) anos de experiência relevante nas áreas de pesquisa e análise de dados qualitativos e quantitativos;
  • Excelentes capacidades organizacionais e de informática na óptica do utilizador (MS Office, PowerPoint, Excel, Access, CsPro, SPSSm Epi-info, STATA, Epi-Data), capacidade de programação será uma vantagem;
  • Deve ser capaz de redigir correctamente relatórios de actividades dos programas e de trabalhos de pesquisa;
  • Experiência na elaboração e condução de projectos de pesquisa qualitativa e quantitativa, desenvolvimento de instrumentos de recolha de dados, análise de dados e elaboração de relatórios de pesquisa operacional;
  • Experiência na avaliação ou implementação de projecto de de pesquisa, recolha e análise de dados, incluindo os dados qualitativos e quantitativos;
  • Experiência de trabalho em projectos de saúde complexos, multi-facetados;
  • Capacidade para desenvolver e realizar planos de trabalho e resolver problemas de forma independente;
  • Excelente capacidade de comunicação e de liderança;
  • Fortes habilidades de leitura, escrita e oralidade de Português e Inglês;
  • Disponibilidade para viajar frequentemente para Províncias e Distritos de Moçambique;
  • Forte espírito de iniciativa.

Exigências

  • Carta de Candidatura;
  • Curriculum Vitae em Português e Inglês.

Nota: Indicar no assunto”Vaga Nº 1132″.

Email: [email protected]

Validade: 18/10/2017

Local: Maputo

A WWF Moçambique pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Oficial Marinho Sénior.

Funções

  • O Oficial Marinho Sénior realizará entre outras funções a de promover, planear, implementar, monitorar e coordenar o programa nacional de pesca relacionado com a sub-estratégia da paisagem Marinha da organização e garantir que os vários projectos ao nível desta sejam implementados com o apoio de seus respectivos oficiais marinhos.

Requisitos

  • Mestrado ligado a área Marinha, ou afins a Conservação/ Meio Ambiente/ Gestão de Recursos Naturais Marinhos/ Costeiros/ Água Doce;
  • Pelo menos oito (8) anos de experiência a liderar, desenvolver e gerir projectos em pesca marítima ou áreas relacionadas;
  • Pelo menos cinco (5) anos de experiência na gestão das pescarias (industrial e/ pequena escala), dos quais pelo menos três (3) na região do Sudoeste do Oceano Indico;
  • Conhecimento do quadro institucional e jurídico do meio ambiente e da conservação em Moçambique, bem como das questões políticas relevantes;
  • Experiência de trabalho com equipas multi-disciplinares (Governo, ONG’s, Doadores, Sociedade Civil) constitui uma vantagem;
  • Fluente (fala e escrita) em Inglês e Português.

Exigências

  • Carta de Candidatura;
  • Curriculum Vitae;
  • Três (3) Referências.

Nota: Indicar no assunto posição a que se candidatam “Oficial Marinho Sénior”.

Informações adicionais: Termos de Referência detalhados podem ser obtidos através da página web:  www.wwf.org.mz/oportunidades/emprego.

Sobre a Empresa

O WWF é uma das organizações independentes de conservação da natureza mais importantes a nível mundial. Tem cerca de 5 milhões de apoiantes e está activa nos cinco continentes em mais de 100 países.

Endereço: Rua Mukumbura, nº 285 – Maputo

Email: [email protected]

Validade: 20/10/2017

Duração: 12 meses com possibilidade de renovação

A FAO Moçambique pretende recrutar para o seu quadro pessoal um (1) Oficial de Recursos Humanos. (Vaga nº VA – 2017/016)

Responsabilidades

  • Assegurar a implementação da estratégia de Recursos Humanos e regulamentos da Organização;
  • Assegurar uma gestão e eficiente dos Recursos Humanos;
  • Assegurar a gestão do desempenho e desenvolvimento da carreira do pessoal;
  • Facilitar o processo de formação e partilha do conhecimento.

Requisitos

  • Qualificações Académicas: Licenciado ou Mestrado em Recursos Humanos, Gestão de Empresas, Administração Pública ou áreas afins;
  • Experiência de Trabalho: 2-4 anos de trabalho na área de Recursos Humanos a nível nacional ou internacional providenciado aconselhamento, gestão do pessoal ou de sistemas operacionais;
  • Outros Requisitos: Experiência em utilização de softwares: MS Word, Excel e manejo de sistemas web based. Conhecimentos sólidos de boas práticas em Recursos Humanos.

Exigências

  • Carta de Candidatura;
  • Curriculum Vitae.

Email: [email protected]

Validade: 09/10/2017

Local: Maputo

A ATOS Lda pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Especialista em Programas – Monitoria e Avaliação.

Contexto

  • ATOS, Lda uma empresa de consultoria na área de Recursos Humanos está a recrutar para o seu cliente uma conceituada ONG internacional que opera na área de Saúde. Este cliente está a apoiar o Plano de Emergência do Presidente para Alívio a SIDA (PEPFAR) apoiando o Ministério da Saúde em Moçambique (MISAU), em particular a Direcção Nacional de Assistência Médica (DNAM) com a gestão de dados laboratoriais de forma centralizada. O Contratado para esta posição será consultor em tempo integral durante os primeiros 6 meses com renovação sujeita a desempenho satisfatório e disponibilidade de fundos.

Responsabilidades

  • Conduzir o cliente e seus parceiros no estabelecimento de medidas de desempenho, colectar e analisar informações de desempenho, planear e gerir avaliações e auxiliar a gestão de CDC Moçambique no uso de informações/ dados de desempenho para tomada de decisão e alocação de recursos;
  • Coordenar a criação e revisão do orçamento do programa para fornecer recursos financeiros adequados para avaliações, estudos especiais e avaliações;
  • Coordenar a criar um Plano de Monitoria do Desempenho da Missão, incluindo a avaliação da validade das informações e indicadores que contribuem para esse plano;
  • Coordenar o processo de actualização de documentos de políticas e procedimentos nas áreas de monitoria e avaliação para se alinhar com os mais actuais critérios e requisitos do CDC;
  • Auxiliar a Direcção Executiva na construção de capacidades locais de M&A no espírito das melhores práticas de CDC;
  • Apoiar a preparação de todos os relatórios de nível de CDC, tais como: planos de desempenho e relatórios, planos operacionais, notificações de solicitações especiais e explicações de justificação orçamental.

Requisitos

  • Educação: Mestrado em Desenvolvimento, Ciências Sociais, Economia ou áreas afins;
  • Pelo menos cinco (5) anos de experiência demonstrável em M&A ou numa organização internacional de desenvolvimento;
  • Falar, escrever e compreender fluentemente Português e Inglês.

Exigências

  • Curriculum Vitae, em Português e Inglês no formato Word;
  • Carta de Motivação.

Sobre a Empresa

A ATOS, Limitada, é uma empresa de prestação de serviços de Consultoria que oferece soluções na área da Gestão e Desenvolvimento de Recursos Humanos. A ATOS usa a consultoria, assessoria e outsourcing como o veículos para o provimento dos seus serviços. Os nosso serviços incluem Recrutamento e Selecção; Consultoria em RH; Processamento de Salários, Avaliação do Perfil Comportamental; Coaching para Resultados; Formação e Desenvolvimento; Ferramentas RH Virtual.

Email: [email protected]

Validade: 31/10/2017

Local: Maputo

A Management Systems International (MSI) iniciou o projecto de Mecanismos de Monitoria e Avaliação (MMEMS) pretende recrutar um (1) Director Financeiro e Administrativo.

Contexto

  • O projecto de Mecanismos e Serviços de Monitoria e Avaliação (MMEMS) em Moçambique localmente apoio para a monitoria de desempenho, verificação de dados, avaliação de impacto, produção e conformidade ambiental das actividades da USAID/ Moçambique. O projecto Mecanismos e Serviços de Monitoria e Avaliação (MMEMS) tem escritório principal sedeado em Maputo, e os de campo em Quelimane e Nampula.

Responsabilidades

  • O Director de Financeiro e Administrativo supervisiona todas as actividades financeiras e a administrativas (incluindo de recursos humanos), consequentemente todo o pessoal financeiro, logístico e administrativo do projecto;
  • Reporta ao Director do Projecto (COP) MMEMS;
  • Trabalhará com pessoal do projecto incluindo dos escritórios de campo e com a sede da MSI de forma a assegurar a uniformidade e conformidade na implementação do projecto.

Requisitos

  • Mínimo de dez (10) anos de experiência em gestão financeira e administrativa em Moçambique;
  • Experiência demonstrada e proficiência no uso de Excel e QuickBooks;
  • Experiência em fazer deduções salariais e pagamentos às autoridades competentes;
  • Alto grau de maturidade e capacidade de trabalhar em colaboração com múltiplos parceiros e fornecedores;
  • Experiência em gestão de pessoal em múltiplos locais;
  • CPA ou Mestrado em Administração de Empresas, Contabilidade e Auditoria, Finanças ou área relacionada;
  • Experiência preferencial com projectos financiados pela USAID;
  • Proficiência em Inglês escrito e falado é necessária;
  • Competências e experiência que demonstram o potencial de assumir maiores responsabilidades e deveres, acima e além dos aqui listados;
  • Nacionalidade moçambicana.

Exigências

  • Curriculum Vitae em Inglês.

Email: [email protected]

Validade: 06/10/2017

Local: Matola – Maputo

A RHDC Consultoria & Serviços, Lda, é uma empresa de Consultoria em Recursos Humanos, de direito Moçambicano, que opera nas áreas de Agência de Emprego, Recrutamento e Seleção, Formação profissional, Avaliação, Desenvolvimento de Competências e Trabalho Temporário.

Estamos a recrutar um (1) Técnico de Estatística e Pesquisador do Mercado para juntar se à nossa equipe de trabalho nos nossos escritórios em Matola.

Objectivo da Função

  • O Técnico de Estatística e Pesquisador do Mercado é um mestre de métodos quantitativos. Além de seleccionar a técnica apropriada, ele também realiza análises, fornecendo os resultados ao Gerente de Pesquisa ou Analista de Pesquisa. Além disso, o Técnico é frequentemente chamado a garantir a qualidade e a validar os resultados  da pesquisa.

Tarefas Essenciais e Responsabilidades

  • Assessorar os clientes e colegas sobre a adequação dos métodos estatísticos disponíveis para resolver um problema definido de pesquisa;
  • Realização de análises estatísticas;
  • Elaboração de relatórios contendo recomendações accionáveis ​​com base nas técnicas empregadas;
  • Educar e treinar outros colegas sobre métodos estatísticos;
  • Recomendar novas ofertas de produtos, extensões e melhorias incorporando métodos estatísticos em evolução.

Qualificações Chaves

  • 5 a 10 anos de experiência na indústria de pesquisa de mercado;
  • Habilidade demonstrada de funcionar como consultor independente;
  • Conhecimento técnico completo da metodologia estatística relevante;
  • Domínio de SPSS, SAS e ferramentas estatísticas personalizadas;
  • Mestrado em Economia, Ciências Sociais ou Estatística.

Competências

  • Boas habilidades de comunicação, escrita e fala;
  • Habilidades: preparação de relatórios e apresentação de temas;
  • Habilidade analítica, julgamento; flexibilidade; iniciativa e mente muito aberta;
  • Resolução de conflitos e problemas;
  • Gestão de tempo;
  • Fluente em Português, Inglês será uma vantagem.
Vagas na Anadarko Moçambique

Website: www.anadarko.com/Careers/Job-Search

Validade: 09/10/2017

Local: Maputo

A Anadarko Moçambique Área 1, Lda, é uma subsidiaria indirecta da Anadarko Petroleum Corporation, que em conjunto com os seus parceiros realizou descobertas significativas de gás ao longo da costa da Província de Cabo Delgado e que no âmbito da sua estratégia de crescimento pretende recrutar um (1) Geofísico.

Resumo do Cargo

  • O Geofísico será baseado em Maputo, reportará ao Gestor de Subsuperfície ou Gestor de Geociências e será responsável pelas actividades relacionadas à aquisição, processamento e interpretação de dados geofísicos como membro de uma equipa multidisciplinar de subsuperfície encarregada do desenvolvimento de campos de gás offshore (alto mar) em Moçambique.

Responsabilidades

  • Interpretar volumes sísmicos de tempo e profundidade para identificar falhas e horizontes geológicos (limites estratigráficos, delineamento do reservatório);
  • Boa integração da formação (nó do poço);
  • Interpretar propriedades sísmicas avançadas para uma análise precisa;
  • Familiaridade com a caracterização sísmica usando AVO, inversão sísmica;
  • Trabalhar em estreita colaboração com a equipa de subsuperfície para uma melhor caracterização do reservatório (presença de reservatório, propriedades de rocha, saturação de fluído);
  • Ajudar a equipa de subsuperfície a implementar e actualizar continuamente planos de desenvolvimento de reservatórios;
  • Contribuir para projectos de aquisição, processamento e inversão sísmica;
  • Manter contacto com o Departamento de Perfuração e Execução para a planificação da abertura do poço (risco de desastre, trajectória de poço) e actividades de monitoria de perfuração;
  • Participar na estimativa de reservas e documentação;
  • Fazer apresentações para o Governo, parceiros e partes interessadas internas sobre temas geofísicos;
  • Manter padrões elevados de conduta profissional, ética comercial e observância de EHS (Ambiente, Saúde e Segurança).

Requisitos

  • Nacionalidade Moçambicana;
  • Licenciatura ou Mestrado em Geociências, de preferência com especialização em geofísica e/ou formação profissional como geofísico;
  • Experiência de pelo menos três (3) anos como geofísico (preferencialmente na indústria do petróleo);
  • Fluência em Português;
  • Competência em Inglês (leitura e escrita);
  • Proficiente em Windows PC, incluindo MS Word, Excel, PowerPoint;
  • Familiaridade, de preferência, com o software geofísico Petrel (por exemplo, interpretação sísmica, análise de laço, física da rocha, etc.);
  • Boa comunicação, análise crítica e habilidades de trabalho em equipa são necessárias.

Requisitos de Viagem

  • Podem ser exigidos períodos de formação prolongados na sede da Anadarko dos EUA durante os primeiros 1-2 anos. Adicionalmente, podem ser necessárias viagens ocasionais e temporárias aos EUA e/ou ao campo (área de Pemba/ Palma).

Horário de Trabalho

  • Esta posição é elegível para o horário de trabalho de 5/40, de segunda a sexta-feira.

Benefícios

  • Excelente oportunidade de desenvolvimento  e carreira, bem como, um pacote de remuneração compatível com as qualificações e experiência demonstradas.

Exigências

Sobre a Anadarko

Anadarko Petroleum Corporation é uma das maiores empresas independentes do mundo de exploração e produção de petróleo e gás, com sede em The Woodlands, no Texas. A missão da Anadarko consiste em oferecer um retorno competitivo e sustentável aos Accionistas, através do desenvolvimento, aquisição e exploração de recursos de petróleo & gás vitais à saúde e bem estar do mundo.

Email: [email protected]

Validade: 29/09/2017

Local: Niassa

A Wildlife Conservation Society (WCS) pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Gestor de Desenvolvimento Empresarial – Reserva Nacional do Niassa.

Contexto

  • A Reserva Nacional do Niassa (RNN) é um dos últimos locais selvagens existentes na Terra e a sua sustentabilidade financeira depende da viabilidade contínua desta como destino de turismo e caça desportiva, bem como da sua capacidade de diversificar e expandir as suas finanças e fontes de receita complementares. Em resposta a esta necessidade, o titular desta vaga gerirá as relações com as concessionárias da RNN, incluindo a gestão de concursos públicos de concessão e dos processos de contratação, monitoria da conformidade dos contratos, implementação de planos de negócios e garantia de boa comunicação e coordenação entre as concessionárias e a administração da RNN. O titular deste cargo também será responsável por liderar o desenho e implementação de estratégias para aumentar e diversificar as finanças e fontes de receitas, incluindo o fortalecimento do actual sistema de concessões, coordenação dos esforços de angariação de fundos, desenvolvimento do reconhecimento internacional da RNN e exploração de novas fontes de receitas (por exemplo, mitigação das mudanças climáticas e contrabalanços da biodiversidade). A RNN é gerida sob um acordo de parceira entre a WCS a Administração Nacional de Áreas de Conservação de Moçambique (ANAC) e este cargo reporta directamente ao Administrador da RNN e ao Director do Programa da WCS em Niassa. Estamos em busca de um líder com competências comprovadas capaz de gerir e negociar com diferentes actores e desenvolver parcerias no turismo (incluindo turismo fotográfico e de caça desportiva) e outros empreendimentos que possam gerar fontes de receitas sólidas para a RNN.

Requisitos

As principais habilidades e qualificações exigidas são:

  • Pelo menos dez (10) anos de experiência em liderança, gestão e/ou assessoria de desenvolvimento e gestão empresarial em áreas de conservação, incluindo actividades de turismo destruidoras e não destruidoras;
  • Conhecimentos sólidos de gestão de conservação e planeamento & desenvolvimento turístico em Moçambique e de políticas, leis e instituições nacionais e internacionais relevantes;
  • Fortes habilidades comunicativas, proficiência em Inglês e Português;
  • Capacidade de dialogar, negociar e obter consenso entre os principais actores, incluindo o Governo de Moçambique a nível nacional, provincial e distrital, sector privado, parceiros de conservação e comunidades locais;
  • Mestrado em Administração de Empresas ou Gestão de Conservação da Biodiversidade é uma vantagem;
  • Flexibilidade, optimismo, bom humor, paixão por excelência e auto-motivado para atingir um objectivo colectivo.

Exigências

  • Carta de Candidatura;
  • Curriculum Vitae incluindo os nomes e contactos de três (3) referências.

Nota: Indicar no título “Gestor de Desenvolvimento Empresarial da RNN”.

Link: http://bit.ly/2hjeai4

Validade: 16/10/2017

Local: Maputo

A PATH pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Coordenador Nacional do Programa de Integração de Desenvolvimento da Primeira Infância na Saúde e de Advocacia.

Contexto

PATH, uma organização internacional sem fins lucrativos líder mundial em inovação para a saúde, desenvolveu e está a implementar em Moçambique um modelo inovador para desenvolvimento na primeira infância (DPI) que integra triagem do desenvolvimento, aconselhamento aos cuidadores sobre saúde e nutrição infantil e educação parental, e serviços de estimulação para crianças dos 0-3 anos e os seus cuidadores. Este modelo é integrado em diferentes projectos nos pontos de acesso ao sistema de saúde, tanto a nível das unidades sanitárias como da comunidade (APEs) e nas organizações comunitários de base através de visitas domiciliares e actividades de grupo com trabalho a nível da comunidade. Para apoiar o portfólio do programa de DPI e a agenda de advocacia nacional, a PATH busca um(a) Oficial do Programa de DPI da PATH em Moçambique, ele(a) vai responder directamente e trabalhar sob a liderança e supervisão do Gestor Nacional de Programas da PATH Moçambique, e trabalhará em colaboração com a Assessoria Regional da PATH para DPI (liderança técnica) e com apoio dos coordenadores do projecto. Ele(a) também liderará as actividades de advocacia junto do governo, outros doadores, NU e actores e actores da sociedade civil e participará nos grupos técnicos de trabalho relevantes no Ministério da Saúde.

Responsabilidades

Programa

  • Responsabilidade geral pela implementação e seguimento do portfólio de projectos de DPI da PATH;
  • Produzir relatórios trimestrais e anuais de qualidade para os doadores (USAID, CNHF, FHI, outros) de acordo com os requisitos do doador e PATH;
  • Produzir planos de actividades anuais e trimestrais para os projectos de DPI da PATH. Contribuir para orçamentação dos planos de actividades;
  • Coordenar os exercícios de reflexão e planificação mensal dos projectos DPI da PATH;
  • Monitorar de perto a implementação dos planos de projectos de DPI em colaboração com coordenadores dos projectos e apoiar/ ajustar conforme necessário;
  • Colaborar na monitoria das despesas do programa;
  • Garantir representação regular e activa de PATH nos grupos de trabalho técnicos relevantes do MISAU;
  • Em colaboração com os colegas de M&A, liderar o processo de análise de dados e indicadores dos projectos de DPI e contribuir para o desenho, implementação e análise dos estudos de Investigação Operacional da PATH;
  • Participar e representar a PATH em reuniões com doadores e parceiros quando necessário;
  • Contribuir para representação e disseminação do trabalho da PATH no país, para identificação de novas oportunidades de financiamento e na elaboração de propostas de novos projectos;
  • Servir de líder directo, supervisionar e prestar apoio a uma equipa mínima de quatro membros da equipa da PATH.

Advocacia

  • Servir de ponto focal da PATH para advocacia/ trabalho técnico com actores de saúde e DPI a nível nacional: Ministério da Saúde (MISAU), OMS, UNICEF, Rede DPI e outros;
  • Liderar advocacia activa e providenciar orientação técnica para a integração de conteúdos DPI nos curricula pré-serviço, guiões, pacotes de formação e ferramentas de dados do MISAU através de participação nos grupos técnicos de trabalho;
  • Contribuir com conteúdos técnicos no desenho materiais IEC, ferramentas e produtos para DPI e liderar o processo de validação pelo MISAU;
  • Organizar e/ou participar em actividades que aumentem a visibilidade da PATH, tais como fóruns provinciais ou nacionais, workshops, reuniões e outros eventos.

Requisitos

Aptidões Necessárias

  • Excelente historial de trabalho em equipa e na gestão de equipas. Capacidade de trabalhar dentro de uma estrutura de equipa de forma colaboradora, e de oferecer e receber liderança, orientação e supervisão;
  • Excelentes aptidões comprováveis na redacção de relatórios em línguas Portuguesa e Inglesa. Experiência comprovável de redacção de relatórios aos doadores em Inglês é um requisito essencial para este cargo;
  • Conhecimentos técnicos profundos no mínimo numa das seguintes áreas: saúde materna e infantil, DPI e nutrição;
  • Fortes habilidades comprováveis de coordenação e advocacia junto de departamentos e ministérios relevantes, doadores e outros parceiros;
  • Conhecimento sólido da estrutura do sistema de saúde e acção social e a forma como os serviços são implementados a nível da unidade sanitária e da comunidade;
  • Disponibilidade para viajar – dentro e fora da província de Maputo. Viagens regionais e internacionais ocasionais (até 25% de viagens).

Formação e Experiência Necessárias

  • Mestrado ou equivalente em Saúde Pública, Medicina, Nutrição, Desenvolvimento da Primeira Infância, Psicologia ou campo similar;
  • No mínimo oito (8) anos de experiência na gestão de projectos em áreas como saúde materna e infantil, nutrição, HIV e/ou desenvolvimento na infância;
  • Extensa experiência de trabalho com ou para o sistema do Ministério da Saúde a vários níveis;
  • Extensa experiência de trabalho em Advocacia em Moçambique, de preferência no sector da Saúde;
  • Experiência na gestão de projectos financiados pela USAID, compreensão de outros sistemas e requisitos dos doadores será uma mais valia.

Exigências

  • Carta de Candidatura;
  • Curriculum Vitae.

Nota: Para aplicar a esta vaga, os candidatos interessados deverão se candidatar “online” através da seguinte página web http://bit.ly/2hjeai4 vaga Early Childhood Development Program and Advocacy Officer, ECD (8396).

Sobre a Empresa

PATH é uma organização internacional sem fins lucrativos que transforma a saúde global através da inovação. Tomamos uma abordagem empresarial para desenvolvimento e fornecimento de alto impacto, soluções de baixo custo, desde vacinas que salvam vidas e dispositivos para programas de colaboração com as comunidades. Através do nosso trabalho em mais de 70 dias, a PATH e nossos parceiros capacitam as pessoas para atingir seu pleno potencial.

Endereço: Av. Friederich Engels, 967 – Maputo

Av. Marginal, 1084, Bairro Cimento – Pemba

Email: [email protected] ou [email protected]

Validade: 29/09/2017

Local: Pemba – Cabo Delgado

A Fundação Aga Khan pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Especialista em Empreendedorismo, para Consultoria para Treinamento dos Formadores em Empreendedorismo Empresarial.

Requisitos

Qualificações Requeridas

O Especialista em Empreendedorismo deve ter as qualificações e competências seguintes:

  • Ser titular de um Mestrado ou Pós-Graduação ou um curso de especialização num dos domínios seguintes: Empreendedorismo, Gestão Empresarial, Mercados, Marketing e Comunicação;
  • Apresentar um portfólio de trabalho idênticos desenvolvidos;
  • Possuir experiência profissional de pelo menos cinco (5) anos de formação e treinamento em empreendedorismo;
  • Dispor de pelo menos quatro (4) anos de experiência profissional em estudos de mercados e incubação de empresas e/ou cooperativas empresariais;
  • Ter domínio em tecnologias de informação e comunicação (TIC);
  • Ter um bom domínio das ferramentas informáticas como Word, Excel, PowerPoint, Access, etc;
  • Ser fluente em Português escrito e falado, e um bom conhecimento do Inglês é uma vantagem.

Exigências

  • Termos de Referência;
  • Curriculum Vitae.

Sobre a Empresa

A Fundação Aga Khan Moçambique é uma agência de internacional sem fins lucrativos que opera em 7 distritos da província de Cabo Delgado, nomeadamente Pemba, Metuge, Quissanga, Macomia, Meluco, Ibo, Mocimboa e Palma, onde procura desenvolver e promover soluções sustentáveis para combater a pobreza e melhorar as condições de vida as comunidades rurais, com ênfase nas áreas com escassos recursos.

Endereço: Av. Friederich Engels, 967 – Maputo

Av. Marginal, 1084, Bairro Cimento – Pemba

Email: [email protected] ou [email protected]

Validade: 29/09/2017

Local: Pemba – Cabo Delgado

A Fundação Aga Khan pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Especialista em Programação e Avaliação de Sistemas de Gestão Informatizados, para Consultoria para Avaliação das Capacidades, Competências e Estabelecimento de Sistemas de Gestão para o Instituto Agrário de Bilibiza (IABL).

Requisitos

Qualificações Requeridas

O Especialista em Programação e Avaliação de Sistemas de Gestão Informatizados deve ter as qualificações e competências seguintes:

  • Formação: Licenciatura em Informática para ou em Estatística,,Engenheiro de Softwares ou área similar;
  • Preferível: Mestrado em Informática pura ou em Estatística, ou em Educação, Tecnologias de Informação e Comunicação, Engenheiro de Software ou área similar;
  • Fluente em Português e Inglês;
  • Mínimo de cinco (5) anos em desenvolvimento, coordenação e gestão de projectos informáticos ou de sistemas de informação no sector público envolvendo doadores internacionais;
  • Experiência em desenvolvimento de sistemas de informação e estatística, incluindo desenho de arquitectura das TICs;
  • Conhecimento e experiência em desenvolvimento e manutenção de sistemas de fonte aberta (Open Source) e arquitectura institucional/ empresarial;
  • Conhecimento de programação nas linguagens: Java, Visual BAsic, Php; Conhecimento de Sistemas de Gestão de Bases de Dados: Mysql, PostgreSQL, MS Access;
  • Domínio de softwares de análise de dados tais como Excel avançado, SPSS, MAPinfo;
  • Capacidade para determinar problemas informáticos (hardware e software) e coordenar as respectivas soluções;
  • Conhecimento e experiência na criação de requisitos de sistemas de informação, preferencialmente na área da educação técnico-profissional;
  • Conhecimento de fluxogramas informáticos.

Exigências

  • Termos de Referência;
  • Curriculum Vitae.

Sobre a Empresa

A Fundação Aga Khan Moçambique é uma agência de internacional sem fins lucrativos que opera em 7 distritos da província de Cabo Delgado, nomeadamente Pemba, Metuge, Quissanga, Macomia, Meluco, Ibo, Mocimboa e Palma, onde procura desenvolver e promover soluções sustentáveis para combater a pobreza e melhorar as condições de vida as comunidades rurais, com ênfase nas áreas com escassos recursos.

Endereço: Av. Friederich Engels, 967 – Maputo

Av. Marginal, 1084, Bairro Cimento – Pemba

Email: [email protected] ou [email protected]

Validade: 29/09/2017

Local: Pemba – Cabo Delgado

A Fundação Aga Khan pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Especialista em Gestão de Sistemas Financeiro-Contabilístico e Administrativo, para Consultoria para Avaliação das Capacidades, Competências e Estabelecimento de Sistemas de Gestão para o Instituto Agrário de Bilibiza (IABL).

Requisitos

Qualificações Requeridas

O Especialista em Gestão de Sistemas Financeiro-Contabilístico e Administrativo deve ter as qualificações e competências seguintes:

  • Formação: Mestrado ou Diploma equivalente (Pós-graduação), numa das seguintes especialidades: Finanças, Contabilidade e Auditoria ou áreas afins;
  • Experiência profissional mínima de cinco (5) anos no exercício de contabilidade empresarial ou instituição pública, em particular num país em vias de desenvolvimento;
  • Experiência num gabinete de revisores de conta/ auditoria é desejável mas não obrigatória;
  • Domínio da contabilidade pública é essencial;
  • Domínio do Plano Contabilístico em vigor em Moçambique;
  • Conhecimento e/ou experiência das regras e procedimentos (contabilidade, orçamento, aquisições, finanças) de projectos financiados pelo Banco Africano de Desenvolvimento ou por outros doadores;
  • Bom conhecimento na utilização de ferramentas informáticas bem como de softwares especializados (contabilidade e gestão financeira, em particular);
  • Ter um bom domínio da língua Portuguesa é essencial, domínio de outra língua, como a Francesa ou Inglesa é uma vantagem.

Exigências

  • Termos de Referência;
  • Curriculum Vitae.

Sobre a Empresa

A Fundação Aga Khan Moçambique é uma agência de internacional sem fins lucrativos que opera em 7 distritos da província de Cabo Delgado, nomeadamente Pemba, Metuge, Quissanga, Macomia, Meluco, Ibo, Mocimboa e Palma, onde procura desenvolver e promover soluções sustentáveis para combater a pobreza e melhorar as condições de vida as comunidades rurais, com ênfase nas áreas com escassos recursos.

Endereço: Av. Friederich Engels, 967 – Maputo

Av. Marginal, 1084, Bairro Cimento – Pemba

Email: [email protected] ou [email protected]

Validade: 29/09/2017

Local: Pemba – Cabo Delgado

A Fundação Aga Khan pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Especialista em Gestão e Organização Escolar, para Consultoria para Avaliação das Capacidades, Competências e Estabelecimento de Sistemas de Gestão para o Instituto Agrário de Bilibiza (IABL).

Requisitos

Qualificações Requeridas

O Especialista em Gestão e Organização Escolar deve ter as qualificações e competências seguintes:

  • Ser titular de um Mestrado ou Diploma equivalente num dos domínios seguintes: organização e gestão escolar, Psicopedagogia e Didácticas, Planificação e Gestão Escolar ou Engenheiro Agrónomo, Engenheiro Mecânico, estes dez (10) anos de experiência em gestão escolar no âmbito do ensino técnico;
  • Possuir experiência profissional de pelo menos cinco (5) anos na gestão de uma escola ou instituto Técnico-Profissional;
  • Dispor de pelo menos quatro (4) anos de experiência profissional em desenvolvimento curricular da ETP;
  • Ter domínio em tecnologias de informação e comunicação (TIC);
  • Ter um bom domínio das ferramentas informáticas como Word, Excel, PowerPoint, Access, etc.;
  • Ser fluente em Português escrito e falado, e um bom conhecimento do Inglês é uma vantagem.

Exigências

  • Termos de Referência;
  • Curriculum Vitae.

Sobre a Empresa

A Fundação Aga Khan Moçambique é uma agência de internacional sem fins lucrativos que opera em 7 distritos da província de Cabo Delgado, nomeadamente Pemba, Metuge, Quissanga, Macomia, Meluco, Ibo, Mocimboa e Palma, onde procura desenvolver e promover soluções sustentáveis para combater a pobreza e melhorar as condições de vida as comunidades rurais, com ênfase nas áreas com escassos recursos.

Endereço: Rua Comandante João Belo, 208 – Maputo

Email: [email protected]

Validade: 07/10/2017

Local: Maputo

A ActionAid pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Director Executivo.

Objectivos da Posição

  • Reportar à Presidente do Conselho de Direcção e ao Director Regional de África da Federação ActionAid, assegurar a gestão, a liderança, e a integridade organizacional, corporativa, programática, financeira, administrativa e jurídica da Associação ActionAid Moçambique (AAMoz), de acordo com a Missão, Visão, Políticas, Princípios e Práticas de funcionamento da Associação e da Federação garantindo a sua sustentabilidade a longo prazo.

Tarefas e Responsabilidades

  • Implementar a Estratégia Nacional, dos programas e dos projectos aprovados em Assembleia-Geral e/ou pelo Conselho de Direcção;
  • Liderar, dirigir e contribuir para o desenvolvimento sustentável de todas as áreas e sectores da Associação em consonância com a estratégia corporativa e das prioridades organizacionais acordadas;
  • Assegurar que a AAMoz opere nos termos e condições legais prescritos e aplicáveis em Moçambique, assegurando a sua boa imagem e reputação;
  • Assegurar e desenvolver activamente fontes de financiamento locais e junto dos principais doadores a nível internacional;
  • Interpretar e cumprir as políticas nacionais, bem como as da Federação ActionAid, atinentes a questões financeiras, patrimoniais, institucionais e de gestão de recursos humanos;
  • Estabelecer parcerias com entidades governamentais, a todos os níveis, organizações congéneres e outros parceiros, na implementação de projectos.

Requisitos

  • Mestrado em Ciências Sociais, Gestão e outras área afins;
  • Mínima de dez (10) anos de trabalho comprovado em liderança e gestão de instituições e programas de desenvolvimento social, de preferência no sector de desenvolvimento, metodologias e técnicas incluindo experiência comprovada na concepção, criação e coordenação de monitoria, sistemas e processos de avaliação de impacto;
  • Conhecimento profundo de programação e de trabalho em políticas, bem como da equidade de género na organização, a nível local, nacional, regional e internacional;
  • Conhecimentos profundos de sistemas de gestão financeira, controlo interno, administrativo e de recursos humanos;
  • Excelente domínio de comunicação verbal e escrita nas línguas Inglesa e Portuguesa.

Exigências

  • Carta de Manifestação de Interesse;
  • Curriculum Vitae detalhado em Inglês;
  • Cópias dos Documentos de Identificação;
  • Certificados de Habilitações;
  • Duas (2) Cartas de Referências.

Sobre a Empresa

A ActionAid Moçambique é uma Organização Internacional Não-governamental, nacional, que trabalha em Moçambique há mais de 29 anos, membro da Federação ActionAid International, presente em mais de 47 países na África, Ásia, Europa, Austrália e América, e que tem como objectivo principal, assistir aos pobres e necessitados, promovendo valores e advocacia, com vista a mudanças estruturais e a erradicação das injustiças e da pobreza.

Email: [email protected]

Validade: 22/09/2017

Local: Maputo

A WWF Moçambique pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Oficial Marinho Sénior.

Funções

  • Implementação dos Projectos do Programa Marinho;
  • Supervisão e gestão do pessoal de campo;
  • Preparação de plano de trabalho e orçamentos anuais;
  • Assegurar a correcta implementação e monitoramento das actividades dos projectos, (dentre outras).

Requisitos

  • Mestrado em áreas ligadas a área Marinha, ou ainda nas seguintes áreas: Conservação/ Meio Ambiente/ Gestão de Recursos Naturais/ Marinhos/ Costeiros/ Água Doce;
  • Mais de cinco (5) anos de experiência a liderar, desenvolver e gerir projectos em uma ou mais áreas acima mencionadas;
  • Experiência de trabalho com equipes multidisciplinares (Governo, ONG’s, Doadores, Sociedade Civil) constitui uma vantagem;
  • Fluente (fala e escrita) em Inglês e Português.

Exigências

  • Carta de Candidatura;
  • Curriculum Vitae;
  • Três (3) Referências.

Nota: Indicar no assunto posição a que se candidatam “Oficial Marinho Sénior”.

Informações adicionais: Termos de Referência detalhados podem ser obtidos através da página web:  www.wwf.org.mz/oportunidades/emprego.

Sobre a Empresa

O WWF é uma das organizações independentes de conservação da natureza mais importantes a nível mundial. Tem cerca de 5 milhões de apoiantes e está activa nos cinco continentes em mais de 100 países.

Vagas na Sasol

Sobre a Sasol Moçambique

A Sasol é uma empresa internacional de energia e química estabelecida em 1950. Esta tem um quadro efectivo de mais de 35000 trabalhadores em 37 países. Esta empresa está listada nas Bolsas de Valores de Joanesburgo e de Nova Iorque.

A Sasol tem desenvolvido inúmeras tecnologias novas e continua a investir no desenvolvimento de novas tecnologias. Estas incluem a produção de combustível a partir do gás, designada como a tecnologia “gás para líquido” (na sigla correspondente em Inglês – GTL – gas-to-liquid).

Presentemente, a Sasol é uma das maiores empresas produtoras de combustíveis sintéticos a nível mundial. Moçambique desempenha um papel fundamental nesta área.

Sasol Petroleum International

Em Moçambique, a Sasol funciona com a designação de Sasol Petroleum International (SPI). A SPI tem um quadro efectivo de 192 trabalhadores, dos quais 140 são moçambicanos. A SPI efectua o desenvolvimento e a gestão da exploração e produção de petróleo e gás da Sasol em Moçambique, na África do Sul e em outros países.

Oportunidades de Emprego na Sasol

Vagas de Emprego na Sasol

A Sasol iniciou a produção de gás em Moçambique em 2004, com gás extraídos nos seus campos
de gás de Temane e de Pande e processado através da sua Unidade Central de Processamento
(CPF) situada perto de Inhassoro.

Possíveis carreiras na Sasol

Apesar de trabalho na Sasol remeter à maquinaria pesada, na verdade existem diversas opções de carreira na empresa. Assim como as demais empresas, existem vários departamentos que precisam de recursos humanos diferenciados para que a máquina da instituição funcione correctamente. Portanto, áreas administrativas, de gestão e técnicas também são procuradas.

Consultar as mais recentes vagas de emprego da Sasol

Para ficar sempre por dentro das últimas oportunidades  de emprego pela empresa é aconselhável que consulte regularmente as mais recentes oportunidades de emprego publicadas pela Sasol visitando o site oficial da empresa ou página de Vagas na Sasol no MMO Emprego.

Email: [email protected]

Validade: 20/09/2017

Local: Quelimane – Zambézia

A Friends in Global Health (FGH) pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Director de Implementação Clínica.

Objectivos Gerais do Cargo

  • Sob a coordenação do Director Técnico Nacional, ele/ela planeja, gere, desenha, monitora e supervisiona a implementação clínica dos programas suportados pela FGH em Zambézia nas áreas de: 1) Prevenção do HIV e DTS; 2) Cuidados e tratamento de HIV para adultos; 3) TB/HIV e 4) Cuidados e Tratamento de HIV para crianças.

Tarefas

  • Ponto focal da Organização para questões de implementação de actividades clínicas junto dos parceiros (doador, autoridades nacionais, médias…);
  • Coordena apoio técnico fornecido para a Direcção Provincial de Saúde de Zambézia e os Serviços Distritais de Saúde;
  • Contribui nos vários relatórios para autoridade e parceiros, e participa activamente no processo de orçamentação anual das actividades da FGH;
  • Colabora com director de Sistemas de Informação para definição dos indicadores – chave e análise dos resultados a fim de alcançar os alvos e metas;
  • Monitora, assiste a equipa clínica e participa ao processo de avaliação anual dos seus colegas;
  • Viaja regularmente (até 50% do tempo) nos distritos da Zambézia (e Maputo).

Requisitos

  • Médico, um Mestrado em Saúde Pública seria uma vantagem;
  • Pelo menos sete (7) anos de experiência dos quais pelo menos três (3) na implementação de projectos de apoio técnico na área clínica financiados pelo PEPFAR;
  • Experiência comprovada em áreas rurais de Moçambique, conhecimento da província da Zambézia seria uma vantagem;
  • Competências comprovadas em programação e implementação de projectos, em particular de HIV/SIDA;
  • Experiência comprovada em gestão de equipa;
  • Experiência comprovada com os protocolos nacionais em vigor;
  • Fluente em Português e domínio da língua Inglesa;
  • Disponibilidade imediata.

Exigências

  • Curriculum Vitae;
  • Certificados;
  • Cartas de Recomendação.

Email: [email protected]

Tel: 21 421 437/39/43

Validade: 15/09/2017

Local: Maputo

A WaterAid pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Gestor Financeiro.

Responsável Hierárquico: Chefe de Finanças e Serviços de Informação

  • O Gestor Financeiro (GF) é responsável pela gestão diária das actividades relacionadas ao financiamento da WaterAid. O GF apoia o Chefe de Finanças e Sistemas de Informação para implementar controlos efectivos e eficientes de gestão financeira no contexto da estratégia do país, bem como dos objectivos gerais da equipe de finanças.

Responsabilidades

Gestão Financeira, Políticas e Procedimentos

  • Garantir que as estratégias, políticas, procedimentos, directrizes e outras políticas relacionadas da WaterAid sejam implementadas e actualizadas regularmente com base nos procedimentos internacionais da WaterAid e em conformidade com as leis de Moçambique;
  • Fazer a supervisão e verificar todas actividades financeiras e obter precisão e qualidade da informação. Analisar informações e relatórios financeiros, identificar áreas problemáticas, tomar medidas quando necessário e fazer recomendações ao Chefe de Finanças e Serviços de Informação, à Equipe Sénior de Gestão e outros funcionários conforme apropriado. Realizar análises de registo de operações actuais e passadas para determinar tendências e monitorar a saúde financeira da organização.

Relatórios Financeiros

  • Garantir a apresentação atempada de receitas e despesas para auxiliar o Chefe de Finanças e Serviços de Informação e a Equipe Sénior de Gestão no processo de monitoramento do orçamento, elaborar orientações orçamentais e apoiar a preparação do orçamento anual;
  • Desenvolver previsões anuais de fluxo de caixa e monitorar para garantir a disponibilidade de fundos locais suficientes para atender os requisitos da organização;

Elo de Ligação e Comunicações

  • Fazer o elo de ligação e comunicar com regularidade informações e análises financeiras conforme apropriado;
  • Participar de encontros com parceiros e intervenientes sobre assuntos relacionados ao financiamento da WaterAid.

Apoio à Administração de Fundos e de Subsídios

  • Apoiar activamente o desenvolvimento de propostas e a planificação do orçamento para notas conceituais, elaboração de relatórios de doadores e actualizações da matriz de financiamento;
  • Ajudar na implementação da nova política de alocação de custos da WaterAid.

Auditoria

  • Facilitar o processo de auditoria externa e a elaboração de contas financeiras para a auditoria. Liderar o desenvolvimento de planos de acção com base em recomendações de auditoria e acompanhar o processo sobre as realizações.

Valor Pelo Dinheiro/ Eficiência Financeira

  • Promover o valor pelo dinheiro como parte da cultura organizacional. Apoiar o desenvolvimento de procedimentos para avaliar o valor pelo dinheiro que a WaterAid obtém em todas as suas actividades nos Programas, identificando mecanismos de redução de custos e garantindo a eficiência financeira no local de trabalho;
  • Desenvolver e implementar procedimentos adequados de alocação de custos para garantir a recuperação total dos custos.

Gestão de Pessoas

  • Realizar a função de gestor de linha para os membros da equipe financeira e supervisão funcional e de apoio ao Contabilista;
  • Apoiar o recrutamento de pessoal competente e gerir eficazmente a equipa e providenciar um alto desempenho.

Documentação e Arquivo

  • Certificar-se que toda a documentação financeira esteja completa e arquivada, de acordo com a WaterAid e com requisitos específicos de doadores (sistemas e arquivos).

Contexto Específico

  • O cargo pode exigir viagens no país para os escritórios da WaterAid e o controle e assistência financeira do programa/ projecto e locais de parceiros. Também pode exigir deslocações a nível regional e internacional, sempre que necessário.

Requisitos

Experiência e Habilidades Técnicas

  • Mestrado em Finanças e Contabilidade e conclusão de habilitações profissionais em ACCA;
  • Experiência mínima de sete (7) anos em Finanças e Contabilidade em cargos seniores no contexto de ONGs;
  • Experiência na preparação e monitoramento de orçamentos e desenvolvimento de sistemas de monitoramento e relatórios;
  • Experiência em trabalho com políticas e regualamentos governamentais sobre gestão financeira e tributação;
  • Experiência em relação aos requisitos de relatórios internacionais de doadores;
  • Excelentes habilidades de comunicação escrita e verbal (Português e Inglês);
  • Conhecimento intermediário e especializado em Microsoft Office (especialmente Word, Excel e PowerPoint).

Exigências

  • Carta de Manifestação de Interesse;
  • Curriculum Vitae.

Sobre a Empresa

A WaterAid é uma organização não-governamental internacional de desenvolvimento cuja visão é de um mundo onde todos têm acesso a água potável, saneamento e higiene. A WA trabalha em Moçambique 1995. Desde o início, a WaterAid em Moçambique (WAMoz) se concentrou exclusivamente na melhoria do acesso à água potável das pessoas de baixa renda, melhoria da higiene e saneamento em distritos rurais seleccionados e assentamentos urbanos informais no país. Com importantes financiamentos, o programa também começou recentemente a expandir-se para novas áreas como vilas. Além disso, há um foco maior no saneamento, ampliando a gestão inovadora do abastecimento de água e saneamento, passando para uma abordagem baseada em programas e desempenhando uma crescente intervenção de advocacia política e desempenhando um papel de influência no sector.

Email: [email protected]

Validade: 20/09/2017

Local: Maputo

A Counterpart International pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Gestor de Eleições para o Programa “Parceria Cívica para Boa Governação” (PCBG), financiando pela Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID). O PCBG é um programa que visa reforçar o impacto do activismo cívico para melhorar a governação democrática responsável e efectiva nos sectores de Conservação da Biodiversidade, Alterações Climáticas, Educação, Saúde/HIV, Indústria Extractiva, Transparência e Governação Responsável, e Eleições. Durante a implementação do Programa, a CPI-Moçambique vai fornecer assistência técnica e apoio financeiros direccionados, a um de 16 Organizações da Sociedade Civil.

Contexto

  • O (A) Gestor (a) do Programa de Eleições, lidera o esforço na prestação de serviços para desenvolver as capacidades das Organizações da Sociedade Civil e criar uma Rede de Monitoria da Sociedade Civil (RMSC) local e sustentável. O Gestor (a) trabalhará também, como consultor (a) de desenvolvimento de capacidades; No exercício das suas funções, o gestor de Eleições desempenha um papel importante no desenvolvimento e na implementação da componente de Eleições no PCBG. Esta é uma posição a tempo inteiro, baseada em Maputo, com viagens frequentes dentro do país. A vaga está aberta apenas para cidadãos moçambicanos.

Deveres e Responsabilidades

Sob a supervisão do Especialista em Eleições e Advocacia Comunitária, o (a) Gestor (a) do Programa de Eleições, controla o desempenho da componente de Eleições e a implementação dos indicadores de resultados, através do(a):

  • Identificação das organizações mais qualificadas para fazer parte da RMSC;
  • Preparação das chamadas de propostas para atribuição de subvenções para a formação da RMSC;
  • Fortalecimento da qualidade dos serviços prestados, de modo a melhor responder as demandas dos membros e do Secretariado do RMSC;
  • Garantir que os membros da RMSC façam uma gestão rigorosa das subvenções de acordo com os objectivos estabelecidos;
  • Trabalhar com outros membros da equipe de parceria Cívica para Boa Governação (PCBG), nomeadamente: (i) Oficial de subvenções, (ii) Especialista de Monitoria e Avaliação e (iii) Finanças de modo a atingir os objectivos do Programa;
  • Preparar e oferecer treinamento (técnico e administrativo) em diferentes assuntos tais como: (i) Gestão de Subvenções, (ii) Construção da Paz, (iii) Eleições Pacíficas, etc;
  • Elaborar relatórios narrativos da componente de Eleições do Programa, avaliar actividades e resultados, de acordo com os compromissos do Plano de Monitoria do Desempenho;
  • Assegurar que a gestão da Componente de Eleições esteja em conformidade com os regulamentos da USAID e do CPI;
  • Estabelecer novas e fortalecer as ligações inter-organizacionais existentes, ao nível regional e sub-regional de modo a defender a participação política e eleitoral pacífica;
  • Melhorar a prestação de contas, transparência, profissionalismo e imagem pública do RMSC e seus membros;
  • Apoiar o secretariado do RMSC na colecta de dados, na garantia de qualidade dos relatórios de Monitoria das eleições;
  • Editar e traduzir relatórios (do Português para o Inglês) conforme necessário;
  • Manter-se informado sobre questões relativas ao desenvolvimento das Eleições em Moçambique e distribuir semanalmente, noticiais relevantes (destaques) aos colegas do PCBG sobre: (i) Eleições, (ii) Intervenções das OSC’s na monitoria das eleições, etc;
  • Trabalhar com a equipe do Programa de Eleições no desenvolvimento de conceitos sobre eleições, desenhar projectos, escrever propostas técnicas sobre Eleições e questões relativas a monitoria das eleições;
  • Identificar e escrever histórias de sucesso, resumos de projectos e outros materiais de comunicação;
  • Representar o PCBG em grandes eventos, fazer apresentações, participar em conferências, reuniões e mesas redondas sobre eleições e outras áreas de interesse do Projecto.

Requisitos

Conhecimentos, Competências e Habilidades Requeridas

  • Mestrado em Ciência Política ou outra área afim é requerida;
  • Preferência será dada a candidatos que possuam Licenciatura em Ciência Política;
  • Mínimo de quatro (4) anos de experiência de trabalho em ONG’s, think tanks, Órgão de Administração Eleitoral ou outra instituição equivalente;
  • Mínimo de dois (2) anos de experiência de gestão de programas relevantes;
  • Preferência será dada a candidatos que possuam experiência de gestão de programas financiados pela USAID;
  • Experiência de facilitação, consultoria e/ou formação;
  • Fluência em Inglês e Português;
  • Disponibilidade de viajar pelo país, quando necessário;
  • Demonstrar competências de relacionamento interpessoal, incluindo diplomacia e capacidade de negociar e de influenciar;
  • Excelentes habilidades de comunicação: falar, escrever e ouvir;
  • Capacidade de estabelecer prioridades e gerir o tempo de forma eficaz;
  • Capacidade analítica e de resolução de problemas;
  • Abordagem proactiva e construtiva na gestão de programas;
  • Capacidade de trabalhar de forma independente e em equipe;
  • Competências na área de informática, incluindo extensa experiência de uso do Microsoft Word e Excel;
  • São necessárias também habilidades de uso de internet e de e-mail;
  • Disposição para melhorar o conhecimento através de treinamento e de iniciativa pessoal.

Exigências

  • Carta de Apresentação;
  • Curriculum Vitae.

Nota: Indicar no assunto do email a vaga para a qual pretende candidatar-se.

Sobre a Empresa

A Counterpart International é uma organização de desenvolvimento global que capacita pessoas e comunidades a implementar soluções inovadoras e duradouras face aos desafios sociais, económicos e ambientais. Durante os últimos 50 anos, a Counterpart International tem estabelecido parcerias com comunidades para solucionar problemas complexos relacionados com o desenvolvimento económico, segurança alimentar e nutrição, construir uma governação e instituições eficazes.

Email: [email protected]

Validade: 15/09/2017

O Instituto Superior de Ciências e Educação à Distância (ISCED) pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Tutor na área de Ciências Políticas e Relações Internacionais.

Funções

  • Assessorar o coordenador do curso na gestão dos processos académicos;
  • Tutorar diferentes módulos do respectivo curso;
  • Avaliar o processo de aprendizagem dos estudantes;
  • Acompanhar o trabalho dos outros tutores afectos no ISCED a tempo parcial;
  • Emitir pareceres necessários para um bom andamento dos processos académicos do curso;
  • Trabalhar com o sistema esura;
  • Atender e dar vazão as diferentes solicitações dos estudantes;
  • Actualizar os conteúdos temáticos do respectivo módulo, na plataforma online;
  • Dirigir, assistir e apoiar pedagógica, social, administrativa e tecnicamente o estudante na aprendizagem;
  • Desenvolver, no estudante, uma aprendizagem motivadora e assegurar o cumprimento dos objectivos de aprendizagem;
  • Utilizar intensamente as tecnologias da informação e comunicação de forma que estas contribuam para o aprendizado dos estudantes, através de um trabalho cooperativo, colaborativo e interactivo com os mesmos;
  • Orientar as sessões presenciais e online programadas com os estudantes;
  • Fornecer feedback à Direcção Académica sobre os materiais de estudos e as dificuldades dos estudantes;
  • Servir de intermédio entre a instituição e os estudantes, prestando esclarecimentos das dúvidas que estes tiverem;
  • Elaborar e submeter propostas à Direcção Académica que julgar pertinentes para a melhoria do processo de aprendizagem dos estudantes;
  • Desempenhar outras funções que lhe forem recomendadas pelo Coordenador do Curso.

Requisitos

  • Formação mínima requerida: Licenciatura e Mestrado em Ciências Políticas e Relações Internacionais;
  • Possuir um grau académico mínimo de Mestrado, na área para que concorre;
  • Ter experiência mínima de dois (2) anos de docência no Ensino Superior;
  • Ter capacidade de leccionar nas diferentes disciplinas do curso para que concorre;
  • Ter alto domínio nas diferentes disciplinas do curso para que concorre;
  • Ter conhecimento avançado de informática;
  • Ter disponibilidade para trabalhar a tempo inteiro no ISCED;
  • Ter o grau de Doutor ou estar a frequentar o Doutoramento na respectiva área é uma vantagem;
  • Ter experiência com e-learning e ensino a distância é uma vantagem.

Benefícios

  • Remuneração compatível com a actividade;
  • Bom ambiente de trabalho;
  • Crescimento profissional.

Exigências

  • Carta de Manifestação de Interesse dirigida ao Director Geral do ISCED;
  • Curriculum Vitae;
  • Fotocópia reconhecida dos certificados de habilitações da licenciatura e mestrado;
  • Fotocópia reconhecida de BI;
  • NUIT.

Sobre a Empresa

O Instituto Superior de Ciências e Educação à Distância (ISCED) é uma instituição privada de ensino superior criado por um grupo de moçambicanos, com longa experiência na Educação, duma forma geral, e em especial, na Educação Superior à Distância, desejosos de contribuir com o seu saber para o desenvolvimento do País e do Continente. O ensino à distância possibilita-nos ter uma formação onde o seu estudo é feito onde, quando e como quisermos. Usufruir de uma formação que abarca milhares de pessoas ao mesmo tempo, em todo o mundo.

Email: [email protected]

Validade: 15/09/2017

O Instituto Superior de Ciências e Educação à Distância (ISCED) pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Tutor na área de Ensino de Português.

Funções

  • Assessorar o coordenador do curso na gestão dos processos académicos;
  • Tutorar diferentes módulos do respectivo curso;
  • Avaliar o processo de aprendizagem dos estudantes;
  • Acompanhar o trabalho dos outros tutores afectos no ISCED a tempo parcial;
  • Emitir pareceres necessários para um bom andamento dos processos académicos do curso;
  • Trabalhar com o sistema esura;
  • Atender e dar vazão as diferentes solicitações dos estudantes;
  • Actualizar os conteúdos temáticos do respectivo módulo, na plataforma online;
  • Dirigir, assistir e apoiar pedagógica, social, administrativa e tecnicamente o estudante na aprendizagem;
  • Desenvolver, no estudante, uma aprendizagem motivadora e assegurar o cumprimento dos objectivos de aprendizagem;
  • Utilizar intensamente as tecnologias da informação e comunicação de forma que estas contribuam para o aprendizado dos estudantes, através de um trabalho cooperativo, colaborativo e interactivo com os mesmos;
  • Orientar as sessões presenciais e online programadas com os estudantes;
  • Fornecer feedback à Direcção Académica sobre os materiais de estudos e as dificuldades dos estudantes;
  • Servir de intermédio entre a instituição e os estudantes, prestando esclarecimentos das dúvidas que estes tiverem;
  • Elaborar e submeter propostas à Direcção Académica que julgar pertinentes para a melhoria do processo de aprendizagem dos estudantes;
  • Desempenhar outras funções que lhe forem recomendadas pelo Coordenador do Curso.

Requisitos

  • Formação mínima requerida: Licenciatura e Mestrado em Ensino de História;
  • Possuir um grau académico mínimo de Mestrado, na área para que concorre;
  • Ter experiência mínima de dois (2) anos de docência no Ensino Superior;
  • Ter capacidade de leccionar nas diferentes disciplinas do curso para que concorre;
  • Ter alto domínio nas diferentes disciplinas do curso para que concorre;
  • Ter conhecimento avançado de informática;
  • Ter disponibilidade para trabalhar a tempo inteiro no ISCED;
  • Ter o grau de Doutor ou estar a frequentar o Doutoramento na respectiva área é uma vantagem;
  • Ter experiência com e-learning e ensino a distância é uma vantagem.

Benefícios

  • Remuneração compatível com a actividade;
  • Bom ambiente de trabalho;
  • Crescimento profissional.

Exigências

  • Carta de Manifestação de Interesse dirigida ao Director Geral do ISCED;
  • Curriculum Vitae;
  • Fotocópia reconhecida dos certificados de habilitações da licenciatura e mestrado;
  • Fotocópia reconhecida de BI;
  • NUIT.

Sobre a Empresa

O Instituto Superior de Ciências e Educação à Distância (ISCED) é uma instituição privada de ensino superior criado por um grupo de moçambicanos, com longa experiência na Educação, duma forma geral, e em especial, na Educação Superior à Distância, desejosos de contribuir com o seu saber para o desenvolvimento do País e do Continente. O ensino à distância possibilita-nos ter uma formação onde o seu estudo é feito onde, quando e como quisermos. Usufruir de uma formação que abarca milhares de pessoas ao mesmo tempo, em todo o mundo.

Email: [email protected]

Validade: 15/09/2017

O Instituto Superior de Ciências e Educação à Distância (ISCED) pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Tutor na área de Gestão de História.

Funções

  • Assessorar o coordenador do curso na gestão dos processos académicos;
  • Tutorar diferentes módulos do respectivo curso;
  • Avaliar o processo de aprendizagem dos estudantes;
  • Acompanhar o trabalho dos outros tutores afectos no ISCED a tempo parcial;
  • Emitir pareceres necessários para um bom andamento dos processos académicos do curso;
  • Trabalhar com o sistema esura;
  • Atender e dar vazão as diferentes solicitações dos estudantes;
  • Actualizar os conteúdos temáticos do respectivo módulo, na plataforma online;
  • Dirigir, assistir e apoiar pedagógica, social, administrativa e tecnicamente o estudante na aprendizagem;
  • Desenvolver, no estudante, uma aprendizagem motivadora e assegurar o cumprimento dos objectivos de aprendizagem;
  • Utilizar intensamente as tecnologias da informação e comunicação de forma que estas contribuam para o aprendizado dos estudantes, através de um trabalho cooperativo, colaborativo e interactivo com os mesmos;
  • Orientar as sessões presenciais e online programadas com os estudantes;
  • Fornecer feedback à Direcção Académica sobre os materiais de estudos e as dificuldades dos estudantes;
  • Servir de intermédio entre a instituição e os estudantes, prestando esclarecimentos das dúvidas que estes tiverem;
  • Elaborar e submeter propostas à Direcção Académica que julgar pertinentes para a melhoria do processo de aprendizagem dos estudantes;
  • Desempenhar outras funções que lhe forem recomendadas pelo Coordenador do Curso.

Requisitos

  • Formação mínima requerida: Licenciatura e Mestrado em Ensino de História;
  • Possuir um grau académico mínimo de Mestrado, na área para que concorre;
  • Ter experiência mínima de dois (2) anos de docência no Ensino Superior;
  • Ter capacidade de leccionar nas diferentes disciplinas do curso para que concorre;
  • Ter alto domínio nas diferentes disciplinas do curso para que concorre;
  • Ter conhecimento avançado de informática;
  • Ter disponibilidade para trabalhar a tempo inteiro no ISCED;
  • Ter o grau de Doutor ou estar a frequentar o Doutoramento na respectiva área é uma vantagem;
  • Ter experiência com e-learning e ensino a distância é uma vantagem.

Benefícios

  • Remuneração compatível com a actividade;
  • Bom ambiente de trabalho;
  • Crescimento profissional.

Exigências

  • Carta de Manifestação de Interesse dirigida ao Director Geral do ISCED;
  • Curriculum Vitae;
  • Fotocópia reconhecida dos certificados de habilitações da licenciatura e mestrado;
  • Fotocópia reconhecida de BI;
  • NUIT.

Sobre a Empresa

O Instituto Superior de Ciências e Educação à Distância (ISCED) é uma instituição privada de ensino superior criado por um grupo de moçambicanos, com longa experiência na Educação, duma forma geral, e em especial, na Educação Superior à Distância, desejosos de contribuir com o seu saber para o desenvolvimento do País e do Continente. O ensino à distância possibilita-nos ter uma formação onde o seu estudo é feito onde, quando e como quisermos. Usufruir de uma formação que abarca milhares de pessoas ao mesmo tempo, em todo o mundo.

Email: [email protected]

Validade: 15/09/2017

O Instituto Superior de Ciências e Educação à Distância (ISCED) pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Tutor na área de Ensino de Geografia.

Funções

  • Assessorar o coordenador do curso na gestão dos processos académicos;
  • Tutorar diferentes módulos do respectivo curso;
  • Avaliar o processo de aprendizagem dos estudantes;
  • Acompanhar o trabalho dos outros tutores afectos no ISCED a tempo parcial;
  • Emitir pareceres necessários para um bom andamento dos processos académicos do curso;
  • Trabalhar com o sistema esura;
  • Atender e dar vazão as diferentes solicitações dos estudantes;
  • Actualizar os conteúdos temáticos do respectivo módulo, na plataforma online;
  • Dirigir, assistir e apoiar pedagógica, social, administrativa e tecnicamente o estudante na aprendizagem;
  • Desenvolver, no estudante, uma aprendizagem motivadora e assegurar o cumprimento dos objectivos de aprendizagem;
  • Utilizar intensamente as tecnologias da informação e comunicação de forma que estas contribuam para o aprendizado dos estudantes, através de um trabalho cooperativo, colaborativo e interactivo com os mesmos;
  • Orientar as sessões presenciais e online programadas com os estudantes;
  • Fornecer feedback à Direcção Académica sobre os materiais de estudos e as dificuldades dos estudantes;
  • Servir de intermédio entre a instituição e os estudantes, prestando esclarecimentos das dúvidas que estes tiverem;
  • Elaborar e submeter propostas à Direcção Académica que julgar pertinentes para a melhoria do processo de aprendizagem dos estudantes;
  • Desempenhar outras funções que lhe forem recomendadas pelo Coordenador do Curso.

Requisitos

  • Formação mínima requerida: Licenciatura e Mestrado em Ensino de Geografia;
  • Possuir um grau académico mínimo de Mestrado, na área para que concorre;
  • Ter experiência mínima de dois (2) anos de docência no Ensino Superior;
  • Ter capacidade de leccionar nas diferentes disciplinas do curso para que concorre;
  • Ter alto domínio nas diferentes disciplinas do curso para que concorre;
  • Ter conhecimento avançado de informática;
  • Ter disponibilidade para trabalhar a tempo inteiro no ISCED;
  • Ter o grau de Doutor ou estar a frequentar o Doutoramento na respectiva área é uma vantagem;
  • Ter experiência com e-learning e ensino a distância é uma vantagem.

Benefícios

  • Remuneração compatível com a actividade;
  • Bom ambiente de trabalho;
  • Crescimento profissional.

Exigências

  • Carta de Manifestação de Interesse dirigida ao Director Geral do ISCED;
  • Curriculum Vitae;
  • Fotocópia reconhecida dos certificados de habilitações da licenciatura e mestrado;
  • Fotocópia reconhecida de BI;
  • NUIT.

Sobre a Empresa

O Instituto Superior de Ciências e Educação à Distância (ISCED) é uma instituição privada de ensino superior criado por um grupo de moçambicanos, com longa experiência na Educação, duma forma geral, e em especial, na Educação Superior à Distância, desejosos de contribuir com o seu saber para o desenvolvimento do País e do Continente. O ensino à distância possibilita-nos ter uma formação onde o seu estudo é feito onde, quando e como quisermos. Usufruir de uma formação que abarca milhares de pessoas ao mesmo tempo, em todo o mundo.

Email: [email protected]

Validade: 15/09/2017

O Instituto Superior de Ciências e Educação à Distância (ISCED) pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Tutor na área de Gestão de Sistemas de Informação.

Funções

  • Assessorar o coordenador do curso na gestão dos processos académicos;
  • Tutorar diferentes módulos do respectivo curso;
  • Avaliar o processo de aprendizagem dos estudantes;
  • Acompanhar o trabalho dos outros tutores afectos no ISCED a tempo parcial;
  • Emitir pareceres necessários para um bom andamento dos processos académicos do curso;
  • Trabalhar com o sistema esura;
  • Atender e dar vazão as diferentes solicitações dos estudantes;
  • Actualizar os conteúdos temáticos do respectivo módulo, na plataforma online;
  • Dirigir, assistir e apoiar pedagógica, social, administrativa e tecnicamente o estudante na aprendizagem;
  • Desenvolver, no estudante, uma aprendizagem motivadora e assegurar o cumprimento dos objectivos de aprendizagem;
  • Utilizar intensamente as tecnologias da informação e comunicação de forma que estas contribuam para o aprendizado dos estudantes, através de um trabalho cooperativo, colaborativo e interactivo com os mesmos;
  • Orientar as sessões presenciais e online programadas com os estudantes;
  • Fornecer feedback à Direcção Académica sobre os materiais de estudos e as dificuldades dos estudantes;
  • Servir de intermédio entre a instituição e os estudantes, prestando esclarecimentos das dúvidas que estes tiverem;
  • Elaborar e submeter propostas à Direcção Académica que julgar pertinentes para a melhoria do processo de aprendizagem dos estudantes;
  • Desempenhar outras funções que lhe forem recomendadas pelo Coordenador do Curso.

Requisitos

  • Formação mínima requerida: Licenciatura e Mestrado em Gestão de Sistemas de Informação;
  • Possuir um grau académico mínimo de Mestrado, na área para que concorre;
  • Ter experiência mínima de dois (2) anos de docência no Ensino Superior;
  • Ter capacidade de leccionar nas diferentes disciplinas do curso para que concorre;
  • Ter alto domínio nas diferentes disciplinas do curso para que concorre;
  • Ter conhecimento avançado de informática;
  • Ter disponibilidade para trabalhar a tempo inteiro no ISCED;
  • Ter o grau de Doutor ou estar a frequentar o Doutoramento na respectiva área é uma vantagem;
  • Ter experiência com e-learning e ensino a distância é uma vantagem.

Benefícios

  • Remuneração compatível com a actividade;
  • Bom ambiente de trabalho;
  • Crescimento profissional.

Exigências

  • Carta de Manifestação de Interesse dirigida ao Director Geral do ISCED;
  • Curriculum Vitae;
  • Fotocópia reconhecida dos certificados de habilitações da licenciatura e mestrado;
  • Fotocópia reconhecida de BI;
  • NUIT.

Sobre a Empresa

O Instituto Superior de Ciências e Educação à Distância (ISCED) é uma instituição privada de ensino superior criado por um grupo de moçambicanos, com longa experiência na Educação, duma forma geral, e em especial, na Educação Superior à Distância, desejosos de contribuir com o seu saber para o desenvolvimento do País e do Continente. O ensino à distância possibilita-nos ter uma formação onde o seu estudo é feito onde, quando e como quisermos. Usufruir de uma formação que abarca milhares de pessoas ao mesmo tempo, em todo o mundo.

Email: [email protected]

Validade: 15/09/2017

O Instituto Superior de Ciências e Educação à Distância (ISCED) pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Tutor na área de Gestão de Empresas.

Funções

  • Assessorar o coordenador do curso na gestão dos processos académicos;
  • Tutorar diferentes módulos do respectivo curso;
  • Avaliar o processo de aprendizagem dos estudantes;
  • Acompanhar o trabalho dos outros tutores afectos no ISCED a tempo parcial;
  • Emitir pareceres necessários para um bom andamento dos processos académicos do curso;
  • Trabalhar com o sistema esura;
  • Atender e dar vazão as diferentes solicitações dos estudantes;
  • Actualizar os conteúdos temáticos do respectivo módulo, na plataforma online;
  • Dirigir, assistir e apoiar pedagógica, social, administrativa e tecnicamente o estudante na aprendizagem;
  • Desenvolver, no estudante, uma aprendizagem motivadora e assegurar o cumprimento dos objectivos de aprendizagem;
  • Utilizar intensamente as tecnologias da informação e comunicação de forma que estas contribuam para o aprendizado dos estudantes, através de um trabalho cooperativo, colaborativo e interactivo com os mesmos;
  • Orientar as sessões presenciais e online programadas com os estudantes;
  • Fornecer feedback à Direcção Académica sobre os materiais de estudos e as dificuldades dos estudantes;
  • Servir de intermédio entre a instituição e os estudantes, prestando esclarecimentos das dúvidas que estes tiverem;
  • Elaborar e submeter propostas à Direcção Académica que julgar pertinentes para a melhoria do processo de aprendizagem dos estudantes;
  • Desempenhar outras funções que lhe forem recomendadas pelo Coordenador do Curso.

Requisitos

  • Formação mínima requerida: Licenciatura e Mestrado em Gestão de Empresas;
  • Possuir um grau académico mínimo de Mestrado, na área para que concorre;
  • Ter experiência mínima de dois (2) anos de docência no Ensino Superior;
  • Ter capacidade de leccionar nas diferentes disciplinas do curso para que concorre;
  • Ter alto domínio nas diferentes disciplinas do curso para que concorre;
  • Ter conhecimento avançado de informática;
  • Ter disponibilidade para trabalhar a tempo inteiro no ISCED;
  • Ter o grau de Doutor ou estar a frequentar o Doutoramento na respectiva área é uma vantagem;
  • Ter experiência com e-learning e ensino a distância é uma vantagem.

Benefícios

  • Remuneração compatível com a actividade;
  • Bom ambiente de trabalho;
  • Crescimento profissional.

Exigências

  • Carta de Manifestação de Interesse dirigida ao Director Geral do ISCED;
  • Curriculum Vitae;
  • Fotocópia reconhecida dos certificados de habilitações da licenciatura e mestrado;
  • Fotocópia reconhecida de BI;
  • NUIT.

Sobre a Empresa

O Instituto Superior de Ciências e Educação à Distância (ISCED) é uma instituição privada de ensino superior criado por um grupo de moçambicanos, com longa experiência na Educação, duma forma geral, e em especial, na Educação Superior à Distância, desejosos de contribuir com o seu saber para o desenvolvimento do País e do Continente. O ensino à distância possibilita-nos ter uma formação onde o seu estudo é feito onde, quando e como quisermos. Usufruir de uma formação que abarca milhares de pessoas ao mesmo tempo, em todo o mundo.

Email: [email protected]e.org.mz

Validade: 15/09/2017

Local: Inhambane e Maputo

O Centro de Colaboração em Saúde (CCS) pretende recrutar para o seu quadro pessoal um (1) Assessor de Técnico.

Requisitos

  • Mestrado em Saúde Pública ou áreas afins constitui uma vantagem;
  • Licenciatura em Medicina ou em áreas afins;
  • Mínimo de sete (7) anos de experiência em desenvolvimento, gestão, implementação, acompanhamento e avaliação de programas, de preferência de HIV/SIDA constitui vantagem;
  • Familiaridade com o Serviço Nacional de Saúde;
  • Fluência verbal e escrita em Português e Inglês;
  • Proficiência em Microsoft Office na óptica do utilizador;
  • Capacidade de identificação de necessidades;
  • Habilidades de comunicação, coordenação e trabalho em equipa;
  • Capacidade de trabalhar com autonomia e responsabilidade;
  • Habilidade para realizar múltiplas tarefas e gerir efectivamente situações de pressão.

Exigências

  • Carta de Apresentação;
  • Curriculum Vitae, detalhando as experiências relevantes e referências.

Nota: Indicar no assunto: “Assessor(a) de Técnico(a)”

Email: [email protected]

Validade: 15/09/2017

Local: Maputo

O Centro de Colaboração em Saúde (CCS) pretende recrutar para o seu quadro pessoal um (1) Assessor de Envolvimento Comunitário.

Requisitos

  • Mestrado em Saúde Pública ou áreas afins constitui uma vantagem;
  • Licenciatura em Psicologia, Sociologia ou áreas afins;
  • Experiência mínima de sete (7) anos na área de envolvimento comunitário para a mudança de comportamento;
  • Experiência em gestão de saúde pública ou de programas de HIV/SIDA constitui vantagem;
  • Familiaridade com o Serviço Nacional de Saúde e Programa de Acção Social;
  • Conhecimento da Lei dos órgãos Locais do Estado (LOLE);
  • Experiência comprovada em gestão, supervisão e monitoria e avaliação de programas;
  • Proficiência em Microsoft Office na óptica do utilizador;
  • Fluência verbal e escrita em Português e Inglês;
  • Capacidade de trabalhar com autonomia e responsabilidade;
  • Habilidades de comunicação, coordenação e trabalho em equipa;
  • Disponibilidade para viajar.

Exigências

  • Carta de Apresentação;
  • Curriculum Vitae, detalhando as experiências relevantes e referências.

Nota: Indicar no assunto: “Assessor(a) de Envolvimento Comunitário”

Email: [email protected]

Validade: 15/09/2017

O Instituto Superior de Ciências e Educação à Distância (ISCED) pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Chefe de Departamento.

Funções

  • Supervisionar a elaboração dos currículos, plano de estudo, módulo e outros materiais de estudo;
  • Organizar e monitorar os processos de avaliação;
  • Elaborar o plano de actividade do Departamento;
  • Aprovar e supervisionar os planos de actividades dos colaboradores, tutores e técnicos pedagógicos;
  • Elaborar a proposta do calendário académico e de graduação e criar condições para a respectiva cerimónia;
  • Definir a programação dos encontros presenciais;
  • Monitorar a implementação do calendário e horários académicos;
  • Efectuar visitas de monitoria aos centros de recursos e produzir os respectivos relatórios;
  • Coordenador a formação contínua e o desenvolvimento profissional do pessoal académico, técnico e administrativo afecto ao programa;
  • Propor ao Director Académico a nomeação ou exoneração de coordenadores de curso, tutores e assistentes;
  • Coordenar o funcionamento dos cursos e assegurar o cumprimento dos planos e calendários de avaliação e exames;
  • Propor ao director académico a introdução de novos cursos em função da demanda do mercado;
  • Assegurar o cumprimento das leis, regulamentos e outros documentos normativos aprovados pelo Governo e pelo órgão competentes do ISCED;
  • Exercer as demais funções que lhe sejam delegadas pelo Director Académico.

Requisitos

  • Possuir um grau académico mínimo de Mestrado, na área para que concorre;
  • Ter experiência mínima de cinco (5) anos de docência no Ensino Superior;
  • Ter experiência mínima de três (3) anos de gestão de processos académicos;
  • Ter alto domínio nas diferentes disciplinas do curso para que concorre;
  • Ter conhecimento avançado de informática;
  • Ter disponibilidade para trabalhar a tempo inteiro no ISCED;
  • Ter o grau de Doutor ou estar a frequentar o Doutoramento na respectiva área é uma vantagem;
  • Ter experiência com e-learning e ensino a distância é uma vantagem.

Benefícios

  • Remuneração compatível com a actividade;
  • Bom ambiente de trabalho;
  • Crescimento profissional.

Exigências

  • Carta de Manifestação de Interesse dirigida ao Director Geral do ISCED;
  • Curriculum Vitae;
  • Fotocópia reconhecida dos certificados de habilitações da licenciatura e mestrado;
  • Fotocópia reconhecida de BI;
  • NUIT.

Sobre a Empresa

O Instituto Superior de Ciências e Educação à Distância (ISCED) é uma instituição privada de ensino superior criado por um grupo de moçambicanos, com longa experiência na Educação, duma forma geral, e em especial, na Educação Superior à Distância, desejosos de contribuir com o seu saber para o desenvolvimento do País e do Continente. O ensino à distância possibilita-nos ter uma formação onde o seu estudo é feito onde, quando e como quisermos. Usufruir de uma formação que abarca milhares de pessoas ao mesmo tempo, em todo o mundo.

Email: [email protected]

Validade: 15/09/2017

O Instituto Superior de Ciências e Educação à Distância (ISCED) pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Coordenador do Curso de Ensino de Português.

Funções

  • Assistir o chefe do departamento na coordenação, acompanhamento e avaliação das actividades académicas do respectivo curso;
  • Participar das actividades de capacitação e de actualização dos docentes/ tutores desenvolvidas no ISCED;
  • Participar dos grupos de trabalho para o desenvolvimento de metodologias, elaboração de materiais didácticos para a modalidade a distância e sistema de avaliação do aluno;
  • Realizar a planificação e desenvolvimento das actividades de selecção e capacitação dos profissionais envolvidos nos cursos de licenciatura;
  • Acompanhar as sessões de avaliação do aluno;
  • Participar dos fóruns virtuais e presenciais relacionados com a gestão do programa;
  • Acompanhar “in loco” o andamento do curso;
  • Acompanhar e supervisionar as actividades dos tutores/ docentes;
  • Emitir pareceres para o chefe do departamento de programa sobre aspectos que julgue pertinentes para o bom andamento das actividades de ensino, pesquisa e de extensão;
  • Representar o curso no âmbito interno e externo;
  • Convocar e presidir reuniões do pessoal adstrito ao curso;
  • Estabelecer a relação institucional com os centros de recursos;
  • Coordenar o desenvolvimento das disciplinas;
  • Coordenar o trabalho dos tutores;
  • Controlar o processo de avaliação pedagógica nas diferentes disciplinas do curso;
  • Exercer as demais funções que lhe forem atribuídas pelo chefe de departamento de programa.

Requisitos

  • Formação mínima requerida: Licenciatura e Mestrado em Ensino de Português;
  • Possuir um grau académico mínimo de Mestrado, na área para que concorre;
  • Ter experiência mínima de três (3) anos de docência no Ensino Superior;
  • Ter experiência mínima de dois (2) anos de gestão de processos académicos;
  • Ter conhecimento avançado de informática;
  • Ter alto domínio nas diferentes disciplinas do curso para que concorre;
  • Ter disponibilidade para trabalhar a tempo inteiro no ISCED;
  • Ter o grau de Doutor ou estar a frequentar o Doutoramento na respectiva área é uma vantagem;
  • Ter experiência com e-learning e ensino a distância é uma vantagem.

Benefícios

  • Remuneração compatível com a actividade;
  • Bom ambiente de trabalho;
  • Crescimento profissional.

Exigências

  • Carta de Manifestação de Interesse dirigida ao Director Geral do ISCED;
  • Curriculum Vitae;
  • Fotocópia reconhecida dos certificados de habilitações da licenciatura e mestrado;
  • Fotocópia reconhecida de BI;
  • NUIT.

Sobre a Empresa

O Instituto Superior de Ciências e Educação à Distância (ISCED) é uma instituição privada de ensino superior criado por um grupo de moçambicanos, com longa experiência na Educação, duma forma geral, e em especial, na Educação Superior à Distância, desejosos de contribuir com o seu saber para o desenvolvimento do País e do Continente. O ensino à distância possibilita-nos ter uma formação onde o seu estudo é feito onde, quando e como quisermos. Usufruir de uma formação que abarca milhares de pessoas ao mesmo tempo, em todo o mundo.

Email: [email protected]

Validade: 15/09/2017

O Instituto Superior de Ciências e Educação à Distância (ISCED) pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Coordenador do Curso de Ensino de História.

Funções

  • Assistir o chefe do departamento na coordenação, acompanhamento e avaliação das actividades académicas do respectivo curso;
  • Participar das actividades de capacitação e de actualização dos docentes/ tutores desenvolvidas no ISCED;
  • Participar dos grupos de trabalho para o desenvolvimento de metodologias, elaboração de materiais didácticos para a modalidade a distância e sistema de avaliação do aluno;
  • Realizar a planificação e desenvolvimento das actividades de selecção e capacitação dos profissionais envolvidos nos cursos de licenciatura;
  • Acompanhar as sessões de avaliação do aluno;
  • Participar dos fóruns virtuais e presenciais relacionados com a gestão do programa;
  • Acompanhar “in loco” o andamento do curso;
  • Acompanhar e supervisionar as actividades dos tutores/ docentes;
  • Emitir pareceres para o chefe do departamento de programa sobre aspectos que julgue pertinentes para o bom andamento das actividades de ensino, pesquisa e de extensão;
  • Representar o curso no âmbito interno e externo;
  • Convocar e presidir reuniões do pessoal adstrito ao curso;
  • Estabelecer a relação institucional com os centros de recursos;
  • Coordenar o desenvolvimento das disciplinas;
  • Coordenar o trabalho dos tutores;
  • Controlar o processo de avaliação pedagógica nas diferentes disciplinas do curso;
  • Exercer as demais funções que lhe forem atribuídas pelo chefe de departamento de programa.

Requisitos

  • Formação mínima requerida: Licenciatura e Mestrado em Ensino de História;
  • Possuir um grau académico mínimo de Mestrado, na área para que concorre;
  • Ter experiência mínima de três (3) anos de docência no Ensino Superior;
  • Ter experiência mínima de dois (2) anos de gestão de processos académicos;
  • Ter conhecimento avançado de informática;
  • Ter alto domínio nas diferentes disciplinas do curso para que concorre;
  • Ter disponibilidade para trabalhar a tempo inteiro no ISCED;
  • Ter o grau de Doutor ou estar a frequentar o Doutoramento na respectiva área é uma vantagem;
  • Ter experiência com e-learning e ensino a distância é uma vantagem.

Benefícios

  • Remuneração compatível com a actividade;
  • Bom ambiente de trabalho;
  • Crescimento profissional.

Exigências

  • Carta de Manifestação de Interesse dirigida ao Director Geral do ISCED;
  • Curriculum Vitae;
  • Fotocópia reconhecida dos certificados de habilitações da licenciatura e mestrado;
  • Fotocópia reconhecida de BI;
  • NUIT.

Sobre a Empresa

O Instituto Superior de Ciências e Educação à Distância (ISCED) é uma instituição privada de ensino superior criado por um grupo de moçambicanos, com longa experiência na Educação, duma forma geral, e em especial, na Educação Superior à Distância, desejosos de contribuir com o seu saber para o desenvolvimento do País e do Continente. O ensino à distância possibilita-nos ter uma formação onde o seu estudo é feito onde, quando e como quisermos. Usufruir de uma formação que abarca milhares de pessoas ao mesmo tempo, em todo o mundo.

Email: [email protected]

Validade: 15/09/2017

O Instituto Superior de Ciências e Educação à Distância (ISCED) pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Coordenador do Curso de Ensino de Geografia.

Funções

  • Assistir o chefe do departamento na coordenação, acompanhamento e avaliação das actividades académicas do respectivo curso;
  • Participar das actividades de capacitação e de actualização dos docentes/ tutores desenvolvidas no ISCED;
  • Participar dos grupos de trabalho para o desenvolvimento de metodologias, elaboração de materiais didácticos para a modalidade a distância e sistema de avaliação do aluno;
  • Realizar a planificação e desenvolvimento das actividades de selecção e capacitação dos profissionais envolvidos nos cursos de licenciatura;
  • Acompanhar as sessões de avaliação do aluno;
  • Participar dos fóruns virtuais e presenciais relacionados com a gestão do programa;
  • Acompanhar “in loco” o andamento do curso;
  • Acompanhar e supervisionar as actividades dos tutores/ docentes;
  • Emitir pareceres para o chefe do departamento de programa sobre aspectos que julgue pertinentes para o bom andamento das actividades de ensino, pesquisa e de extensão;
  • Representar o curso no âmbito interno e externo;
  • Convocar e presidir reuniões do pessoal adstrito ao curso;
  • Estabelecer a relação institucional com os centros de recursos;
  • Coordenar o desenvolvimento das disciplinas;
  • Coordenar o trabalho dos tutores;
  • Controlar o processo de avaliação pedagógica nas diferentes disciplinas do curso;
  • Exercer as demais funções que lhe forem atribuídas pelo chefe de departamento de programa.

Requisitos

  • Formação mínima requerida: Licenciatura e Mestrado em Ensino de Geografia;
  • Possuir um grau académico mínimo de Mestrado, na área para que concorre;
  • Ter experiência mínima de três (3) anos de docência no Ensino Superior;
  • Ter experiência mínima de dois (2) anos de gestão de processos académicos;
  • Ter conhecimento avançado de informática;
  • Ter alto domínio nas diferentes disciplinas do curso para que concorre;
  • Ter disponibilidade para trabalhar a tempo inteiro no ISCED;
  • Ter o grau de Doutor ou estar a frequentar o Doutoramento na respectiva área é uma vantagem;
  • Ter experiência com e-learning e ensino a distância é uma vantagem.

Benefícios

  • Remuneração compatível com a actividade;
  • Bom ambiente de trabalho;
  • Crescimento profissional.

Exigências

  • Carta de Manifestação de Interesse dirigida ao Director Geral do ISCED;
  • Curriculum Vitae;
  • Fotocópia reconhecida dos certificados de habilitações da licenciatura e mestrado;
  • Fotocópia reconhecida de BI;
  • NUIT.

Sobre a Empresa

O Instituto Superior de Ciências e Educação à Distância (ISCED) é uma instituição privada de ensino superior criado por um grupo de moçambicanos, com longa experiência na Educação, duma forma geral, e em especial, na Educação Superior à Distância, desejosos de contribuir com o seu saber para o desenvolvimento do País e do Continente. O ensino à distância possibilita-nos ter uma formação onde o seu estudo é feito onde, quando e como quisermos. Usufruir de uma formação que abarca milhares de pessoas ao mesmo tempo, em todo o mundo.