Advertisements

Oficial de Projecto de Saúde Migratória

7 horas ago Sem categoria

Comentários desativados em Oficial de Projecto de Saúde Migratória

Validade: 01/05/2018

Local: Maputo

A Organização Internacional para as Migrações (OIM) pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Oficial de Projecto de Saúde Migratória.

Funções Principais/ Responsabilidades

  • Actuar como ponto focal da OIM em Moçambique para o Projecto SRHR-HIV Knows No Borders e coordenar a implementação do projecto nas províncias de Maputo e Tete;
  • Supervisionar o monitoramento e avaliação dos projectos da OIM no departamento de Migração de Saúde;
  • Garantir o desenvolvimento de sistemas e ferramentas de monitoramento e avaliação de programas, em coordenação com a gestão de programas; Assegurar que as disposições de monitorização e avaliação cumprem os acordos dos doadores e os requisitos do programa;
  • Desenvolver e operacionalizar ferramentas de monitoramento e avaliação para os projectos que se enquadram nos projectos SRHR-HIV Knows No Borders e outros projectos relevantes;
  • Melhorar a capacidade dos Parceiros Implementadores no uso de ferramentas de M & A, sistema de M & A, redacção trimestral de relatórios para os doadores e conceitos de M & A;
  • Desenvolver instrumentos e articular-se com o pessoal de saúde nas unidades de saúde do Ministério da Saúde para melhorar a detecção de casos de doenças prioritárias (HIV, tuberculose, malária, etc.) entre as comunidades afectadas pela migração;
  • Colaborar com a equipe da OIM e com os parceiros de implementação nos aspectos de monitoramento quantitativo e qualitativo para fornecer informações relevantes para o gerenciamento do desempenho e avaliação das actividades do programa/ projecto, e para cumprir com os requisitos de relatórios regulares; 7. Participar e contribuir com o Grupo de Referência de M & A das Nações Unidas e a Equipe Conjunta das Nações Unidas sobre HIV/ SIDA em nome da OIM e assegurar que o planeamento e as realizações dos programas/ projectos da OIM sejam reflectidos e actualizados em tempo hábil. Abordagem de gestão baseada em gestão (RBM);
  • Apoiar a implementação de resultados relacionados com a análise e inclusão de indicadores relevantes que medem a saúde dos migrantes nos sistemas nacionais e outros sistemas de informação e vigilância da saúde;
  • Apoiar activamente o CoM na angariação de fundos e ligação dos doadores para projectos de saúde e fazer o subsequente desenvolvimento do projecto para a OIM Moçambique;
  • Actuar como Ponto Focal de Segurança da OIM em Moçambique;
  • Execute outros deveres que possam ser atribuídos.

Qualificações e Experiência Exigidas

Educação

  • Mestrado em Ciências Políticas ou Sociais, Direito e/ou Relações Internacionais ou área afim de uma instituição académica credenciada com cinco anos de relevante experiência profissional; ou
    Diploma Universitário nos campos acima com sete anos de experiência profissional relevante.

Experiência

  • Experiência substancial na implementação de projectos e no desenho e implementação de planos de monitoramento e avaliação, preferencialmente com experiência no campo de pesquisa, monitoramento e/ou avaliação;
  • Conhecimento substancial de conceitos, políticas, ferramentas e instrumentos de Saúde Pública;
  • Experiência comprovada com abordagens de planeamento estratégico, métodos e abordagens de M & A, planeamento e implementação de sistemas de M & A, análise de informações/ dados e redacção de relatórios;
  • Experiência passada trabalhando com a OIM ou outras ONGs internacionais e parceiros da ONU, uma vantagem distinta.

Línguas

  • A fluência em Inglês é necessária. O conhecimento prático do Português é uma vantagem.

Competências Desejáveis

Comportamental

  • Responsabilidade – assume a responsabilidade pela acção e gerência as críticas construtivas;
  • Orientação ao Cliente – funciona bem com o cliente e as partes interessadas;
  • Aprendizagem Contínua – promove a aprendizagem contínua para si e para os outros;
  • Comunicação – ouve e comunica com clareza, adaptando a entrega ao público;
  • Criatividade e Iniciativa – busca activamente novas formas de melhorar programas ou serviços;
  • Liderança e Negociação – desenvolve parcerias efectivas com stakeholders internos e externos;
  • Gerenciamento de Desempenho – identifique formas e implemente acções para melhorar o desempenho de si e dos outros;
  • Planeamento e organização – planeia o trabalho, antecipa riscos e estabelece metas dentro da área de responsabilidade;
  • Profissionalismo – mostra o domínio do assunto;
  • Trabalho em equipe – contribui para um ambiente de equipe colegial; incorpora necessidades, perspectivas e preocupações relacionadas a género e promove a participação igualitária de género;
  • Consciência Tecnológica – mostra a consciência de soluções tecnológicas relevantes;
  • Mobilização de recursos – trabalha com partes interessadas internas e externas para atender às necessidades de recursos da OIM.

De outros

  • Pessoal profissional recrutado internacionalmente é obrigado a ser móvel. Para esta categoria de pessoal, os candidatos;
  • Os nacionais do país da estação de serviço não podem ser considerados elegíveis;
  • Qualquer oferta feita ao candidato em relação a este aviso de vaga está sujeita a confirmação de financiamento;
  • A nomeação estará sujeita à certificação de que o candidato é medicamente apto para nomeação, credenciamento, quaisquer requisitos de residência ou visto e autorizações de segurança.
Advertisements

Deputy Country Director

10 horas ago Sem categoria

Comentários desativados em Deputy Country Director

Sector Leader Agriculture

10 horas ago Sem categoria

Comentários desativados em Sector Leader Agriculture

Energy Engineer

13 horas ago Sem categoria

Comentários desativados em Energy Engineer

Especialista em Protecção Vegetal

Abril 18, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Especialista em Protecção Vegetal

Endereço: Rua Mukumbura, nº 285 – Maputo

Email: [email protected]

Validade: 20/04/2018

Local: Maputo

Duração: 12 meses

A FAO Moçambique pretende recrutar para o seu quadro pessoal um (1) Especialista em Protecção de Plantas para apoiar o Ministério da Agricultura e Segurança Alimentar (MASA) no estabelecimento de sistemas de monitoria e controlo de pragas e doenças, com particular atenção para a Lagarta do Funil do Milho (LFM). Nesse sentido, convida os candidatos qualificados a apresentarem as suas candidaturas para o posto de Especialista em Protecção Vegetal.

Responsabilidades

  • Coordenar e elaborar com a equipa de cientistas sobre aspectos técnicos para o controlo da LFM e dar sua contribuição e aconselhamento;
  • Apoiar o MASA a estabelecer um Sistemas de vigilância e monitoria da presença da LFM assegurando a participação dos parceiros do sector;
  • Identificar as necessidades de capacitação para os agentes de extensão;
  • Apoiar na coordenação e implementação do Plano de Acção da LFM.

Requisitos

Qualificações Académicas:

  • Pelo menos o nível de Mestrado em áreas relacionadas com Ciências das Plantas.

Experiência de Trabalho:

  • Pelo menos dez (10) anos de experiência de trabalho em protecção de plantas;
  • Experiência com sistemas de vigilância e monitoria de pragas e doenças.

Outros Requisitos:

  • Fluência em Português e Inglês.

Exigências

  • Carta de Candidatura;
  • Curriculum Vitae.

Nota: Indicar a referência ao número da vaga “VA-2018/002”.

Director de Distribuição & Canais Digitais

Abril 17, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Director de Distribuição & Canais Digitais

Validade: 20/04/2018

Local: Maputo

O Standard Bank pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Director de Distribuição & Canais Digitais.

Objectivo do Trabalho

  • Providenciar a orientação estratégica para Canais Digitais da Banca de Retalho;
  • Liderar a transformação digital para da Banca de Retalho, identificando e aplicando as mudanças necessárias na estrutura organizacional, processos, capacidades, bem como influenciar a cultura para alcançar uma transformação digital bem-sucedida;
  • Catalisar a exploração de tecnologias e novas formas de trabalhar para reduzir a complexidade operacional, melhorar a eficiência e alcançar o crescimento do negócio da Banca de Retalho.

Principais Responsabilidades

Gestão de Canais Digitais: desempenho de negócio e de penetração de canais digitais

  • Responsável pelo plano, desenho e criação de uma estratégia coerente de Canais Digitais que seja complementar na forma como atende os clientes da banca de retalho;
  • Influenciar positivamente a experiência do cliente nos pontos de contacto digitais da banca de retalho (experiências on-line, móveis e celulares);
  • Gerir a componente de vendas cruzadas, através da gama de elementos promocionais, entre os quais, os canais digitais da banca de retalho para se comunicar com os potenciais clientes e os existentes;
  • Garantir a medição do desempenho do investimento, cumprimento de normas, serviço e vendas nos canais digitais, incluindo o desempenho financeiro, maximização de recursos, experiência e satisfação do cliente & Inovação para o desenvolvimento do mercado;
  • Minimizar o nível de reclamações de clientes e falhas de serviço, de acordo com os níveis-padrão do banco e do grupo;
  • Entrega pontual de produtos (por exemplo: cartões; livros de cheque e desembolsos, entre outros), medido pelos níveis alcançados de acordo com o padrão em vigor.

Inovação dos canais digitais e desenvolvimento de mercado:

  • Desenvolvimento de vantagem competitiva distinta em termos de produtos de canais digitais e gama de funcionalidades;
  • Maximizar o tempo de resposta e de execução das mudanças e das demandas ao nível macro e micro, medido pelos níveis de clientes inactivos (digitais e físicos) e optimizar vendas e serviços lucrativos.

Distribuição e Cumprimento do Produto dos Canais (Físicos & Digitais)

  • Responsável por projectar o processo de atendimento, o qual incluirá: planeamento e controle, gestão da qualidade, prazo de entrega e custo de originação de serviços para atender às necessidades do cliente;
  • Responsável por identificar e seleccionar fontes apropriadas de processos de atendimento e distribuição para alcançar a visão global de serviços financeiros

Gestão de Pessoas

  • Responsável por inspirar, motivar, liderar e gerir a equipa;
  • Construir capacidades organizacionais através da avaliação de desempenho de pessoal, bem como estimular o desenvolvimento de habilidades e possíveis requisitos necessários futuramente para assegurar a promotabilidade dos colaboradores;
  • Garantir a implementação estratégica de capital humano assente na orientação para o cliente, liderança, alto-desempenho, inovação e confiança.

Qualificação e Experiência Preferencial

  • Mestrado em Gestão de Negócios ou Mestrado em Ciências Matemáticas;
  • Mínimo de dez (10) anos de experiência de trabalho;
  • Mínimo de oito (8) anos em um ambiente Fintech – serviços financeiros digitalizados (por exemplo, no retalho, sector financeiro, organizações de tecnologia).

Conhecimento/ Competências Técnicas

  • Experiência na condução de iniciativas estratégicas a nível digital/ carteiras móveis/ on-line e gestão de mudança em processos de transformação digital (planeamento, desenho e criação de bancos on-line);
  • Cinco (5) anos de experiência em gestão de pessoas, liderando equipas e motivando pessoas.

Gestor Nacional

Abril 17, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Gestor Nacional

A Eazi Access Rental pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Gestor Nacional.

Descrição do Trabalho

  • Para alcançar os objectivos estratégicos da empresa, implementando tácticas efectivas e alinhadas com os procedimentos e políticas da empresa dentro de uma área de responsabilidade;
  • Para executar a estratégia de vendas da empresa e os objectivos de atendimento ao cliente para o país;
  • Esta posição destina-se a cumprir todas as funções de gestão de filiais na organização dentro de um país especificado, através da identificação e aplicação eficazes de recursos. O encarregado gerenciará a operação e direccionará as actividades de todos os departamentos através dos subordinados relevantes;
  • Realizar inspecções no local de trabalho, auditar os requisitos internos de segurança e coordenar os serviços relacionados à segurança;

Responsabilidades

  • Realiza inspecções de segurança mensais usando uma lista de verificação especificada;
  • Responsabilidade total de lucros e perdas pela filial;
  • Planear e executar um orçamento anual;
  • Gestão de devedores;
  • Análises e relatórios reais versus orçamento;
  • Garantir que o plano geral esteja em conformidade com as estratégias da empresa;
  • Implementar e manter uma previsão contínua das receitas e despesas;
  • Garantir conformidade legal;
  • Alocar recursos em termos de retorno máximo;
  • Reporte mensal ao gerente sobre o desempenho da agência, juntamente com projecções para o trimestre seguinte e planos de acção;
  • Assinar notas de crédito;
  • Optimizar a utilização e disponibilidade da máquina;
  • Máquina, Previsão de estoque;
  • Garantir o sistema de gerenciamento, movimentação, rastreamento e controle do equipamento, a fim de compreender a localização e o status de cada activo em todos os momentos;
  • Garantir que a segurança do equipamento seja mantida de acordo com as especificações de fabricação e a actualização do boletim de serviço;
  • Padrão de qualidade de referência a ser instituído e mantido em equipamentos e veículos;
  • Assegure-se de que todos os equipamentos e veículos sejam atendidos e mantidos de acordo com as especificações de fabricação;
  • Monitora e direcciona todas as operações da empresa de locação de agências;
  • Optimizar e controlar o inventário da empresa;
  • Maximizar o uso e a eficácia de todos os activos da empresa;
  • Garantir que todos os requisitos de licenciamento e regulamentares sejam cumpridos;
  • Assegure-se de que todos os activos de suporte sejam adequadamente atendidos e mantidos;
  • Construir e manter relacionamentos com todos os principais fornecedores locais para o negócio, para suporte técnico e de serviços;
  • Construir e manter a capacidade técnica do negócio através da acreditação/ assistência do fornecedor;
  • Assuma a responsabilidade geral pelo atendimento ao cliente. Manter os padrões de relacionamento com o cliente;
  • Manter e executar o plano anual de vendas;
  • Traduzir a imagem futura das necessidades do mercado em várias oportunidades de receita;
  • Manter a liderança de mercado da empresa;
  • Manter e aumentar a participação de mercado da empresa de forma lucrativa;
  • Desenvolver e manter infra-estrutura e recursos adequados para manter e aumentar o fluxo de receita;
  • Desenvolver a infra-estrutura de vendas e recursos na Região para que a cobertura do mercado seja abordada
    Rotina e controles diários, semanais e mensais para que o departamento de vendas funcione adequadamente
    Programas de treinamento para equipe de vendas, tanto no mercado quanto em metodologias de vendas e atendimento ao cliente;
  • Garantir que os critérios de gestão de crédito da empresa sejam cumpridos;
  • Gerencie os processos de contratação de desktops e admin;
  • Responsabilidade geral pelo atendimento ao cliente, aprimoramento da pontuação CSI, gerenciamento e comunicação;
  • Monitora log de aluguel perdido. Recomenda e implementa acções necessárias;
  • Gerencia e monitora as actividades e os preços dos concorrentes;
  • Gerencia reclamações de clientes;
  • Gerencia a satisfação do cliente;
  • Manter um ciclo de chamada regular com os clientes;
  • Construa procedimentos e processos para garantir que toda pessoa que opera ou dirige um activo tenha a licença e o treinamento apropriados e legais;
  • Construir, implementar e controlar os padrões de saúde e segurança ocupacional;
  • Construa uma cultura de segurança;
  • Ter informações sobre questões relacionadas à segurança em todos os aspectos do negócio;
  •  Garantir que qualquer usuário de qualquer equipamento tenha as habilidades, treinamento e licenciamento apropriados;
  • Assegure-se de que todos os boletins de segurança do equipamento sejam realizados, documentados e armazenados de acordo com as especificações do fabricante;
  • Assegure-se de que todos os activos da empresa sejam seguros para uso de acordo com as especificações do fabricante e OSHACT.

Qualificações

  • BCom/ BSc ou equivalente;
  • MBA vantajoso.

Experiência

  • 3 a 5 anos de experiência gerenciando uma área geográfica/ país;
  • 3 a 5 anos Experiência em gestão financeira, vendas e operações;
  • 3 a 5 anos Vendas de diferentes tipos de produtos/ serviços em mais de uma área;
  • Exposição de atendimento ao cliente, cara a cara com o cliente;
  • Foi responsável por implementar e controlar um orçamento anual;
  • Foi exposto a mãos em experiência técnica em alguma forma de equipamento.

Habilidades

  • Alfabetização Informática (MS Office);
  • Proficiência em Inglês (verbal, leitura e escrita);
  • Habilidades de facilitação;
  • Excelentes habilidades de comunicação;
  • Habilidades interpessoais;
  • Solução de problemas;
  • Planeamento e organização de habilidades;
  • Atenção aos detalhes;
  • Conflito de gestão;
  • Negociação;
  • Gestão de relacionamento com clientes;
  • Pacote negociável.

Deputy Chief of Party: Operations

Abril 17, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Deputy Chief of Party: Operations

Chief of Party

Abril 17, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Chief of Party

Especialista em Assistência ao Desenvolvimento (Tratamento de HIV/SIDA) – USAID

Abril 16, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Especialista em Assistência ao Desenvolvimento (Tratamento de HIV/SIDA) – USAID

Validade: 04/05/2018

Local: Maputo

A Embaixada dos Estados Unidos da América pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Especialista em Assistência ao Desenvolvimento (Tratamento de HIV/SIDA) – USAID.

Introdução

O Especialista de Assistência ao Desenvolvimento da USAID (Tratamento de HIV/ AIDS) é o CCN sénior e líder responsável por fornecer liderança técnica estratégica, orientação e análise profunda para o planeamento, implementação, monitoramento e coordenação da Missão para cuidados e cuidados clínicos baseados em HIV/ AIDS. Actividades de tratamento para populações adultas. O foco principal do Especialista é garantir que as metas de retenção e início de tratamento e tratamento com base clínica da USAID/ USG sejam implementadas de acordo com as directrizes da OMS, Governo da República de Moçambique e do Plano de Emergência do Presidente para Alívio da SIDA (PEPFAR). O especialista é auxiliado com esse objectivo por um especialista de nível inferior, sob a orientação do orientador.

Em apoio às actividades de tratamento e tratamento baseadas no HIV/ SIDA para populações adultas, o Especialista em Assistência ao Desenvolvimento planeia, lidera e executa uma série de responsabilidades relacionadas com a concepção, implementação, coordenação e avaliação de uma vasta gama de fundos financiados pela USAID. actividades, com foco na entrega e demanda de serviços clínicos de tratamento e tratamento do HIV. O Especialista está fortemente envolvido em esforços de melhoria da qualidade de prestação de serviços clínicos, actividades de avaliação e pesquisa, desenvolvimento de políticas técnicas, redução do estigma do HIV e actividades de mudança de comportamento relacionadas aos serviços de atendimento clínico e tratamento para adultos. O Especialista desempenha um papel de liderança na garantia de que as melhores práticas e práticas baseadas em evidências sejam implementadas, medidas e disseminadas nacionalmente.

O Especialista mantém contacto frequente com contrapartes de alto nível do país anfitrião no Ministério da Saúde (MS), o Conselho Nacional de AIDS, com parceiros de implementação (IPs), parceiros do Fundo Global e organizações não-governamentais locais e internacionais na conceituação, implementação, coordenação e avaliação da programação de tratamento e tratamento de HIV para adultos.

Requisitos Mínimos

Educação

  • A conclusão de um Mestrado equivalente nos EUA em Medicina, Saúde Pública, Saúde Reprodutiva, Gerenciamento de Cuidados de Saúde ou em um campo estreitamente relacionado envolvendo a prevenção do HIV, é necessária;
  • Um equivalente relacionado pode ser substituído, desde que haja um componente clínico muito forte no treinamento recebido;
  • Experiência de trabalho anterior;
  • O trabalho requer um mínimo de sete (7) anos de experiência profissional progressivamente responsável em programação de HIV (projecto, implementação e gerenciamento);
  • Pelo menos três (3) anos devem ter estado em um contexto de país em desenvolvimento, que incluiu tratamento, cuidado e retenção clínicos do HIV, bem como experiência e/ou familiaridade com programas de saúde e HIV financiados por doadores ou experiência relacionada ao governo dos EUA. outras agências doadoras, organizações do país anfitrião ou instituições do sector privado que incluíam projecto, monitoramento de desempenho e/ou análise e interpretação de grandes quantidades de dados;
  • Proficiência em língua. É necessário o nível IV (fluente) de proficiência em inglês, fala e escrita, bem como proficiência de Português falada e escrita de nível IV. (A proficiência em idioma será testada).

Conhecimento do Trabalho

  • É necessário um conhecimento abrangente dos contextos de saúde pública, sociais, culturais, económicos e políticos moçambicanos, bem como do conhecimento profundo do sistema de saúde em Moçambique;
  • O trabalho requer estreita familiaridade com os sistemas GoRM para tratamento do HIV, diretrizes de tratamento do HIV e abordagens para atender efectivamente às necessidades de adultos, adolescentes e pacientes pediátricos, bem como uma compreensão dos contextos gerais de prevenção, retenção e tratamento e tratamento do HIV/ SIDA em sub-pacientes. África do Saara;
  • O Titular do Emprego deve ter um conhecimento aprofundado a nível profissional dos princípios, conceitos e práticas de desenvolvimento, especialmente no que se refere à atribuição e aos programas de saúde pública, sociedade civil e HIV/ SIDA em Moçambique e na região. O conhecimento e a compreensão das características económicas, políticas, sociais e culturais de Moçambique e os problemas de desenvolvimento económico, recursos, limitações de recursos e perspectivas e prioridades de desenvolvimento de Moçambique e da região são necessários,
  • O Especialista deve ter um bom conhecimento, ou o potencial para rapidamente adquirir um bom conhecimento, da legislação, política e prática do USG relacionadas à assistência ao desenvolvimento; Políticas, regulamentos, procedimentos e documentação da USAID; e, dos objectivos, metodologia e status das actividades atribuídas;
  • É necessário um bom conhecimento e compreensão da organização e dos respectivos papéis dos diferentes ramos do GdM, a fim de melhorar a comunicação eficaz e desenvolver o consenso sobre a estratégia do programa/ projecto/ actividade e os planos de implementação.

Competências e Habilidades

  • A capacidade de planear, organizar, gerenciar e avaliar as actividades do programa é necessária;
  • São necessárias habilidades verbais de comunicação, tato e diplomacia para estabelecer e desenvolver relações de trabalho sustentáveis ​​e um alto nível de confiança com o GdM de nível médio e alto.

Conhecimento do Trabalho

  • É necessário um conhecimento abrangente dos contextos de saúde pública, sociais, culturais, económicos e políticos moçambicanos, bem como do conhecimento profundo do sistema de saúde em Moçambique;
  • O trabalho requer estreita familiaridade com os sistemas GoRM para tratamento do HIV, directrizes de tratamento do HIV e abordagens para atender efectivamente às necessidades de adultos, adolescentes e pacientes pediátricos, bem como uma compreensão dos contextos gerais de prevenção, retenção e tratamento e tratamento do HIV/ SIDA em sub-pacientes. África do Saara;
  • O Titular do Emprego deve ter um conhecimento aprofundado a nível profissional dos princípios, conceitos e práticas de desenvolvimento, especialmente no que se refere à atribuição e aos programas de saúde pública, sociedade civil e HIV/ SIDA em Moçambique e na região. O conhecimento e a compreensão das características económicas, políticas, sociais e culturais de Moçambique e os problemas de desenvolvimento económico, recursos, limitações de recursos e perspectivas e prioridades de desenvolvimento de Moçambique e da região são necessários;
  • O Especialista deve ter um bom conhecimento, ou o potencial para rapidamente adquirir um bom conhecimento, da legislação, política e prática do USG relacionadas à assistência ao desenvolvimento; Políticas, regulamentos, procedimentos e documentação da USAID; e, dos objectivos, metodologia e status das actividades atribuídas;
  • É necessário um bom conhecimento e compreensão da organização e dos respectivos papéis dos diferentes ramos do GdM, a fim de melhorar a comunicação eficaz e desenvolver o consenso sobre a estratégia do programa/ projecto/ actividade e os planos de implementação.

Competências e Habilidades

  • A capacidade de planear, organizar, gerenciar e avaliar as actividades do programa é necessária;
  • São necessárias habilidades verbais de comunicação, tacto e diplomacia para estabelecer e desenvolver relações de trabalho sustentáveis ​​e um alto nível de confiança com oficiais de GDM de nível médio e alto e com organizações públicas e privadas, como contactos técnicos primários da USAID na área de desenvolvimento;
  • Habilidades de comunicação verbal também são usadas para explicar e interpretar as atitudes, prioridades e preocupações do país anfitrião aos funcionários da USAID, e para negociar planos e resolver problemas com organizações apropriadas do país anfitrião, consultores técnicos, PIs, contrapartes e pares;
  • São necessárias habilidades de redacção para preparar relatórios regulares e ad hoc, documentação do projecto e documentos informativos;
  • É necessária capacidade analítica para interpretar as políticas públicas e para auxiliar no desenvolvimento de políticas revisadas, conforme necessário; e, para desenvolver e monitorar o desempenho dos orçamentos e o desenvolvimento de planos de trabalho periódicos. A habilidade na programação de projectos, políticas e planos, e no desenvolvimento de estratégias para implementação, é desejada;
  • A capacidade de trabalhar efectivamente em um ambiente de equipe e obter consenso em questões políticas, de projecto e administrativas é necessária. São necessárias boas habilidades em computação para gerenciar metas e realizações de actividades, tanto técnicas quanto financeiras.

Vagas de emprego do dia 11 de Abril de 2018

Abril 12, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Vagas de emprego do dia 11 de Abril de 2018

Deixe-nos ajudar na sua busca por emprego

Abril 12, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Deixe-nos ajudar na sua busca por emprego

Gestor do Projecto COVida

Abril 10, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Gestor do Projecto COVida

Validade: 26/04/2018

Local: Maputo

A World Vision Moçambique pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Gestor do Projecto COVida.

Objectivo da Posição

O Gestor do Projecto COVida irá liderar todos os aspectos da implementação deste projecto para a Visão Mundial em Moçambique. A COVida é financiada pela USAID como parte do Plano de Emergência do Presidente dos EUA para o Alívio da SIDA (PEPFAR) em Moçambique.

O COVida é um projeto de 5 anos (2016-2021) implementado pela FHI 360 em parceria com a Palladium, World Vision, CARE, Path e N’weti. O objectivo da COVIDA é melhorar a saúde, o estado nutricional e o bem-estar dos Órfãos e Crianças Vulneráveis ​​(OVC) que vivem nos distritos prioritários definidos pelo PEPFAR para o controlo da epidemia. O projecto apoiará cerca de 335.000 OVC e os seus prestadores de cuidados a acederem a serviços de alta qualidade, abrangentes e compassivos em 70 distritos de todo o país. Alinhada com as prioridades de testes, tratamento e adesão do PEPFAR, a COVida aumenta o acesso a serviços abrangentes e compassivos de alta qualidade e fortalece a capacidade das famílias e comunidades que vivem nos distritos-alvo de cuidar e proteger as crianças sob seus cuidados.

A World Vision é sub-concedida à FHI 360 para a COVida com um orçamento total de aproximadamente 12 milhões de dólares, implementando o projecto nas províncias de Gaza e Zambézia. O Gerente de Projetos da COVida terá a responsabilidade geral de liderar todos os aspectos da implementação do projecto, incluindo o gerenciamento do relacionamento e relatórios para a FHI 360. O Gerente de Projectos da COVida trará extensa experiência na gestão de sub-subvenções para organizações locais (de preferência financiadas pela USAID). ), Programação de HIV e OVC, bem como trabalhar em consórcios. Candidatos devem falar Português. Além disso, os atributos necessários do Gerente de Projecto são: um diploma de bacharel em área relacionada (Mestrado preferido); um mínimo de cinco anos de experiência em programação de HIV e OVC; experiência como gerente sénior ou consultor especialista sénior; capacidade comprovada de gerenciar equipes de assistência técnica; e conhecimento e familiaridade com os requisitos do programa de assistência internacional do governo dos EUA, preferencialmente a USAID e/ou outras agências bilaterais de financiamento. Candidatos com experiência anterior em Moçambique serão altamente competitivos, assim como aqueles com experiência em trabalhar nos programas do PEPFAR.

Responsabilidades Chave

Liderança e Gestão

  • Direccionar e supervisionar a implementação de subsídios, garantindo que todos os objectivos e metas estratégicos sejam alcançados por meio de planeamento, pessoal, implementação e garantia de qualidade adequados;
  • Fornecer liderança e coordenação aos parceiros das OSC e supervisionar os esforços de capacitação das OSCs;
  • Facilitar um ambiente de trabalho de confiança mútua, respeito e cuidado entre todos os funcionários;
  • Incentivar o trabalho em equipe eficaz, com os membros da equipe apoiando uns aos outros;
  • Realize reuniões mensais com a equipe para garantir que as questões sejam levantadas e abordadas e para incentivar a reflexão sobre o progresso do projecto e o aprendizado para melhoria;
  • Conduza o planeamento anual e os processos de implementação do plano de trabalho.

Implementação e Monitoramento

Supervisionar a implementação das actividades planeadas para garantir que as metas sejam atingidas:

  • Garantir que as actividades do projecto sejam executadas em tempo hábil, de acordo com o plano de trabalho aprovado pela USAID, e que o projecto alcance resultados alinhados com seu plano de trabalho anual aprovado;
  • Assegure-se de que cada equipe tenha um plano de trabalho semanal claro e que os recursos necessários estejam disponíveis para que eles implementem suas responsabilidades;
  • Realizar visitas de monitoramento às actividades do projecto para avaliar o progresso em relação às metas e fornecer orientação e orientação para actividades em áreas onde são necessárias melhorias;
  • Agir como o problema inicial, quando dificuldades na implementação são identificadas; reunir-se com os participantes necessários do projecto, ouvir os desafios e identificar activamente soluções para que os projectos possam continuar conforme necessário;
  • Tome medidas correctivas quando os funcionários e/ou OBCs não estiverem atingindo as metas.

Relatório

  • Estabelecer e manter relatórios, avaliação e sistemas de comunicação eficazes. Envie relatórios oportunos, precisos e profissionais que atendam aos requisitos dos doadores;
  • Preparar e submeter relatórios ao governo provincial, conforme necessário; garantir que as OBCs apresentem relatórios ao governo distrital, conforme necessário;
  • Certifique-se de que existe um bom fluxo de informação entre as OBCs, Equipas Provinciais, a equipa de Maputo e a equipa da Visão Mundial dos Estados Unidos, de tal forma que as questões sejam identificadas e reportadas antes de se tornarem difíceis de gerir;
  • Monitore o contexto local e relate como as alterações no contexto podem afectar as actividades do programa;
  • Isso inclui alterações no ambiente de segurança.

Relações Internas e Externas

  • Representar o Projecto COVida internamente para outros departamentos WV e WV dos Estados Unidos e externamente para o governo local e para a FHI 360 para garantir que relacionamentos positivos sejam construídos;
  • Colaborar e trabalhar em estreita colaboração com as direcções distritais e provinciais da Saúde e Género, Crianças e Acção Social, serviços de saúde e outras partes interessadas, para assegurar a parceria ideal, encaminhamentos e partilha das melhores práticas em vários campos;
  • Coordenar com outras ONGs ou organizações semelhantes na área para assegurar a complementaridade de abordagens, especialmente clínicas e parceiros de teste;
  • Receber visitas do governo local, FHI 360, WV dos Estados Unidos e doadores, conforme necessário.

Geral

  • Embora esta descrição do trabalho deva ser um reflexo preciso dos deveres envolvidos nessa posição, a Visão Mundial reserva-se o direito de adicionar, remover ou alterar os deveres quando necessário.

Conhecimento e Habilidades

  • É necessário um Diploma de Bacharel na área relacionada em Saúde Pública, Ciências Sociais ou grau relacionado, com um Mestrado altamente preferido;
  • Pelo menos cinco (5) anos de experiência com programas de HIV e OVC num país em desenvolvimento, de preferência em África;
  • Pelo menos cinco (5) anos de experiência no gerenciamento de grandes projectos. Experiência na gestão de consórcios inter-agências preferidos;
  • A experiência na gestão ou trabalho em projectos financiados pelo PEPFAR é fortemente preferida;
  • Experiência na gestão de sub-subvenções com organizações locais, de preferência financiadas pela USAID.
    Experiência de gerenciamento sénior;
  • A fluência escrita e oral em inglês é um requisito;
  • A capacidade de comunicar em português é um requisito;
  • Abordagem proactiva, boa organização e habilidades de gerenciamento de tempo e capacidade de priorizar e gerenciar a carga de trabalho;
  • Forte capacidade de orçamento e gestão financeira;
  • Forte monitoramento de sub-saldo e habilidades de capacitação;
  • Capacidades de liderança e trabalho em equipe que incluem treinar e motivar a equipe para um alto nível de desempenho, e engajar-se em trabalho cross-cultural e multifuncional eficaz para alcançar objectivos compartilhados na ausência de autoridade de gerenciamento de linha directa;
  • Rede experiente com fortes habilidades de negociação e capacidade de manter um conhecimento actualizado das oportunidades e tendências de subvenção nos sectores prioritários da WV Moçambique;
  • O conhecimento prático da WVI Partnership é uma vantagem, juntamente com a capacidade de interagir de forma sensível com pessoas de vários departamentos em escritórios de apoio e em campo;

Ambiente de Trabalho/ Viagem

  • A posição é baseada em Maputo, a capital de Moçambique, com aproximadamente 30% de viagens para o campo (províncias de Gaza e Zambézia) necessárias.

Assistente Administrativo de Programa

Abril 9, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Assistente Administrativo de Programa

Validade: 26/04/2018

Local: Maputo

A World Vision Moçambique pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Assistente Administrativo de Programa.

Objectivo da Posição

O Gestor do Projecto COVida irá liderar todos os aspectos da implementação deste projecto para a Visão Mundial em Moçambique. A COVida é financiada pela USAID como parte do Plano de Emergência do Presidente dos EUA para o Alívio da SIDA (PEPFAR) em Moçambique.

O COVida é um projeto de 5 anos (2016-2021) implementado pela FHI 360 em parceria com a Palladium, World Vision, CARE, Path e N’weti. O objectivo da COVIDA é melhorar a saúde, o estado nutricional e o bem-estar dos Órfãos e Crianças Vulneráveis ​​(OVC) que vivem nos distritos prioritários definidos pelo PEPFAR para o controlo da epidemia. O projecto apoiará cerca de 335.000 OVC e os seus prestadores de cuidados a acederem a serviços de alta qualidade, abrangentes e compassivos em 70 distritos de todo o país. Alinhada com as prioridades de testes, tratamento e adesão do PEPFAR, a COVida aumenta o acesso a serviços abrangentes e compassivos de alta qualidade e fortalece a capacidade das famílias e comunidades que vivem nos distritos-alvo de cuidar e proteger as crianças sob seus cuidados.

A World Vision é sub-concedida à FHI 360 para a COVida com um orçamento total de aproximadamente 12 milhões de dólares, implementando o projecto nas províncias de Gaza e Zambézia. O Gerente de Projectos da COVida terá a responsabilidade geral de liderar todos os aspectos da implementação do projeto, incluindo o gerenciamento do relacionamento e relatórios para a FHI 360. O Gerente de Projectos da COVida trará extensa experiência na gestão de sub-subvenções para organizações locais (de preferência financiadas pela USAID), Programação de HIV e OVC, bem como trabalhar em consórcios. Candidatos devem falar Português. Além disso, os atributos necessários do Gerente de Projeto são: um diploma de bacharel em área relacionada (Mestrado preferido); um mínimo de cinco anos de experiência em programação de HIV e OVC; experiência como gerente sénior ou consultor especialista sénior; capacidade comprovada de gerenciar equipes de assistência técnica; e conhecimento e familiaridade com os requisitos do programa de assistência internacional do governo dos EUA, preferencialmente a USAID e / ou outras agências bilaterais de financiamento. Candidatos com experiência anterior em Moçambique serão altamente competitivos, assim como aqueles com experiência em trabalhar nos programas do PEPFAR.

Responsabilidades Chave

Liderança e Gestão

  • Direccionar e supervisionar a implementação de subsídios, garantindo que todos os objectivos e metas estratégicos sejam alcançados por meio de planeamento, pessoal, implementação e garantia de qualidade adequados;
  • Fornecer liderança e coordenação aos parceiros das OSC e supervisionar os esforços de capacitação das OSCs;
  • Facilitar um ambiente de trabalho de confiança mútua, respeito e cuidado entre todos os funcionários;
  • Incentivar o trabalho em equipe eficaz, com os membros da equipe apoiando uns aos outros;
  • Realize reuniões mensais com a equipe para garantir que as questões sejam levantadas e abordadas e para incentivar a reflexão sobre o progresso do projecto e o aprendizado para melhoria;
  • Conduza o planeamento anual e os processos de implementação do plano de trabalho;

Implementação e Monitoramento

Supervisionar a implementação das actividades planeadas para garantir que as metas sejam atingidas:

  • Garantir que as actividades do projecto sejam executadas em tempo hábil, de acordo com o plano de trabalho aprovado pela USAID, e que o projecto alcance resultados alinhados com seu plano de trabalho anual aprovado;
  • Assegure-se de que cada equipe tenha um plano de trabalho semanal claro e que os recursos necessários estejam disponíveis para que eles implementem suas responsabilidades;
  • Realizar visitas de monitoramento às actividades do projecto para avaliar o progresso em relação às metas e fornecer orientação e orientação para actividades em áreas onde são necessárias melhorias;
  • Agir como o problema inicial, quando dificuldades na implementação são identificadas; reunir-se com os participantes necessários do projecto, ouvir os desafios e identificar activamente soluções para que os projectos possam continuar conforme necessário;
  • Tome medidas correctivas quando os funcionários e/ou OBCs não estiverem atingindo as metas.

Relatório

  • Estabelecer e manter relatórios, avaliação e sistemas de comunicação eficazes. Envie relatórios oportunos, precisos e profissionais que atendam aos requisitos dos doadores;
  • Preparar e submeter relatórios ao governo provincial, conforme necessário; garantir que as OBCs apresentem relatórios ao governo distrital, conforme necessário;
  • Certifique-se de que existe um bom fluxo de informação entre as OBCs, Equipas Provinciais, a equipa de Maputo e a equipa da Visão Mundial dos Estados Unidos, de tal forma que as questões sejam identificadas e reportadas antes de se tornarem difíceis de gerir;
  • Monitore o contexto local e relate como as alterações no contexto podem afectar as actividades do programa. Isso inclui alterações no ambiente de segurança.

Relações Internas e Externas

  • Representar o Projecto COVida internamente para outros departamentos WV e WV dos Estados Unidos e externamente para o governo local e para a FHI 360 para garantir que relacionamentos positivos sejam construídos;
  • Colaborar e trabalhar em estreita colaboração com as direcções distritais e provinciais da Saúde e Género, Crianças e Acção Social, serviços de saúde e outras partes interessadas, para assegurar a parceria ideal, encaminhamentos e partilha das melhores práticas em vários campos;
  • Coordenar com outras ONGs ou organizações semelhantes na área para assegurar a complementaridade de abordagens, especialmente clínicas e parceiros de teste;
  • Receber visitas do governo local, FHI 360, WV dos Estados Unidos e doadores, conforme necessário.

Geral

  • Embora esta descrição do trabalho deva ser um reflexo preciso dos deveres envolvidos nessa posição, a Visão Mundial reserva-se o direito de adicionar, remover ou alterar os deveres quando necessário.

Requisitos

Conhecimento e Habilidades

  • É necessário um Diploma de Bacharel relacionada a área de Saúde Pública, Ciências Sociais ou grau relacionado, ou um Mestrado é altamente preferido;
  • Pelo menos cinco (5) anos de experiência com programas de HIV e OVC num país em desenvolvimento, de preferência em África;
  • Pelo menos cinco (5) anos de experiência no gerenciamento de grandes projectos. Experiência na gestão de consórcios inter-agências preferidos;
  • A experiência na gestão ou trabalho em projectos financiados pelo PEPFAR é fortemente preferida;
  • Experiência na gestão de sub-subvenções com organizações locais, de preferência financiadas pela USAID;
  • Experiência de gerenciamento sénior;
  • A fluência escrita e oral em Inglês é um requisito;
  • A capacidade de comunicar em português é um requisito;
  • Abordagem proactiva, boa organização e habilidades de gerenciamento de tempo e capacidade de priorizar e gerenciar a carga de trabalho;
  • Forte capacidade de orçamento e gestão financeira;
  • Forte monitoramento de sub-saldo e habilidades de capacitação;
  • Capacidades de liderança e trabalho em equipe que incluem treinar e motivar a equipe para um alto nível de desempenho, e engajar-se em trabalho cross-cultural e multifuncional eficaz para alcançar objectivos compartilhados na ausência de autoridade de gerenciamento de linha directa;
  • Rede experiente com fortes habilidades de negociação e capacidade de manter um conhecimento actualizado das oportunidades e tendências de subvenção nos sectores prioritários da WV Moçambique;
  • O conhecimento prático da WVI Partnership é uma vantagem, juntamente com a capacidade de interagir de forma sensível com pessoas de vários departamentos em escritórios de apoio e em campo;

Ambiente de Trabalho/ Viagem

  • A posição é baseada em Maputo, a capital de Moçambique, com aproximadamente 30% de viagens para o campo (províncias de Gaza e Zambézia) necessárias.

Vagas de emprego do dia 06 de Abril de 2018

Abril 6, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Vagas de emprego do dia 06 de Abril de 2018

Consultor Nacional

Abril 6, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Consultor Nacional

Validade: 16/04/2018

Local: Maputo

A ONU Mulheres pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Consultor Nacional para o Estudo sobre a Lacuna de Género na Segurança da Posse da Terra.

Habilidades e Experiência Necessárias

Educação:

  • Pós-Graduação (Mestrado) em Desenvolvimento Rural, Estudos de Desenvolvimento, Economia, Sociologia, Estudos de Género, Agronomia e áreas afins.

Experiência:

  • Sólidos conhecimentos sobre o estado dos direitos das mulheres, o empoderamento económico das mulheres, legislação e políticas no campo do género, bem como sobre a maquinaria existente de igualdade de género em Moçambique;
  • Forte compreensão de género, questões de igualdade de género e suas intersecções com a pobreza, HIV, economia, etc;
  • Sólidos conhecimentos sobre questões de igualdade de género e experiência na condução de pesquisa relacionada a género;
  • Compreensão do sector da indústria extractiva e suas cadeias de valor;
  • Capacidade e experiência demonstradas para planear e realizar pesquisas, colectar e analisar dados dentro de um determinado período de tempo;
  • Capacidade demonstrada para escrever relatórios de pesquisa.

Requisitos de Idioma:

  • Fluência em Português e Inglês falado e escrito. A fluência nas línguas locais faladas em Moçambique é desejável.

Deputy Chief of Party- Operations

Abril 5, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Deputy Chief of Party- Operations

Vagas de emprego do dia 03 de Abril de 2018

Abril 3, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Vagas de emprego do dia 03 de Abril de 2018

Chief of Party

Abril 3, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Chief of Party

A Chemonics International pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Chief of Party.

Descrição do Trabalho

O Chefe do Partido é responsável pelo planeamento geral, implementação, monitoramento e gerenciamento do desempenho do contrato e pela visão, direcção estratégica e gerenciamento do projecto para alcançar os objectivos e resultados esperados do projecto.

Responsabilidades

As responsabilidades específicas incluem:

  • Fornecer liderança geral de projecto, gerenciamento e direção técnica, garantindo a conformidade com os requisitos da USAID, regulamentos do governo dos EUA e políticas e procedimentos da Chemonics;
  • Estabelecer uma ligação com a USAID / Moçambique, o governo de Moçambique, o Ministério da Saúde, organizações da sociedade civil e outros parceiros locais para coordenar actividades e facilitar o acompanhamento e a comunicação do progresso e conquistas do projecto;
  • Facilitar processos que reúnem várias partes interessadas para envolver-se em questões políticas complexas e estimular a acção colectiva em áreas de preocupação identificadas;
  • Identificar questões e riscos relacionados à implementação do projecto de maneira oportuna e sugerir ajustes de programação apropriados;
  • Gerenciar e supervisionar o trabalho do pessoal do projecto, subcontratados e beneficiados, com foco nos resultados principais, cumprimento das metas do plano de trabalho e implementação oportuna;
  • Garantir que toda a assistência do projecto seja tecnicamente sólida e apropriada;
  • Servir como ponto de contacto oficial para o projecto.

Requisitos

  • Mínimo de Mestrado em Saúde Pública, Enfermagem ou áreas afins. A graduação em Medicina ou Doutorado em um campo relacionado é o preferido;
  • Mínimo de quinze (15) anos de experiência trabalhando no sector de saúde e um histórico de sucesso mensurável, gerenciando programas de ritmo acelerado, grandes e desafiadores. A experiência na gestão de uma USAID, PEPFAR ou outro programa financiado pelo governo dos EUA é altamente desejável;
  • Capacidade demonstrada em monitorar e avaliar programas;
  • Capacidade demonstrada para executar em um nível de política sénior;
  • Capacidade demonstrada de liderar, orientar e supervisionar equipes de tamanho similar com um escopo de trabalho similar;
  • São necessárias fortes habilidades de comunicação oral e escrita em Português e Inglês;
  • Esta posição é baseada na Beira, Moçambique.

Director Nacional

Março 27, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Director Nacional

A Aurum Group pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Director Nacional: Impaact4TB.

Contexto

A Aurum Institute oferece uma óptima oportunidade para funcionários devidamente qualificados e experientes para contribuir com a nossa missão de melhorar a saúde das pessoas e das comunidades através da inovação em Pesquisa e Sistemas de Saúde Global. Estamos focados em pesquisa, suporte e implementação de abordagens integradas para gerenciar a tuberculose e o VIH.

Descrição do Trabalho

  • Fornecer liderança geral, direcção estratégica e implementação operacional para o programa da Aurum Institute no país.

Âmbito da Posição

  • O Director Nacional (DN) tem a responsabilidade geral pela liderança estratégica e direcção do Programa da Aurum Moçambique para alcançar a visão, a missão e os objectivos organizacionais. O DN é responsável pela gestão programática e operacional do Programa em Moçambique. Ele representa o Instituto Aurum nas organizações governamentais, locais e internacionais em Moçambique e em toda a região.

Responsabilidades Técnicas

  • Ele/ Ela assumirá um papel de liderança no desenvolvimento, supervisionando a implementação, revisão e monitoramento da estratégia do Programa no país e garantindo o mesmo em consonância com as direcções estratégicas globais da Aurum e foco geral nos próximos 100 anos em Moçambique;
  • O DN é responsável por desenvolver novas iniciativas de programação, novas parcerias e manter parcerias existentes e liderar activamente as principais fases dos programas em andamento, desde o início até o fim;
  • O DN será responsável por assegurar a aprendizagem cruzada e a facilitação do conhecimento em todo o programa em todas as áreas de programação, políticas nacionais, regionais e internacionais e questões de desenvolvimento;
  • Ele/ Ela será responsável pelo desenvolvimento de negócios da Aurum e promoverá iniciativas de angariação de fundos;
  • Assegurar o bom funcionamento do programa no país e seus funcionários, pois esta posição criará a equipe técnica necessária em Moçambique, além de garantir a sustentabilidade da Aurum;
  • Ele/ Ela é responsável pela gestão financeira geral, subvenções/ contratos e gestão de recursos humanos e do portfólio do programa no país. (Perfil da Função Completa disponível a pedido).

Requisitos

Qualificação/ Associação Profissional

  • Mestrado em Ciências Sociais/ Estudos de Desenvolvimento, Gestão Estratégica/ Projectos, Gestão ou outra área relacionada.

Experiência

  • Mínimo de quinze (15) anos de experiência demonstrada em programas de desenvolvimento, implementação e avaliação; sendo dos quais quatro (4) numa posição sénior;
  • Experiência progressiva de gestão de programas (pelo menos 8 anos) no sector de ONG´s/ NPO em África com histórico comprovado como gestor sénior e líder, incluindo experiência no desenvolvimento e implementação de planos estratégicos;
  • Uma forte compreensão da gestão de operações de programas similares no mundo em desenvolvimento, de preferência dentro do sector de pesquisa médica/ desenvolvimento social com experiência prática na implementação de programas de pesquisa médica, incluindo advocacia;
  • Conhecimento e experiência gerindo o cumprimento de diversos doadores (PEPFAR, CDC, ONU, UE, etc.);
  • Experiência comprovada em pesquisa e advocacia.

Outras Habilidades e Competências Desejáveis

  • Fluência em Inglês como língua de trabalho da Aurum e Português (o Português é necessário para Moçambique). Excelentes habilidades de comunicação, tanto orais quanto escritas (excelente relatório e redacção de propostas), incluindo falar em público;
  • Treinamento extensivo adicional em pelo menos uma das áreas do trabalho temático da Aurum, Saúde Pública, Fortalecimento do Sistema de Saúde, Pesquisa Clínica e Ciência da Implementação;
  • Fortes habilidades na gestão financeira e do pessoal;
  • Domínio e Proficiência em Microsoft Office, incluindo Microsoft Word, Excel e Outlook;
  • Disposição e capacidade em viajar a nível nacional e internacional e em configurações de recursos baixos. Frequência de viagem; 35%;
  • Apenas serão considerados candidatos nacionais ou residentes permanentes de Moçambique (Todos os candidatos devem ter o direito de viver e trabalhar em Moçambique).

Vagas de emprego do dia 23 de Março de 2018

Março 23, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Vagas de emprego do dia 23 de Março de 2018

Vagas de emprego do dia 22 de Março de 2018

Março 22, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Vagas de emprego do dia 22 de Março de 2018

Vagas de emprego do dia 21 de Março de 2018

Março 21, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Vagas de emprego do dia 21 de Março de 2018

Foram publicadas hoje, dia 21 de Março de 2018 no site MMO Emprego as seguintes oportunidades de emprego em Moçambique:

Vagas de emprego do dia 20 de Março de 2018

Março 20, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Vagas de emprego do dia 20 de Março de 2018

Técnico de Pesquisa e Avaliação

Março 19, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Técnico de Pesquisa e Avaliação

A ThinkWell pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Técnico de Pesquisa e Avaliação.

Descrição do Trabalho

ThinkWell está buscando um pesquisador de métodos mistos para apoiar o portfólio de pesquisa e avaliação da ThinkWell em Moçambique. O titular conceitualizará, projectará, supervisionará e realizará projectos de pesquisa em andamento e realizará actividades de M & A em vários projectos.

Exemplos de projectos de pesquisa relevantes realizados pela ThinkWell no passado incluem:

  • Um estudo de tempo e movimento a nível nacional de trabalhadores de cuidados de saúde primários em Moçambique;
  • Uma avaliação quantitativa do impacto retrospectivo de um projecto de financiamento baseado em desempenho na África subsaariana;
  • Um estudo qualitativo avaliando o impacto da RBF sobre a motivação do provedor e sobre os blocos de construção dos sistemas de saúde gerais.

Responsabilidades

  • Conceituar e elaboração de protocolos de pesquisa utilizando métodos de pesquisa quantitativos e qualitativos de última geração para garantir a geração de dados de qualidade e análise rigorosa e preparar documentação para a submissão do IRB;
  • Projectar, organizar e realizar actividades de pesquisa operacional – incluindo revisões de realidade – para avaliar o impacto das intervenções piloto e ampliadas nas províncias de Maputo, Gaza e Zambézia;
  • Colabore com a equipe da ThinkWell e outras partes interessadas relevantes para garantir a tradução da pesquisa operacional em lições aprendidas com base na comunicação usando a visualização de dados e narrativas convincentes;
  • Elaborar e implementar uma estratégia de monitoramento e avaliação para capturar informações em tempo real e lições aprendidas e compartilhá-las com os parceiros do projecto;
  • Realize trabalhos de pesquisa adicionais conforme necessário, incluindo colecta e análise de dados, e manuscrito de pesquisa preliminar;
  • Procure activamente oportunidades de publicação e prepare toda a documentação relevante;
  • Assegurar a disseminação efectiva e atempada dos resultados da pesquisa para os principais interessados;
  • Colabore efectivamente com equipe de pesquisa regular e contratada em projectos;
  • Colabore efectivamente com diversos parceiros e doadores em projectos existentes e na busca de financiamento adicional para os projectos de pesquisa desejados da ThinkWell para construir o portfólio.

Qualificações

  • Mestrado em Saúde Pública ou em um assunto relevante e mínimo cinco (5) anos de experiência profissional em tempo integral; alternativamente, são aceites sete (7) anos de experiência profissional em tempo integral e publicações relevantes;
  • Um bom conhecimento das metodologias de pesquisa de mudança social e de comportamento (SBC) e de design centrado humano (HCD) preferiu;
  • Rede forte na comunidade de pesquisadores de políticas e sistemas de saúde preferidos;
  • Familiaridade com as técnicas de visualização de dados preferidas;
  • Fluente em Inglês escrito;
  • Fluência do português é um activo;

Habilidades e Competências

  • Conhecimento de visualização de dados e estratégias de comunicação;
  • Experiência comprovada trabalhando com comunidades em áreas remotas do país;
  • Capacidade de realizar pesquisas usando abordagens criativas, realizar análise de dados e escrever manuscritos;
  • Habilidade comprovada de escrever e publicar artigos de pesquisa convincentes e bem escritos;
  • Forte experiência de apresentação para públicos diversos e globais, incluindo o Ministério da Saúde e influenciar a agenda global com evidências significativas;
  • Conduza para desafiar a sabedoria convencional;
  • Prossete em fazer perguntas inovadoras e usar métodos inovadores;
  • Nutrindo para pesquisadores júniores, especialmente de países em desenvolvimento;
  • Aberto e autorizado por comentários críticos;
  • Interesse em manter projectos de pesquisa e avaliação altos na agenda de ThinkWell.

Engenheiro Civil

Março 15, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Engenheiro Civil

Email: [email protected][email protected]

Validade: 30/03/2018

Local: Quelimane – Zambézia

A MC-Arquitectos, Lda. pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Engenheiro Civil.

Funções

  • Concepção e dimensionamento de projectos de estrutura e hidráulica atendendo aos requisitos regulamentares nacionais e internacionais;
  • Elaboração de desenhos técnicos com recurso a ferramentas CAD.

Requisitos

  • Licenciatura ou Mestrado em Engenharia Civil;
  • Experiência profissional mínima de cinco (5) anos em elaboração de projectos de engenharia civil e fiscalização de Obras;
  • Experiência em gestão de contratos;
  • Domínio de softwares de cálculo estrututal (CypeCad, Metal 3D, SAP2000);
  • Domínio de softwares CAD (Autocad, Archicad e outros).

Atributos Pessoais:

  • Habilidade de trabalhar sobre pressão e de entender a importância da entrega dos trabalhos dentro dos prazos pré-estabelecidos bem como da satisfação do cliente;
  • Capacidade para assimilar ferramentas tecnológicas;
  • Estar devidamente registado como Engenheiro Civil pelo órgão de tutela nacional;
  • Comunicação eficaz em Português e Inglês;
  • Ter carta de Condução, é uma vantagem.

Engenheiro Eléctrico

Março 15, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Engenheiro Eléctrico

Email: [email protected][email protected]

Validade: 30/03/2018

Local: Quelimane – Zambézia

A MC-Arquitectos, Lda. pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Engenheiro Eléctrico.

Funções

  • Dimensionar e elaborar projecto de instalação eléctrica, e todos aparelhos eléctricos e electrónicos conforme forem determinados pelo projecto;
  • Elaborar e/ou coordenar a elaboração de projecto AVAC, com os respectivos especialistas (Engenheiros Mecânicos);
  • Coordenar e elaborar projecto de circuitos de telecomunicações (dados e voz) e de televisão;
  • Coordenar e elaborar projecto do Sistema de conferência Audiovisual, incluindo sistema de votação electrónica;
  • Coordenar e elaborar projecto do sistema de segurança (CCTV; detecção de incêndio, controle de acesso, detecção de intrusão);
  • Elaborar especificações técnicas do projecto eléctrico;
  • Elaborar lista de referência de materiais eléctricos;
  • Elaborar medições dos trabalhos eléctricos.

Requisitos

  • Licenciatura ou Mestrado em Engenharia Eléctrica;
  • Experiência profissional mínima de cinco (5) anos em elaboração de projectos de instalações eléctricas e fiscalização de Obras;
  • Domínio de técnicas e de programas informáticos do ramo de Engenharia Eléctrica, processamento de dados e textos (DIALUX, REVIT, DOC da ABB, CypeCAD, ArchiCAD, Auto CAD, Microsoft Office, entre outros);
  • Experiência em gestão de contratos.

Atributos Pessoais:

  • Habilidade de trabalhar sobre pressão e de entender a importância da entrega dos trabalhos dentro dos prazos pré-estabelecidos bem como da satisfação do cliente;
  • Capacidade para assimilar ferramentas tecnológicas;
  • Estar devidamente registado como Engenheiro Eléctrico pelo órgão de tutela nacional;
  • Comunicação eficaz em Português e Inglês;
  • Ter carta de Condução, é uma vantagem.

Consultor

Março 15, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Consultor

Email: [email protected]

Validade: 16/03/2018

Local: Matola – Maputo

Duração: A consultoria terá uma duração máxima de 60 dias, incluindo o período de entrega do relatório final do estudo

A Médicos del Mundo – Espanha pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Consultor.

Contexto

  • Projecto: “Usando a tecnologia M-Health na incorporação do enfoque intercultural e seguimento integral da violência de género” e “Fortalecimento da intervenção público-comunitária na luta contra a Violência Baseada no Género no Distrito de Matola”. Consultoria para Elaboração do Estudo Analítico sobre a Plataforma de SMS instalada no centro de atendimento integrado de Ndlavela. A Médicos del Mundo Espanha (MdM-E) é uma ONG sanitária que vem trabalhando em Moçambique desde Março de 2000. As suas actividades estão sempre relacionadas com a saúde, desde programas de água e saneamento à prevenção e atendimento as vítimas de violência baseada no género. A Declaração para a Eliminação da Violência Contra a Mulher (CEDAW 1993, adoptada pela UN), estabelece que “a violência contra as mulheres é uma manifestação das históricas relações desiguais de poder entre homens e mulheres, levando à dominação e à discriminação contra as mulheres pelos homens. Esta violência é um dos mecanismos sociais cruciais através dos quais as mulheres são forçadas a uma posição de subordinação em comparação com os homens”. Ciente da problemática da violência baseada no género o governo de Moçambique tem estado a ratificar instrumentos nacionais e internacionais que visam proteger as mulheres e raparigas contra todas as formas de violência. Nesse contexto o governo aprovou a Lei N° 29/2009-Sobre a Violência Doméstica praticada contra a Mulher e o Plano Nacional de Acção para a Prevenção e Combate da Violência Contra a Mulher 2008-2012, destes instrumentos nasce o mecanismo multissectorial de atendimento integrado a mulher vitima de violência o qual pretende padronizar o atendimento as mulheres atingidas por violência. A MDM-E apoiou a operacionalização do MMAIMVV através da construção do Centro de Atendimento Integrado de Ndlavela (CAI), mas apesar desses avanços ainda existem desafios estruturais e conjunturais que põem em causa o atendimento pontual das vítimas. Para contribuir a mitigação desses desafios, a MDM-E com os financiamentos respectivamente, da Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID) e da União Europeia (EU) está acabando a implementação dos projectos: “Usando a tecnologia M-Health1 na incorporação do enfoque intercultural e seguimento integral da violência de género”2 e “Fortalecimento da intervenção público-comunitária na luta contra a Violência Baseada no Género no Distrito de Matola”. Conforme rezam as actividades A.1.2.7 do projecto da AECID e A.1.5 do projecto da UE, nos últimos meses de execução da intervenção está previsto contratar-se uma equipa de pesquisadores, com o objectivo de avaliar os benefícios sobre as vítimas de VBG as duas estratégias principais implementadas através do projecto para a detecção e seguimento dos casos de VBG. Introdução da plataforma Frontline SMS Cloud para que os sujeitos de direitos possam comunicar-se de forma gratuita com o CAI e outros agentes comunitários devidamente capacitados para os efeitos. Criação duma rede comunitária de pontos focais, que, em colaboração com o CAI e outras portas de entrada, oferecem um apoio no reencaminhamento e seguimento dos casos, auxiliando-se também com a própria plataforma, importa referir que a plataforma Frontline SMS Cloud foi instalada no CAI de Ndlavela com anuência dos serviços de tutela, funcionando através da triangulação. Em linha com a abordagem de direitos da Médicos del Mundo, a pesquisa deverá por tanto fornecer-nos uma base de evidência robusta de suporte a advocacia para influenciar a incorporação da tecnologia M-Health nas estratégias e planos da DPGCAS e do MGCAS (titulares de obrigações), com a colaboração dos operadores da telefonia móvel (titulares de responsabilidades). Neste documento, por tanto, deverão ser evidenciadas as melhores práticas atinentes à intervenção comunitária que ditaram a mudança na forma de ser e estar de toda comunidade abrangida, com particular destaque para as mulheres e raparigas, que são o principal grupo-alvo da intervenção.

Objectivos

Objectivo Geral:

  • Apurar de que forma os projectos centrados em tecnologias de informação e comunicação podem contribuir a melhoria do atendimento integrado a Mulheres vítimas de violência baseada no género.

Objectivos Específicos:

  • Avaliar a pertinência da triangulação entre o CAI, os Pontos focais e as Vitimas de VBG;
  • Identificar os principais resultados da incorporação da plataforma SMS como um mecanismo de apoio à resposta institucional e comunitária de prevenção e combate a VBG;
  • Definir os principais desafios que condicionam o uso da plataforma por parte dos sujeitos de direito, antes e depois do seu uso.

Resultados

  • Avaliada a triangulação entre o CAI, os pontos focais e as vítimas de VBG;
  • Efectuado um diagnóstico (DAFO) da situação actual da plataforma de SMS;
  • Definidos principais resultados da incorporação da plataforma como um mecanismo de apoio ao MMAIMVV;
  • Definidos critérios para melhorar o funcionamento da Plataforma de SMS.

 Metodologia Mínima Proposta

  • A metodologia deverá incluir o uso de métodos qualitativos e quantitativos promovendo igualmente um processo participativo dos elementos chave envolvidos no projecto;
  • Contudo a MDM-E deixa ao critério dos (as) consultores (as) o desenho de uma metodológica que irá de forma inequívoca contribuir ao alcance dos resultados propostos nos TDRs;
  • Para conceber e implementar uma pesquisa rigorosa e pormenorizada, que entre outros aspectos sugere-se que a mesma observe as seguintes etapas;
  • Análise de fontes secundárias e primaria (trabalho de gabinete);
  • Definição da amostra e da metodologia de pesquisa;
  • Elaboração e entrega do inception report;
  • Recolha e tratamento de dados quantitativos e qualitativos;
  • Elaboração do relatório intermédio e final;
  • Os instrumentos qualitativos vão incluir componentes específicos que permitam converter algumas respostas em indicadores quantificáveis através de um sistema de pontuação para demonstrar o estágio actual dos benefícios da incorporação da tecnologia M-Health na detecção e seguimento dos casos de violência de género e procurar possibilidades de réplica da estratégia em outros CAI.

Grupo Alvo

O grupo alvo poderá estar representado pelos seguintes intervenientes:

  • Representantes das instituições públicas com as quais a MDM-E assinou memorando de entendimento para implementação do projecto;
  • Técnicos/as afectos ao Centro de Atendimento Integrado de Ndlavela;
  • Técnicos/as afectos as associações ACODEMU e AJPJ;
  • Técnicos/as da MDM-E;
  • Técnicos/as do CAICC;
  • Membros do GM;
  • Pontos focais de VBG e novas masculinidades;
  • Activistas dos cantos de aconselhamento (se acharem pertinente);
  • Sobreviventes de violência que tenham acedido ao CAI, quer através dos PFs, da plataforma ou por outra porta de entrada (US, PRM e CAI).

Requisitos

  • Mestre em Ciências Sociais ou áreas afins;
  • Conhecimento profundo sobre a situação e legislação vigente na área de VBG em Moçambique;
  • Experiência de pelo menos cinco (5) anos na área da pesquisa quanti-qualitativa;
  • Experiência profissional em estudos sobre tecnologias de comunicação e informação para plataformas de Sociedade Civil, preferivelmente de combate a violência contra mulher ou acesso a cuidados de saúde;
  • Criatividade e dinamismo;
  • Disponibilidade imediata.

Benefícios

Honorários e Condições de Pagamento:

O pagamento não ultrapassará os 5.000 USD (impostos incluídos) e será efectuado de forma faseada mediante consenso entre partes envolvidas, após a entrega de um relatório final do estudo acompanhado por:

  • Fotografias das actividades de pesquisa realizadas;
  • Base de dados;
  • Fontes primárias recolhidas (entrevistas, inquéritos, etc.);
  • Pelo menos um estudo de caso.

Exigências

Proposta Técnica e Financeira composta por:

  • Metodologia pormenorizada;
  • Orçamento total;
  • Cronograma de actividades;
  • Curriculum Vitae do/a Consultor/a (ou da equipa de consultores/as), completo de referências profissionais e de trabalhos anteriormente realizados.

Sobre a Empresa

Médicos do Mundo (Médecins du monde) é uma organização não-governamental baseada na benevolência de profissionais da saúde para levar ajuda humanitária a populações vulneráveis no mundo.

Research and Evaluation

Março 14, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Research and Evaluation

Directores de Programas

Março 12, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Directores de Programas

Email: [email protected]

Validade: 15/03/2018

Local: Maputo, Beira, Pemba e Chimoio

A Aldeia de Crianças SOS Moçambique pretende recrutar para o seu quadro de pessoal quatro (4) Directores de Programas.

Responsabilidades

  • Gerir uma abordagem coordena e integrada de cuidados das crianças e juventude, desenvolvimento das famílias, comunidades nas áreas de educação, saúde bem como na defesa dos direitos humanos a nível local;
  • Gerir o desenvolvimento global do programa; guia e apoia os recursos humanos sob sua responsabilidade;
  • Terá ainda a responsabilidade de promover parcerias fortes e de longo prazo com as autoridades locais, organizações da sociedade civil e privadas, bem como contribuir para o desenvolvimento de toda as intervenções da organização ao nível local.

Requisitos

  • Grau de Licenciatura em Ciências Sociais (Sociologia, Estudos de Desenvolvimento, Relações Internacionais ou campo relacionado), grau de Mestrado será uma vantagem;
  • Habilidades de comunicação em Português e Inglês é mandatário;
  • Experiência de quatro (4) anos em posições de liderança e de gestão de programas (Programme Cycle Management) com uma compressão de gestão financeira, gestão e desenvolvimento de pessoal, gestão de relações com doadores e de representação.

Exigências

  • Curriculum Vitae em Inglês;
  • Carta de Interesse
  • Fotocópia do BI;
  • Certificado de Habilitações;
  • Cartas Oficiais de Referências.

Nota: Indicar no assunto “PD”

Sobre a Empresa

As Aldeias de Crianças SOS existe em mais de 133 países e foi fundada em 1949, é uma organização internacional de desenvolvimento social, que trabalha para atender às necessidades, proteger os interesses e direitos das crianças órfãs e vulneráveis.

Oficial de Pesquisa

Março 9, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Oficial de Pesquisa

A Forcier pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Oficial de Pesquisa.

Descrição do Trabalho

O Director de Pesquisa informará o Director de Pesquisa e será responsável pela colecta e análise de dados. Em particular, as responsabilidades do Director de Pesquisa são:

  • Conduza revisões de literatura, apontar notas conceituais e relatórios iniciais, e colectar informações relevantes de fundo, conforme necessário;
  • Projectar ferramentas de colecta de dados quantitativos e qualitativos para projectos que abranjam uma variedade de assuntos;
  • Conduzir a entrada de dados, garantia de qualidade de dados, limpeza de dados;
  • Analisar qualitativa e quantitativa, e redacção de relatórios principais;
  • Treinar e supervisionar uma equipe de pesquisadores e equipe de apoio durante a execução do projecto;
    Desenvolver orçamentos e planos de pessoal, e monitorar sua efectiva execução;
  • Gerenciar a logística da equipe de pesquisa no campo e organizar/ coordenar as sessões de planeamento;
  • Assegure-se de que a documentação do projecto seja colectada e mantida de forma a ajudar os relatórios dos doadores e os requisitos de M & A do programa;
  • Conduzir, planear e coordenar projectos designados em tempo hábil;
  • Acompanhar o progresso dos projectos e fornecer relatórios de status semanais e soluções de operações ao Director de Pesquisa regularmente;
  • Interface com clientes, funcionários locais, fornecedores, parceiros e Director de Pesquisa em operações de projecto;
  • Promover e inspirar os valores fundamentais da Forcier;
  • Execute outras tarefas conforme acordado entre o Director de Pesquisa e o Director de Pesquisa.

Requisitos

  • M.A. grau (ou equivalente) em Assuntos Internacionais/ Desenvolvimento, Ciência Política ou um campo relacionado;
  • Com dois (2) + anos de experiência de trabalho, ou B.A. grau (ou equivalente) em internacional, assuntos/ desenvolvimento, ciência política ou um campo relacionado com mais de cinco (5) anos de experiência profissional;
  • Pelo menos um (1) ano de experiência (profissional ou académico) conduzindo quantitativo e/ou qualitativo
    análise de dados e redacção de relatórios;
  • A experiência de colecta de dados quantitativos ou qualitativos será considerada um activo;
  • Pelo menos um (1) ano de experiência em gerenciamento de projectos;
  • Experiência anterior gerenciando orçamentos de projectos, cronograma e logística preferenciais;
  • Conhecimento de STATA ou SPSS para garantia de qualidade de dados, limpeza de dados e análise de dados
    requeridos;
  • Experimente colaborar e gerenciar equipes diversas e multiculturais;
  • Atitude de aprender e ser empurrado para novas áreas e capacidade de aprender com os erros;
  • Capacidade de trabalhar de forma independente com mínima supervisão;
  • Capacidade de produzir trabalhos de alta qualidade sob prazos apertados;
  • Disposição para trabalhar longas horas quando necessário;
  • Criatividade e capacidade de pensar fora da caixa para conceituar projectos e implementação
    estratégias;
  • Experiência anterior vivendo e trabalhando em um país em desenvolvimento, de preferência em Moçambique;
  • Um senso de humor e conforto com ambiguidade;
  • Fluência no Inglês escrito e falado e em Português.

Exigências

  • Carta de Candidatura;
  • Curriculum Vitae.

Líder de Equipa

Março 9, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Líder de Equipa

Email: [email protected]

Local: Maputo

A International Development Group LLC pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Líder de Equipa.

Descrição do Trabalho

  • O Projecto de Infra-estrutura Logística de Moçambique II (LIP) destina-se a reduzir os custos logísticos e de transporte e aumentar o investimento e a produtividade no comércio de bens e serviços. O Grupo de Desenvolvimento Internacional está buscando um Líder de Equipe para apoiar a segunda avaliação independente da fase do Projecto de Conectividade da Avaliação de Estradas da Missão do Desafio do Milénio (MCC) em Moçambique.

Requisitos

  • O Líder da Equipe será responsável por assegurar a integração de programas complexos, design e implementação de avaliação;
  • Deve ter pelo menos 10-15 anos de experiência demonstrada, gerenciando equipes grandes e complexas e uma compreensão de todos os aspectos da avaliação de estradas: isso inclui engenharia rodoviária, economia de transporte, avaliação e economia política;
  • Um Mestrado em um campo relevante relevante que pode ser demonstrado através da educação ou experiência;
  • Necessário habilidades de linguagem em Inglês e Português.

Exigências

  • Carta de Candidatura;
  • Curriculum Vitae.

Junior Professional Officer

Março 8, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Junior Professional Officer

Gestor do Programa

Março 8, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Gestor do Programa

Email: [email protected]

Validade: 19/03/2018

Local: Maputo

A mothers2mothers é uma organização internacional sem fins lucrativos dedicada à prevenção da transmissão de HIV de mãe para filho, proporcionando educação e apoio a mulheres grávidas e mães que vivem com HIV. No âmbito do seu crescimento, pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Gestor do Programa.

Funções

  • Reportando ao Director Nacional, será responsável pela execução do portfólio directo de serviço da m2m Moçambique, supervisionando programas locais/comunidades, garantindo a qualidade da educação da Mãe Mentora e todos os serviços de apoio psicossocial fornecidos pela m2m em Moçambique;
  • O Gestor do Programa assegurará uma colaboração e sinergia efectivas entre a comunidade e programas/ projectos de instalações;
  • O Gestor do Programa irá gerir os Gestores Provinciais de modo a assegurar uma entrega eficiente e efectiva de programas de qualidade, tanto a nível da instalação quanto a nível da comunidade e será directamente responsável pela garantia de qualidade e melhoria de qualidade das actividades do programa.

Requisitos

  • Mestrado em Saúde Pública, Administração Pública, Ciências Sociais ou em qualquer outro campo relacionado
  • Experiência de 6 a 8 anos de apoio a programas em posição comparável;
  • Fortes habilidades de conceptualização e design com a capacidade de pensar de forma criativa e sistemática em todos os níveis do projecto;
  • Habilidade demonstrada de projectar e liderar a execução de sistemas de apoio eficientes, incluindo a criação de ferramentas de apoio de programa e operacional;
  • Conhecimento aplicado de gestão financeira e gestão de recursos humanos;
  • Compreensão sólida das ferramentas e sistemas de M & A;
  • Experiência sólida no desenvolvimento de programas e garantia de qualidade;
  • Habilidade demonstrada em desenvolver e manter relacionamentos estratégicos em vários níveis, incluindo governo, doadores e parceiros de implementação;
  • Excelente capacidade interpessoal;
  • Excelentes habilidades de redacção, edição e gramática em português com a capacidade de planear e coordenar tarefas múltiplas em diferentes províncias de forma eficaz e sucinta para o público interno e externo;
  • Proficiência em habilidades de informática e processamento de texto e familiaridade com o software de tradução;
  • Capacidade de trabalhar com sucesso em departamentos sob uma estrutura de ONG internacional;
  • A capacidade de realizar multitarefas e cumprir os prazos num ambiente exigente, acelerado e em rápida mudança;
  • Fortes capacidades em informática (pacotes Microsoft);
  • Líder excepcional com excelentes habilidades organizacionais e interpessoais;
  • Excelentes habilidades analíticas e de resolução de problemas;
  • Flexível com a capacidade de trabalhar de forma independente e como parte de uma equipa;
  • Carta de condução válida.

Benefícios

  • Oferecemos a oportunidade de integrar uma organização orientada para o desenvolvimento social e humano do País, que proporciona remuneração compatível com as qualificações e bom ambiente de trabalho, numa equipa comprometida e dinâmica.

Exigências

  • Carta de Candidatura;
  • Curriculum Vitae.

Gestor do Programa – Assistência Técnica

Março 8, 2018 Sem categoria

Comentários desativados em Gestor do Programa – Assistência Técnica

Email: [email protected]

Validade: 19/03/2018

Local: Maputo

A mothers2mothers é uma organização internacional sem fins lucrativos dedicada à prevenção da transmissão de HIV de mãe para filho, proporcionando educação e apoio a mulheres grávidas e mães que vivem com HIV. No âmbito do seu crescimento, pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Gestor do Programa – Assistência Técnica.

Funções

  • Reportando ao Director Nacional, será responsável pela execução dos serviços de apoio de implementação da m2m em Moçambique e assistência técnica. Trabalhando em conjunto com parceiros de implementação (IP) e entidades de saúde do governo provincial e distrital (DPS e DDS), o titular assegurará a prestação de serviços de acordo com os padrões programáticos da m2m;
  • O Director do Programa prestará apoio aos parceiros de implementação que trabalhem para a eliminação da PVT em Moçambique, a fim de ampliar as actividades do Programa de Mentores de Mães em Moçambique, através da prestação de assistência técnica;
  • O Director do Programa também trabalhará em estreita colaboração com o Ministério da Saúde (MISAU) nos níveis nacional, provincial e distrital para assegurar o seu apoio ao lançamento do Programa de Mentores de Mães de Moçambique;
  • Ele/ela será directamente responsável pela entrega de actividades de garantia de qualidade e melhoria de qualidade.

Requisitos

  • Mestrado em Saúde Pública, Administração Pública, Ciências Sociais ou em qualquer outro campo relacionado, com pelo menos 6 a 8 anos de apoio a programas em posição comparável;
  • Forte design de programas e habilidades de conceptualização com a capacidade de pensar criativa e sistematicamente em todos os níveis do projecto;
  • Habilidade demonstrada de projectar e liderar a execução de sistemas de apoio eficientes, incluindo a criação de ferramentas de apoio a programas, operações, acompanhamento e avaliação;
  • Experiência demonstrada de que fornece apoio técnico a diferentes partes interessadas, incluindo parceiros de implementação e departamentos governamentais;
  • Conhecimento aplicado de gestão financeira e gestão de recursos humanos;
  • Compreensão sólida das ferramentas e sistemas de M & A;
  • Extensa experiência em desenvolvimento de programas e garantia de qualidade;
  • Habilidade demonstrada em desenvolver e manter relacionamentos estratégicos em vários níveis, incluindo governo, doadores e parceiros de implementação;
  • Excelentes habilidades de escrita, edição e gramática em português e capacidade de comunicação efectiva e sucinta para o público interno e externo;
  • Capacidade de planear e coordenar tarefas múltiplas em diferentes províncias;
  • Proficiência no pacote do Microsoft Office e familiaridade com o software de tradução;
  • Capacidade de trabalhar de forma cruzada sob uma estrutura de ONG internacional;
  • A capacidade de multitarefas e cumprir os prazos num ambiente exigente, rápido e em rápida mudança;
  • Líder excepcional com excelentes habilidades organizacionais e interpessoais;
  • Excelentes habilidades analíticas e de resolução de problemas;
  • Flexível, com capacidade de trabalhar de forma independente e como parte de uma equipa;
  • Fluente nas línguas Portuguesa e Inglesa;
  • Carta de condução válida.

Benefícios

  • Oferecemos a oportunidade de integrar uma organização orientada para o desenvolvimento social e humano do País, que proporciona remuneração compatível com as qualificações e bom ambiente de trabalho, numa equipa comprometida e dinâmica.

Exigências

  • Carta de Candidatura;
  • Curriculum Vitae.